No início dos anos 90, eu batia ponto todo sábado à tarde na livraria “Muito Prazer”. Num desses finais de semana comprei alguns exemplares dos catecismos do Carlos Zéfiro. O…
Continue Reading