A vida é uma estrada. Muitos quilômetros serão percorridos até o nosso destino final. Mas o mais importante que chegar ao fim é prestar atenção nas curvas e desvios desse caminho, afinal a qualquer momento podemos nos perder. Encontrar o rumo certo pode ser nada fácil.

KM Blues é uma daquelas obras que ao finalizar a leitura, o leitor inevitavelmente tenha reflexões como esta acima. Um texto maduro de um roteirista que a cada lançamento mostra uma faceta. Daniel Esteves que escreve essa obra nos apresenta uma história de busca interior e de reencontros para completar um quebra cabeça emocional. Uma situação tão comum que chega a ser difícil afastar o texto da realidade.

É real o conflito de Flávio, personagem principal da história, são verdadeiras as estradas que ele percorre, é fato a situação em que ele se encontra, e é estranhamente aceitável seu companheiro de viagem e mentor ser Angenor de Oliveira, ou como é mais conhecido, Cartola. Isso mesmo, o mestre do samba, Cartola!

Neste álbum, mais um realizado com o apoio do Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo (ProAc 2011), lançado no final de 2012, Esteves traz em seu roteiro a mistura de blues, samba e estrada para mais uma vez se firmar no estilo de história que tanto gosta: a vida normal sem fantasias. E mais uma vez comprova como a vida comum pode ser extraordinária e inspirar enredos brilhantes e cativantes.

O roteirista se utiliza de Cartola e de suas músicas para pontuar o estado de espírito conturbado do personagem principal que está em um ponto decisivo. Amigos, o amor deixado para traz, a carreira e a família são questões não resolvidas na vida de Flávio que resolve pegar a estrada para arrumar tudo que ele considera que fez de errado na vida. Mas é claro que a vida ensina que algumas decisões tomadas não têm mais volta. São estradas sem retorno.

Apesar de Cartola ser uma presença marcante em KM Blues, o texto de Esteves não é melancólico e muito menos se arrasta. A narrativa segue um ritmo lento, marcado pelas passagens em que Flávio busca em sua vida os momentos que definiram os rumos de sua trajetória e obviamente como ele decide enfrentar as consequências hoje. Em certo ponto fica a dúvida se realmente é uma busca ou apenas outra fuga. O roteiro se conclui apenas no último momento dessa viagem, que para muitos terá um final nada esperado.

Se toda boa composição carece de uma excelente parceria para alcançar o sucesso, em KM Blues temos o texto de Esteves unido ao traço de Wanderson de Souza. A dupla já trabalhou junta em outros trabalhos como a série Nanquim Descartável, logo percebe-se que Wanderson ficou à vontade e livre para desempenhar a sua arte.

Wanderson mantém o seu estilo de traço já conhecido. Personagens bem caracterizados e expressivos. As linhas leves e simples dão o tom necessário para que a história. O recurso de “esconder” o cenário em alguns quadros reforça ainda mais o conflito interno de cada personagem. E quando o cenário precisou ser mostrado, o quadrinhista soube representar muito bem as localidades com o seu estilo, utilizando-se até de fotos, como mostrado nos extras do álbum.

As cores, assinadas por Wagner de Souza, também merecem destaque. Primeiro pela forma de execução escolhida. Optou-se por uma técnica que simula as pinceladas no papel. Nos flashbacks é possível até sentir a textura como se as páginas fossem pintadas sobre um papel canson ou vergê. Já nos dias atuais as cores mais apasteladas, principalmente nas passagens que mostram o cenário, são marcadas pela fácil identificação de um pincel duro que deixa a sobreposição das camadas de tintas evidente. Efeito claramente proposital. O detalhe aqui fica para o processo de colorização. Totalmente digital.

Para finalizar: Se Cartola no ponto alto de sua produção ensina que o mundo é um moinho, Esteves mostra em KM Blues que a vida é uma estrada. Abaixo como trilha sonora deixo a música “A mesma estória”. Cartola obviamente. Aproveitem e boa viagem.

KM Blues
Roteiro: Daniel Esteves
Desenho: Wanderson de Souza
Cor: Wagner de Souza
Cor Base: William Gene
16 x 25 cm
104 páginas
R$ 25,00
Contato: [email protected]

Renato Lebeauresenha hqbCartola,Daniel Esteves,HQB,KM BLUES,resenha,Wagner de Souza,Wanderson de Souza,William GeneA vida é uma estrada. Muitos quilômetros serão percorridos até o nosso destino final. Mas o mais importante que chegar ao fim é prestar atenção nas curvas e desvios desse caminho, afinal a qualquer momento podemos nos perder. Encontrar o rumo certo pode ser nada fácil. KM Blues é uma...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe