De Drácula e Nosferatu a Crepúsculo e True Blood, tudo sobre os vampiros no cinema, TV, quadrinhos, games e literatura

Os vampiros marcaram com gotas de sangue seu território no imaginário popular. Desde o lançamento do livro Drácula, em 1897, esses seres das trevas entraram para as artes populares e nunca mais saíram. Cinema, quadrinhos, TV e games ampliaram esse domínio conforme atesta o livro Vampiros na Cultura Pop, que traz uma catalogação do que mais divertido e interessante se criou sobre o tema.

Após meses de pesquisa, muitas seções de filmes de terror e leitura de livros e quadrinhos, os jornalistas Maurício Muniz e Manoel de Souza, ao lado de alguns colaboradores, reuniram inúmeras curiosidades sobre esses seres da noite.

Há desde capítulos sobre a saga Crepúsculo e séries como Vampire Diaries e True Blood, até filmes clássicos de Christopher Lee e Bela Lugosi, passando pela maior parte da produção do gênero desde o cinema mudo. Um dos destaques é uma seleção dos 45 vampiros mais marcantes das telas.

O livro ainda investiga a origem das lendas sobre esses seres fantásticos, cobre os quadrinhos e games mais interessantes, apresenta os títulos mais importantes sobre vampiros na literatura ocidental desde 1813, traz uma listagem dos 20 melhores filmes do gênero segundo a crítica mundial e uma galeria com 130 cartazes de cinema com filmes produzidos entre 1922 e 2010.

Tudo mostrado de maneira leve e divertida, seguindo a linha do trabalho dos autores na revista Mundo dos Super-Heróis.

Com centenas de imagens, Vampiros na Cultura Pop é um livro imperdível e com visual sofisticado que não pode faltar na estante dos apaixonados por vampiros.

Sobre os autores:

Maurício Muniz iniciou sua carreira como jornalista nas revistas Wizard e Sci-Fi News. Desde 1997, edita quadrinhos para várias editoras e já trabalhou com séries como Sandman, Sin City, Preacher, Star Wars, Hellblazer e Transmetropolitan. Foi responsável por trazer ao Brasil alguns dos quadrinhos mais cultuados dos últimos anos, como A Liga Extraordinária, Authority, Planetary e Tom Strong.

No momento, é colaborador da revista Mundo dos Super-Heróis, produz revistas e quadrinhos institucionais e edita diversos álbuns da Gal Editora (www.galeditora.com.br), como Fracasso de Público, Filósofos em Ação, Invasão dos Mortos e Stephenie Meyer e a Origem de Crepúsculo. Também edita o blog Antigravidade: Cultura Pop e Bom-Humor (www.antigravidade.wordpress.com).

Manoel de Souza tem quase 20 anos de experiência na área de revistas. Começou como assistente do cartunista Luiz Gê em 1990, quando teve uma passagem rápida pela editora Circo. Foi fanzineiro e quadrinhista nos primeiros anos, depois ilustrador de jornais e revistas até focar sua carreira na área de edição de arte. Trabalhou mais de 10 anos com projeto gráfico e diagramação.

Ao mesmo tempo, começou a desenvolver seu texto como repórter de diversas publicações da Editora Europa, até tornar-se editor. Em 2004, lançou o livro Loucuras dos Seriados da TV (Panda Books) e dois anos, depois criou a revista Mundo dos Super-Heróis, projeto que o acompanhava desde a adolescência.


Vampiros na Cultura Pop
Autores: Maurício Muniz e Manoel de Souza
Editora: Editora Europa
Coleção: Mundo Fantástico
Edição: 2010
Capa: cartonada com verniz de reserva e laminação fosca
Miolo: colorido em papel couché
148 páginas
20,2 x 26,6 cm
R$ 39,90

Renato LebeauquadrinhosEditora Europa,Manoel de Souza,Maurício Muniz,Mundo Fantástico,vampiro,Vampiros na Cultura PopDe Drácula e Nosferatu a Crepúsculo e True Blood, tudo sobre os vampiros no cinema, TV, quadrinhos, games e literatura Os vampiros marcaram com gotas de sangue seu território no imaginário popular. Desde o lançamento do livro Drácula, em 1897, esses seres das trevas entraram para as artes populares e...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe