resenha_hqb_liga_jundiaiense

Como a maioria das boas idéias, a que gerou esta revista também nasceu de maneira despretensiosa: a criação do personagem Taru-Man – uma referência, e brincadeira, a Tarumã, um bairro da cidade de Jundiaí/SP.

Este fato despertou em Ede Galileu a vontade de criar uma equipe de super-heróis que tivessem alguma relação com sua cidade, a já citada Jundiaí. Então, Galilei, Rodolfo Bonamigo (criador de Taru-Man) e Hugo Nanni elaboraram esta liga composta por personagens que representam um pouco a cultura da região:

Jundman, herói xavequeiro que adquiriu seus poderes após beber um suco de uva (Jundiaí é conhecida como a terra da uva); Italianona, representante da grande comunidade italiana da cidade; Taru-Man, uma árvore alienígena que habita a reserva ecológica Serra do Japi e que empresta seus poderes ao herói Ubiratã.

Completam a equipe: Estilingue Púrpura (exímio no manejo do estilingue), seu ajudante infantil (literalmente) Muleki Kaniveti; Garota-Urubú, a menina que veio do futuro, e o engraçadíssimo Homem-Chiclete.

Sem se esquecer de mencionar que o ser que reuniu a liga se manifesta somente através de animais rasteiros – o que faz com que acabe sempre pisoteado por um herói mais distraído.

A primeira HQ da revista serve como uma apresentação dos personagens, na qual conhecemos um pouco do estilo de cada um (o perfil físico, psicológico, o jeito de falar etc.).

Alguns personagens acabam aparecendo mais que outros, mas, no geral, a HQ cumpre bem sua função – informa e diverte.

Em seguida vem uma HQ sobre a origem de Taru-Man. É bem chatinha porque nada mais é que uma releitura da origem do Super-Homem.

Para finalizar, vem o grande destaque da revista: A HQ “A origem do Homem Chiclete”, bem curtinha – apenas 3 páginas – mas muito engraçada, principalmente pelos textos de Galileu e a reprodução de supostas capas de revistas famosas nas quais o herói já apareceu, como as revistas Caras, G Magazine e Mundo Estranho (Homem-Chiclete era um atleta e, atualmente, é uma celebridade na cidade).

Os desenhos não são um primor no quesito anatomia de Super-Heróis, mas são bem competentes e transmitem a descontração da revista.
A edição está bem cuidada com textos apresentando os personagens rapidamente e várias pin-ups da liga (a que tem uma fotografia da cidade ao fundo ficou muito bacana!).

Como se utiliza de vários elementos de Jundiaí, como arquitetura, as características positivas e negativas da região e, quem sabe, futuramente, até mesmo os habitantes reais de lá, imagino que a revista tem tudo para agradar leitores e patrocinadores da cidade.

Para os leitores dos outros municípios, a revista agrada por ser muito divertida, explorando situações cômicas vivenciadas por super-heróis (neste caso, também cômicos).

Nos deixa com uma vontade danada de ler os próximos números.

Liga Jundiaiense de Super-Heróis nº1
Autores: Ede Galilei, Hugo Nanni & Rodolfo Bonamigo
Revista Independente
36 páginas
Data: Novembro de 2009
R$ 5,00
Contato: www.jundcomics.com.br

Alexandre Manoelresenha hqbEde Galilei,HQB,Hugo Nanni,Liga Jundiaiense de Super-Heróis,resenha,Revista Independente,Rodolfo BonamigoComo a maioria das boas idéias, a que gerou esta revista também nasceu de maneira despretensiosa: a criação do personagem Taru-Man – uma referência, e brincadeira, a Tarumã, um bairro da cidade de Jundiaí/SP. Este fato despertou em Ede Galileu a vontade de criar uma equipe de super-heróis que tivessem...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe