Há versões deles desalmadas, outras galateadoras, outras atrapalhadas, existem as misteriosas e também as engraçadas. Não importa qual seja, o pirata sempre será um personagem que se bem trabalhado pode render ótimas histórias, e Piratas nº2, de Marcos Venceslau, é um bom exemplo dessa afirmação.

Lançado em novembro de 2011 de forma independente, os Piratas já navegaram nas páginas do fanzine Subterrâneo e ba publicação Tiras de Letras, e agora ganham a sya segunda coletânea com direito a material inédito.

Tem como fazer algo diferente com Piratas? Para o leitor que pergunta isso, a resposta é sim. Podemos dizer que Marcos apresenta uma pirataria original, focado em situações do nosso contexto que nos mostram quem é o pirata moderno.

O forte da publicação é justamente esse contraponto. Os piratas de Marcos são o que podemos chamar de “old school”. Eles agem de acordo como antigamente, com uma pirataria mais “clássica” podemos assim dizer, mas eles estão inseridos em pleno século 21. Esse choque nos leva a duas situações:

O riso: muitas vezes as histórias são sarcárticas, outras ironicas e sim, algumas geram situações engraçadas. Os piratas de Marcos, de acordo com a própria definição do autor em sua apresentação, são um misto de bobos, corajosos, espertinhos, burros, bobocas e cheios de sacações inteligentes. E é claro, toda sacada inteligente nos leva a segunda situação.

A reflexão: mesmo que o autor diga que não teve a intenção de apoiar ou denunciar, não dá para evitar a reflexão que algumas tiras sugerem, principalmente às que abordam política. O tom brincalhão suaviza algumas questões, mas o fato é que elas estão lá. Marcos não deixa de apresentar a pirataria e as suas diversas vertentes como um problema mundial.

Para quem acompanha os piratas no fanzine Subterrâneo não verá muitas novidades, a não ser as histórias inéditas. Para aqueles que terão um primeiro contato vão poder curtir uma leitura rápida, com desenhos trabalhados a nanquim P&B e tons de cinza, e que não perde a sua característica de ser uma publicação acessível a todos.

Só lembrando que quando nos referimos a acessível a todos não estamos dizendo apenas na questão do valor da publicação (R$ 3,oo), mas sim, como em seus quadrinhos e com os seus personagens, Marcos nos apresenta diálogos que fazem referência a situação política do nosso país, o que com certeza atinge os leitores mais atentos e engajados. Ao mesmo tempo Os Piratas tem situações que estão lá puramente para a distração e riso, fazendo o leitor ter em mãos uma publicação de puro entretenimento.

Seja qual for o seu perfil, Os Piratas nº2 é mais uma publicação independente que mereder ser conhecida, e ganhar cada vez mais coletâneas especiais.

Piratarias das boas.

Os Piratas nº2
Edição independente
Arte e Roteiro: Marcos Venceslau
Roteiro: Fábio Marques
Diagramação de capa: Will
Capa em couchê
Petro e Branco
10,5 x 15cm
24 páginas
R$ 3,oo
Contato: piratashq.blogspot.com ou mande um e-mail para [email protected].

Renato Lebeauresenha hqbFabio Marques,HQB,Marcos Venceslau,Os Piratas,resenha,WillHá versões deles desalmadas, outras galateadoras, outras atrapalhadas, existem as misteriosas e também as engraçadas. Não importa qual seja, o pirata sempre será um personagem que se bem trabalhado pode render ótimas histórias, e Piratas nº2, de Marcos Venceslau, é um bom exemplo dessa afirmação. Lançado em novembro de 2011...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe