Nascida de uma iniciativa online em um grande portal de notícias, “O Beijo Adolescente” fez parte da série de quadrinhos que semanalmente tinham uma página publicada. Criação de Rafale Coutinho, a história ganhou a sua versão impressa em outubro de 2011.

O Beijo Adolescente surpreende por vários motivos. Primeiro pelo formato da versão impressa (24 x 40 cm) que muda completamente a visão da obra para quem acompanhava online, deixando a edição mais atrativa. A originalidade da história e o estilo gráfico usado por Rafael também completam a lista de destaques da publicação.

A trama envolvente e fantasiosa é focada justamente no final da melhor fase da vida: a adolescência, e porque ninguém explica o que acontece quando ela acaba. O autor nos conduz de forma brilhante e sutil a vários níveis de sentimentos e emoções que nos levam a reflexões sobre a nossa própria adolescência.

O Beijo Adolescente é um álbum bonito de se ver e gostoso de se ler. É bonito porque Rafael tem um estilo que mescla muito bem elementos com muitos detalhes com áreas em branco. Os quadros que apresentam o skyline da cidade, ou aqueles que mostram angulos das edificações são lindos, fazendo o leitor ter um olhar maus atento para essas pequenas linhas que forma toda uma estrutura arquitetônica.

O Beijo Adolescente é bonito de se ver porque o autor soube usar a cor como metáfora e ferramenta narrativa. Em cada páginas a cor está lá para dizer quem é adolescente e ela também tem o papel fundamental de nos dizer como o ambiente ao nosso redor não é colorido, e sim frio, opaco e sem graça. Até nas páginas em que só aparecem adultos, o quadrinhista conseguiu uma saída inteligente para manter a cor presente.

O Beijo Adolescente é bonito de se ver porque em todas as páginas você sente a preocupação que o autor teve com a composição dos elementos. A diagramação mantém m padrão de seis linhas e três ou quatro colunas. Mas dependendo da necessidade da narrativa essa estrutura se mescla, perdendo as bordas e dando mais espaço para o vazio. O nome da história aparecendo em todas as páginas de formas diferentes também são um show visual a parte.

Já comentei sobre a originalidade da história e a cada página ela fica mais interessante. Com personagens bem definidos, a cada momento descobrimos mais sobre eles e qual o seu papel nesse contexto fantasiosa que Rafael criou.

Contexto que aborda questões como ter liberdade, fazer parte de algo, ser reconhecido, desejos, vontades e sonhos. Nessa trama cabe de tudo: desde uma mega corporação liderada por um garto de 16 anos que sabe lidar com o jogo de marcas e patrocínios até um assassino serial que planeja acabar com os adolescentes especiais.

A publicação reúne toda a primeira temporada da série que promete muito mais situações intrigantes, questionamentos e lindas páginas. Você vai acabara leitura já querendo o segundo volume. Sem dúvidas uma das melhores publicações independentes de 2011.

O Beijo Adolescente
Publicação independente
Autor: Rafael Coutinho
32 páginas
24 x 40 cm
R$ 25,00
Contato: narvalcomix.com.br

Renato Lebeauresenha hqbHQB,O Beijo Adolescente,Rafael Coutinho,resenhaNascida de uma iniciativa online em um grande portal de notícias, “O Beijo Adolescente” fez parte da série de quadrinhos que semanalmente tinham uma página publicada. Criação de Rafale Coutinho, a história ganhou a sua versão impressa em outubro de 2011. O Beijo Adolescente surpreende por vários motivos. Primeiro...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe