Por esses dias um amigo músico, um senhor músico por sinal, mudou de São Paulo para Fortaleza e ele foi dono de um estabelecimento aqui em Sampa, um bar de blues. Localizado numa região boêmia aqui do centro da cidade meu amigo sempre falava com muita saudade desse bar, e isso me fez lembrar muito de Barba e Leo, os personagens principais da HQ Open Bar, de Eduardo Medeiros.

Saudade e muita recordação é o que tem Barba e Leonardo, mas eles precisam pensar no futuro. E foi pensando no futuro que em novembro de 2015, Edu Medeiros lançou durante o Festival Internacional de Quadrinhos, a edição impressa de Open Bar volume 1 pelo selo Stout Club.

O título que começou em 2014 como uma webcomic no site do próprio Stout Club, alcançou edição física, algo que se torna cada vez mais comum, do digital para o papel, mas nem por isso deixa de ser algo difícil de conseguir e, infelizmente, essa realização, por enquanto, só é alcançada por aqueles que trabalham muito e nunca pensam em desistir.

E é justamente nessa vibe que se encontram os dois amigos nas páginas dessa HQ que já conta com o traço e humor ácido característicos de Medeiros. Barba herda do pai o Caverna Pub e os dois vão ter que ralar para botar em pé o velho bar prá funcionar.

Nesse primeiro volume, você confere toda a primeira temporada que foi publicada no site do Stout e mais 40 páginas de material inédito. Barba e Leo se encontram frente a um grande desafio, e não é somente o bar que eles vão precisar encarar. O bairro já não é do jeito que eles conheceram e uma vizinha, de quem Barba tem uma doce recordação, vai se juntar a eles num grande porre.

No meio disso tudo ainda tem uma misteriosa carta deixada pelo pai de Barba para Leonardo, o primo nerd e seus amigos e, é claro, Amanda, a antiga paixão de Leonardo.

Amigos inseparáveis que já passaram por poucas e boas, lado a lado, vivem essa história em quadrinhos cheia de emoções, surpresas, viagens lisérgicas de carro, sonhos não realizados e muito, mas muito humor com um desenho prá lá de bacana.

A iniciativa de transformar a webcomic em um livro impresso com o dobro de páginas e que ainda conta com introdução de Gabriel Bá faz Medeiros estar com um lugar garantido entre os quadrinhistas brasileiros da atualidade que mais surpreendem e garantem fãs leitores assíduos, seja pela sua produção, participação em feiras para divulgar o seu trabalho, ou até mesmo pelo surpreendente desfecho para este primeiro volume da trama.

Comecei falando de um amigo, agora falo de outro: livreiro e editor. Quando falei que ia escrever a resenha de Open Bar, ele me disse “que legal! eu gostei muito, só fiquei cabreiro por que vai demorar um pouco para ler a continuação, estou torcendo para sair logo.”

É Eduardo, meu amigo e eu, estamos loucos prá ver como continua esse quadrinho batuta.

Open Bar – Volume 1
Stout Club
Autor: Eduardo Medeiros
Acabamento Brochura
17 x 25 cm
104 páginas
R$ 35,00

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2017/01/open-bar-eduardo-medeiros-1.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2017/01/open-bar-eduardo-medeiros-1-150x150.jpgFloreal Andraderesenha hqbEduardo Medeiros,Open Bar,Stout ClubPor esses dias um amigo músico, um senhor músico por sinal, mudou de São Paulo para Fortaleza e ele foi dono de um estabelecimento aqui em Sampa, um bar de blues. Localizado numa região boêmia aqui do centro da cidade meu amigo sempre falava com muita saudade desse bar,...IMPULSO HQ é um site que se propõe a discutir histórias em quadrinhos e assuntos derivados como cinema, games e cultura pop em geral.