São Jorge da Mata Escura conta a história de Bárbara, Jarcisley e Jorge. Jovens que cresceram juntos no bairro da Mata Escura, em Salvador/BA.

Juntos, mas não amigos. Isso porque os dois rapazes sempre disputaram a atenção de Bárbara, que escolheu ficar com Jorge.

A HQ retrata a difícil vida do casal na periferia de Salvador e a ascensão de Jarcisley, envolvido em atividades ilícitas. Cansada da vida dura, Bárbara decide abandonar seu amor e unir-se a Jarcisley, que lhe prometeu uma “vida mais fácil”.

Mas Jorge decide fazer o que for preciso para ter sua amada de volta, mesmo que para isso ele tenha que entrar também no mundo do crime.

Marcello Fontana, o roteirista da obra, transpõe para a HQ elementos muito comuns aos adolescentes e jovens dos subúrbios brasileiros: como a dificuldade em conseguir emprego, a má remuneração de muitas profissões, a dificuldade de manter um relacionamento vivendo na miséria, o assédio que esses garotos sofrem do tráfico de drogas – que lhes prometem uma vida mais tranqüila e sem privações etc. No fim das contas, a HQ sempre ressalta que “hoje em dia, um homem tem que ter coragem é para levar uma vida decente”, para usar trecho que se repete algumas vezes na história.

A arte da edição ficou a cargo de três autores: Antônio Cedraz, criador da Turma do Xaxado, que aqui faz uma pequena participação no prólogo da edição, apresentando uma curta passagem da infância do trio; André Leal, que desenha a maior parte da história e Naara Nascimento, que ficou a cargo das passagens que retratam a história de São Jorge e Oxóssi (entidades unidas pelo sincretismo do povo baiano) e que serve como referência às atitudes de Jorge, que tenta se manter integro mesmo quando isso contraria a atitude de todos ao seu redor.

Todos os desenhistas, cada um com seu traço particular, cai muito bem à história: Cedraz com seu tradicional estilo infantil, Naara com um domínio invejável de manchas e texturas e André Leal com um estilo à lá Linha Clara, mas com uns tons de cinza que, à primeira vista, pode parecer monótono, contudo contribui sobremaneira para toda a angústia do roteiro.

Mesmo tratando de assuntos facilmente identificáveis por todo brasileiro, é interessante, e louvável, que as características regionais de Salvador não foram deixadas de lado, assim, podemos conferir algumas características da cidade soteropolitana como a Praça Castro Alves, o bairro Mata Escura, o linguajar dos baianos, o sincretismo de sua religião e os famosos e criativos carrinhos dos vendedores ambulantes de café, profissão que Jorge largou para tentar conquistar Bárbara novamente.

A HQ não tem aquela tradicional mudança na ação e na condição dos personagens entre o início e o fim da trama (como manda o modus operandi de um roteirista), de maneira que a história começa triste e termina pior, transbordando desesperança para todos os lados.

Mas é uma HQ com uma temática próxima a praticamente toda a juventude brasileira e com uma abordagem tão interessante que vale a pena a leitura.

São Jorge da Mata Escura
Autores: André Leal, Antonio Cedraz, Naara Nascimento e Marcello Fontana
Editora: RV Cultura & Arte
56 páginas
Data: Julho de 2011
R$ 15,00

Alexandre Manoelresenha hqbAndré Leal,Antonio Cedraz,Marcello Fontana,Naara Nascimento,São Jorge da Mata EscuraSão Jorge da Mata Escura conta a história de Bárbara, Jarcisley e Jorge. Jovens que cresceram juntos no bairro da Mata Escura, em Salvador/BA. Juntos, mas não amigos. Isso porque os dois rapazes sempre disputaram a atenção de Bárbara, que escolheu ficar com Jorge. A HQ retrata a difícil vida do...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe