Zets é um projeto idealizado por Marcelo Campos e voltado ao público infantil. A trama narra as aventuras de 4 crianças alienígenas (o Pop, a Tip, o Tuc e a Chuca)  que, por algum motivo desconhecido, vêm viver no planeta Terra com seu tio Pipo e sua prima Mel, ambos também alienígenas.

A edição é composta por pequenas histórias (escritas e desenhadas por diversos autores) independentes entre si, que servem para apresentar aos poucos os personagens e giram em torno das confusões que eles causam na tentativa de controlar seus poderes.

Falando em poderes, são os destaques da edição. Cada personagem tem um poder bizarro: O Pop pode se transformar nas coisas que ele come (e isso pode ser qualquer coisa: um abajur, um carro, uma asa delta etc.); o poder da Tip esta relacionado ao seu estado mental, assim, se ela estiver com raiva, tudo o que ela toca explode, se estiver relaxada os objetos flutuam ao seu toque; O Tuc tem o poder da improbabilidade: se ele diz que é improvável que algo aconteça, ela vai acontecer – por mais bizarro que seja; a Chuca, a caçula do grupo, tem o poder da amplificação: se ela chora, causa alagamento na casa, se pula, causa terremoto.

Para atrair seu público alvo, a edição abusa de cores fortes e chamativas e os traços seguem o estilo cartum dos desenhos animados, às vezes com grande influência de mangá.

Entretanto a edição peca em alguns pontos, como o extenso editorial – ao que parece escrito para adultos – e histórias que não apresentam os personagens e seus poderes de maneira clara. O Tuc, por exemplo, você só percebe que a improbabilidade é um poder dele lá pela metade da edição, mas até lá a história já se tornou confusa e o público infantil pode já ter abandonado a leitura.

Ainda nessa questão, a Tip é a personagem que tem a participação mais apagada e a gente só percebe o poder dela porque no álbum há uma ficha com as características de cada membro da família.

Ter histórias que apresentem os personagens, de maneira clara e cativante, é um aspecto fundamental para qualquer publicação, sobretudo em sua edição de estréia – e é o que falta aqui.

Contudo é um trabalho com grande potencial (principalmente pela originalidade, e bizarrice, dos poderes) que pode ainda render bons frutos, tanto para seu criador quanto para o público.

Zetz
Autores: Amilcar Pina, Artur Fujita, Chris Borges, Eduardo Ferrara, Fernando Cintra, Hermes Tadeu, Marcela Godoy, Marcelo Campos e Weberson Santiago.
Editora Devir
80 páginas
Data: Março de 2011
R$ 33,00

Alexandre Manoelresenha hqbAmilcar Pina,Artur Fujita,Chris Borges,Devir,Eduardo Ferrara,HQB,resenha,ZETZZets é um projeto idealizado por Marcelo Campos e voltado ao público infantil. A trama narra as aventuras de 4 crianças alienígenas (o Pop, a Tip, o Tuc e a Chuca)  que, por algum motivo desconhecido, vêm viver no planeta Terra com seu tio Pipo e sua prima Mel,...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe