A Valiant Entertainment foi totalmente adquirida pela DMG Entertainment, de acordo com o The Hollywood Reporter. A empresa de mídia com sede em Pequim já detinha 57% participação da Valiant como parte de um investimento de vários milhões de dólares ocorrido em 2015.

A DMG, que coproduziu Looper e Homem de Ferro 3, agora tem total autonomia para permitir o crescimento das propriedade da Valiant como Bloodshot, Harbinger e X-O Manowar para filmes, televisão e outras plataformas. Em um comunicado, o CEO da DMG, Dan Mintz, deixou claro que a decisão é alimentada por filmes, não por publicação de quadrinhos.

“Isto é sobre levá-lo a um próximo nível. Eu não estou olhando para expandir do ponto de vista da publicação, mas do ponto de vista cinematográfico”, explicou o CEO da DMG. “Você pode esperar uma narrativa mais forte com um caminho definido para outras plataformas”.

Agora, a DMG tem plena propriedade e com ela, propriedade total do terceiro maior universo compartilhado de super-heróis atrás da Marvel e DC Comics. “Eu também estou ansioso para aproximar os escritores do processo de filmagem, o que também é importante e não mantê-los espalhados na área de quadrinhos”, disse Mintz.

A notícia chega mesmo tempo quando a Valiant estava se direcionando para o universo cinematográfo com adaptações planejadas em live-action de um universo compartilhado de Bloodshot e Harbinger que seria produzido pela Sony Pictures. Vin Diesel já estava cotado para desempenhar o papel principal em Bloodshot.

O catálogo de propriedade intelectual de Valiant inclui cerca de 2.000 personagens, incluindo X-O Manowar, Bloodshot, Shadowman, Ninjak, Archer e Armstrong, Quantum e Woody, e os personagens da série Harbinger.

Como parte do acordo da DMG Entertainment para adquirir o Valiant Entertainment, três dos principais executivos da editora de quadrinhos estão deixando a empresa: o presidente Peter Cuneo, Dinesh Shamdasani (CEO / CCO) e Gavin Cuneo (CCO). Dinesh e Gavin, no entanto, continuarão a trabalhar com Valiant como consultores.

A equipe de publicação de Valiant, supervisionada pelo editor Fred Pierce e pelo Editor-Chefe Warren Simons, está programada para permanecer no local e continuar os planos de quadrinhos da empresa. A Valiant permanecerá com o seu escritório na cidade de Nova York.

Fundada em 1989 com o ex-editor-chefe da Marvel Comics, Jim Shooter, a Valiant foi vendida em 1994 para a desenvolvedora de jogos Acclaim Entertainment, apenas para ser fechada uma década depois, quando a empresa declarou falência. Em 2005, um grupo liderado por Dinesh Shamdasani e Jason Kothari adquiriu os direitos sobre o catálogo Valiant e, como Valiant Entertainment, relançou o universo ficcional de super-heróis em 2012. Desde então, a Valiant Entertainment passou a publicar várias séries premiadas e aclamadas pelo público e crítica.

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2018/02/valiant-DMG.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2018/02/valiant-DMG-150x150.jpgRenato LebeaunotíciasquadrinhosBloodshot,DMG Entertainment,Harbinger,Valiant,X-O ManowarFacebook Twitter Instagram Youtube A Valiant Entertainment foi totalmente adquirida pela DMG Entertainment, de acordo com o The Hollywood Reporter. A empresa de mídia com sede em Pequim já detinha 57% participação da Valiant como parte de um investimento de vários milhões de dólares ocorrido em 2015. A DMG, que coproduziu...O Impulso HQ é um site e canal no YouTube dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe