Carl Barks (1901-2000) foi um gênio absoluto. Essa afirmação se solidifica a cada ano, conforme sua obra continua sendo republicada e estudada, principalmente por acadêmicos de primeira linha. (mais…)
Continue Reading