Em Spinning, a jovem quadrinista Tillie Walden reúne suas memórias em um relato lírico e sensível sobre o amadurecimento, as descobertas e desafios da adolescência. Por dez anos, a rotina de Tillie foi sempre a mesma: acordar, pegar os patins, ir para o ringue antes mesmo de o sol raiar.

Enquanto viaja o país participando de competições, a jovem garota vive o auge de sua adolescência, tão fascinante quanto angustiante, com o sentimento de inadaptação, a descoberta de seus talentos, as frustrações, o bullying, e a primeira namorada.

Tillie Walden (1996) é um dos nomes mais importantes da nova geração de quadrinistas dos Estados Unidos. Com apenas 23 anos, ela já publicou sete livros e ganhou diversos prêmios, entre os quais o Ignatz, o Broken Frontier e o Los Angeles Times Book Prize. Spinning fez dela a mais jovem ganhadora do prêmio Eisner, aos 22 anos. Walden começou a carreira ainda adolescente, publicando na internet.

Integrante da lista de melhores livros para adolescentes das bibliotecas públicas de Nova York e Chicago, da Yalsa (Young Adults Library Association) e do Youth Editor’s Choice. Ganhador do prêmio Eisner 2018 na categoria de livros baseados na realidade.

Originalmente publicado em 1985 no Japão, O Homem Sem Talento é um trabalho icônico do gênero mangá watakushi (“quadrinhos do eu”), como são conhecidos os quadrinhos autobiográficos japoneses, cujo pioneiro é justamente o próprio Yoshiharu Tsuge.

O protagonista, alter-ego do desenhista, é um autor de mangá que se recusa a comprometer seu trabalho e ceder às pressões da indústria editorial. Diante das vicissitudes da existência, ele parece determinado a tornar sua vida uma estranha ode ao fracasso, vendendo pedras retiradas de um rio perto de sua casa. Pedras que ninguém parece ter interesse em comprar.

De maneira lenta, mas persistente, o “homem sem talento” se coloca à parte de uma sociedade que não lhe interessa mais, enquanto sua esposa insiste em vão para que ele encontre uma maneira de dar uma vida digna à sua família. Ao longo das páginas, Tsuge transforma essa história de fracasso em um poema assustador e desesperado, mas com um toque de humor e uma irônica redenção.

Aclamado, influente e muito estudado, Yoshiharu Tsuge era pouco conhecido dos leitores ocidentais. Mas, nos últimos meses, estão sendo anunciadas diversas edições europeias de suas obras e, nos Estados Unidos, seus primeiros livros começam a ser lançados no início do próximo ano. Assim, essa edição brasileira de O Homem Sem Talento é a primeira das Américas!

Em 2020, o autor será o grande homenageado no mais importante evento de quadrinhos da Europa, o Festival de Angoulême, com uma exposição retrospectiva de toda a sua carreira.

Spinning
Editora Veneta
Autora: Tillie Walden
Tradução: Gabriela Franco
Acabamento brochura
Colorido
400 páginas
16×23 cm
R$ 84,90

O Homem sem Talento
Autor: Yoshiharu Tsuge
Tradução: Esther Sumi
Prefácio: Marcello Quintanilha e Mitsuhiro Asakawa
Edição de Luxo
Capa Dura
Preto e branco
240 páginas
16×23 cm
R$ 64,90

Tillie Walden e Yoshiharu Tsuge são os lançamentos da Veneta em novembrohttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2019/10/Spinning-veneta-1.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2019/10/Spinning-veneta-1-150x150.jpgRenato LebeaunotíciasquadrinhosFacebook Twitter Instagram Youtube Em Spinning, a jovem quadrinista Tillie Walden reúne suas memórias em um relato lírico e sensível sobre o amadurecimento, as descobertas e desafios da adolescência. Por dez anos, a rotina de Tillie foi sempre a mesma: acordar, pegar os patins, ir para o ringue antes mesmo de o sol...O Impulso HQ é um site e canal no YouTube dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!