quaisqualigundum_aQuando era garoto, um dos programas de rádio favoritos do pessoal em casa era “Histórias da Maloca”, escrito por Oswaldo Moles parceiro de Adoniran Barbosa (Tiro ao Álvaro entre outras músicas) que passava na Rádio Record. Quando vi Adoniran as primeiras vezes na televisão, minha família sempre dizia “é o charutinho”. Vivido por mais de uma década, Charutinho era o personagem de Adoniran no programa.

Esse era sambista Adoniran Barbosa (1910-1982), mais do que um músico e compositor, foi ator e um contador de “causos”. Um cronista de uma São Paulo cheia de personagens e ambientações. Me lembro que somente alguns anos depois consegui escutar trechos de “Histórias da Maloca”, em um programa de rádio do jornalista Milton Paron, percebi como ele transitava entre a tragédia e o cômico com tanta facilidade.

5-manéÉ justamente esses causos, personagens e crônicas de amores perdidos, bebedeiras, dominó e, é claro, sambas que estão adaptadas em forma de quadrinhos no álbum Quaisqualigundum da dupla Roger Cruz e Davi Calil, lançado ano passado pelo selo Dead Hamster, com o apoio do Programa de Ação Cultural de São Paulo (ProAC).

Adoniran em si já era um personagem interessante. Ator de cinema e TV (a primeira telenovela humorística da televisão brasileira teve sua participação, chamava “Quatro Homens Juntos” e foi ao ar em 1965 na TV Record), ele poderia ser encontrado facilmente caminhando pelas ruas do Centro de São Paulo. O jornalista Fausto Canova contou uma vez no seu programa Estúdio 1200 que todos os sábados, o músico saía de sua casa, caminhava pela cidade e lá pelo meio-dia chegava na rádio Jovem Pan, onde tirava um cochilo no sofá.

14213607Não sei, mas quem sabe, foi uma dessas andanças que o compositor conheceu o Brás e o Bixiga, bairros paulistas bastante frequentados por ele, e que eu imagino as aventuras de Arnesto, Mato Grosso, Joca, Mané, Inez e outros personagens cantados pelo sambista em suas músicas.

E foi a partir das músicas de Adoniran Barbosa: Saudosa Maloca, Um samba no Bixiga, O samba do Arnesto e Apaga o fogo mané, que Roger Cruz construiu quatro histórias interligadas com personagens acima citados. David Calil completou com sua bonita arte, produzindo uma HQ toda pintada em aquarela e guache.

Interessante é que o álbum não apresenta uma adaptação das letras de Adoniran. Está tudo lá, os trambiques, as tristes histórias de amor, a dura vida nas quebradas de São Paulo (uma São Paulo que aos poucos vai sendo derrubada para se plantar mais um espigão de concreto), e ao mesmo tempo, Roger Cruz coloca um algo novo, ao traçar toda uma linha do tempo entre os causos. A liberdade poética sendo usada da melhor maneira.

imagem-da-hq-quaisqualigundum-que-recria-personagens-das-musicas-de-adoniran-barbosa-1407365499401_956x500Para os saudosos, como eu, assisti um show dele em 1981 e visitei a exposição no museu Adoniran na praça Antônio Prado, o álbum é uma excelente aquisição, principalmente para os fãs do músico.

Como complemento desse álbum batuta recomendo escutar o disco do Fino da Bossa em que Elis Regina conversa e ri muito com a prosa e a música de Adoniran.

Quaisqualigundum é o doce amargo do melhor cronista da cidade de São Paulo agora em quadrinhos.

Quaisqualigundum
Editora Dead Hamster – Edição especial
Roteiro: Roger Cruz
Arte: Davi Calil
96 páginas
R$ 45,00

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/03/Roger-Cruz-e-Davi-Calil-lançam-HQ-inspirada-em-Adoniran-Barbosa.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/03/Roger-Cruz-e-Davi-Calil-lançam-HQ-inspirada-em-Adoniran-Barbosa-300x300.jpgFloreal Andraderesenha hqbAdoniran Barbosa,Davi Calil,Dead Hamster,Quaisqualigundum,Roger CruzQuando era garoto, um dos programas de rádio favoritos do pessoal em casa era “Histórias da Maloca”, escrito por Oswaldo Moles parceiro de Adoniran Barbosa (Tiro ao Álvaro entre outras músicas) que passava na Rádio Record. Quando vi Adoniran as primeiras vezes na televisão, minha família sempre dizia “é...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe