Selecionado pelo Rumos Itaú Cultural, o projeto do roteirista Marcelo Saravá traz em sua trama uma organização com detetives que atuam em diferentes mídias narrativas, como quadrinhos, teatro e literatura, e são convocados para investigar um crime: o assassinato de um desenhista, cujos principais suspeitos são os personagens da HQ que ele criou

A HQ META – Depto. de Crimes Metalinguísticos, do roteirista Marcelo Saravá, contemplada pelo Rumos Itaú Cultural 2017-2018, integra a série de lançamentos da edição 2020 da CCXP Worlds, que neste ano acontece virtualmente de 4 a 6 de dezembro (sexta-feira a domingo).

Depois de ter o primeiro capítulo disponibilizado com exclusividade no site do Itaú Cultural, a publicação, publicada pela Zarabatana Books, chega na íntegra ao público em uma história onde a investigação de um crime coloca em xeque a fronteira entre o real e o ficcional.

Em META – Depto. de Crimes Metalinguísticos, Saravá, que também é autor de Aos Cuidados de Rafaela, parte do assassinato de um desenhista, cujos principais suspeitos são os personagens criados por ele para uma HQ. Nesse contexto entra em cena META, uma polícia secreta que investiga casos ocorridos em universos diferentes, com detetives que atuam nos quadrinhos, teatro, literatura, cinema e quaisquer outras mídias narrativas e quebram a quarta parede para sair desses universos e solucionar os mais estranhos casos.

Em um exercício estilístico de narrar histórias sobre o ato de contar histórias, o roteiro de Saravá reúne drama, humor, experimentalismo e cultura pop, colocando em discussão a relação das pessoas com as artes.

Dentro dessa ideia, META conta com a participação especial de personagens conhecidos, como Bone, do autor norte-americano Jeff Smith, e Deus, do cartunista brasileiro Carlos Ruas. Ao todo, a HQ contém 19 artes de quadrinistas brasileiros e internacionais, como Walt Simonson e Laerte Coutinho, além de incluir homenagens póstumas a Juan Giménez e Daniel Azulay, falecidos em 2020.

Outra peculiaridade da publicação é o elenco definido pelo desenhista André Freitas, que criou as artes dos personagens a partir de fotos. O protagonista, Alan Mancuso, por exemplo, é baseado no visual de Saravá. O próprio Freitas empresta seu rosto para três personagens diferentes.

Esse limite entre a ficção e a realidade será apresentado no dia 4 de dezembro (sexta-feira), às 16h, durante a CCXP Worlds em uma live na qual o protagonista Alan entrevista a equipe criativa da HQ. O acesso é pelo canal do Youtube do autor.

META – Depto. de Crimes Metalinguísticos pode ser comprado no loja virtual da editora Zarabata Books e, em breve, na Amazon, Livraria da Travessa, Martins Fontes Paulista, Comix Book Shop, Itiban, Loja Monstra e Ugra.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Nova HQ de Marcelo Saravá na CCXP Worldshttps://impulsohq.com/wp-content/uploads/2020/12/Meta-Rumos-Itau-cultural-marcelo-sarava.jpghttps://impulsohq.com/wp-content/uploads/2020/12/Meta-Rumos-Itau-cultural-marcelo-sarava-150x150.jpgRenato LebeaunotíciasquadrinhosAndré Freitas,CCXP Worlds,Depto. de Crimes Metalinguísticos,Deyvison Manes,Marcelo Saravá,META,Omar Viñole,Rumos Itaú CulturalSelecionado pelo Rumos Itaú Cultural, o projeto do roteirista Marcelo Saravá traz em sua trama uma organização com detetives que atuam em diferentes mídias narrativas, como quadrinhos, teatro e literatura, e são convocados para investigar um crime: o assassinato de um desenhista, cujos principais suspeitos são os personagens da...O Impulso HQ é um site e canal no YouTube dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!