Ordinário é uma coletânea publicada pela Quadrinhos na Cia, que reúne parte do trabalho do quadrinhista Rafael Sica, publicadas originalmente em seu site de tiras.

Como o título sugere, o tema abordado dentro do universo das tiras são as coisas corriqueiras da vida e do cotidiano urbano, como o stress, a paranóia, o excesso de informação, a solidão, o anonimato, as conturbadas relações interpessoais, a monotonia, a poluição, a insensatez humana, os vícios, a violência etc.

Tudo embalado por um constante flerte com o suicídio e um forte tom de inadequação social.

Mas, se ordinário é o universo de onde Sica tira suas inspirações o mesmo não se pode dizer do modo como ele apresenta seu trabalho ao público. Suas tiras são bem peculiares: geralmente têm as bordas arredondadas e muitas vezes sem espaço entre os quadros (o que contribui muito para a sensação incômoda que seus temas apresentam); não há diálogos ou qualquer forma de texto, sua arte-final é “suja” e a única cor que preenche seus simples desenhos, isso quando há cor em seu trabalho, é a cinza (que agrega toda a monotonia, aspereza e angústia dos grandes centros urbanos).

É curioso que ele utilize justamente as tiras para apresentar esse seu mundo triste, silencioso e estranho. Afinal, muita gente associa as tiras ao humor, mas se esquece que elas formam um meio e não um gênero. Assim, Sica subverte radicalmente a expectativa do leitor ao apresentar tiras sem personagem fixo, onde o objetivo não é fazer as pessoas rirem e sim apresentar seu universo.

E cada tira parece um pequeno fragmento de um mundo maior, uma galáxia de idéias particulares que todo o verdadeiro artista tem (o de Sica é composto com muito humor negro, surrealismo e melancolia).

Na verdade, sua obra é um constante diálogo entre o ordinário e o extraordinário, como fica bem caracterizado em seus personagens que, dependendo do ponto de vista, podem ser mitológicos, fantásticos, metafóricos ou apenas disformes: homens com rostos de animais, com aparelhos domésticos no lugar da cabeça, com facas cravadas nas costas, que vivem em bueiros etc.

Seu desenho também segue essa linha: é ao mesmo tempo simples e particular. Só para vocês terem uma idéia imaginem se Lourenço Mutarelli, na mesma obra, fizesse o roteiro e artefinalizasse os desenhos de Liniers. É mais ou menos por ai que caminha Rafael Sica.

Um trabalho extraordinário em todos os seus sentidos.

Ordinário
Autor: Rafael Sica
Editora: Quadrinhos na Cia.
128 páginas
Data: Fevereiro de 2011
R$ 29,00

Alexandre Manoelresenha hqbHQB,Ordinário,Quadrinhos na Cia,Rafael Sica,resenhaOrdinário é uma coletânea publicada pela Quadrinhos na Cia, que reúne parte do trabalho do quadrinhista Rafael Sica, publicadas originalmente em seu site de tiras. Como o título sugere, o tema abordado dentro do universo das tiras são as coisas corriqueiras da vida e do cotidiano urbano, como o stress,...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe