Hidroceles nos proporciona diversas surpresas, positivas e negativas, no decorrer de sua leitura.

A capa é bacana, tem um logo interessante e uma gama de cores que nos convida a ler a obra.

Ao virar a folha e se deparar com a primeira página da HQ vem a decepção: a arte, a diagramação e o enquadramento parecem ser feitos por uma pessoa que esta se iniciando no universo dos desenhos. A anatomia é um pouco destorcida, principalmente nos rostos e nos pulsos dos personagens e todos os veículos presentes na história parecem brinquedos. Para piorar, algumas páginas estão com pouco contraste, deixando os desenhos em monótonos tons de cinza.

A obra trata sobre a falta de perspectiva das pequenas cidades brasileiras e as dificuldades da vida no inicio da fase adulta, tudo isso narrado sob o ponto de vista de um personagem que não sofre essas situações: Lucas é um estudioso e promissor geólogo que se aproveita de um final de semana livre para rever seu primo Lu, seis anos depois do último encontro entre eles.

As memórias que Lucas tinha de seu primo e da cidade vão ficando cada vez mais distantes da realidade que ele encontra no decorrer do fim de semana. Lu permanece a mesma pessoa mentalmente (ainda com os mesmos hábitos e gostos de sua infância), mas esta muito mudado fisicamente; no aspecto social, não consegue se fixar em nenhum emprego e tem que pagar a pensão de sua filha.

Ai, lá pelo meio da edição, a gente começa a achar que os desenhos têm tudo a ver com o estilo da história, principalmente porque boa parte dos personagens da trama são jovens, sem perspectiva de futuro, que apreciam drogas e punk rock. Já pelo finalzinho começamos até a apreciar alguns aspectos da arte como, por exemplo, o belo trabalho de hachuras que Ulisses Garcez faz.

É um trabalho com certa dose de melancolia, que trata de um tema bastante em voga nos quadrinhos ultimamente (embora com uma abordagem um pouco diferente, ainda bem), que não cativa de imediato, mas é competente o suficiente para fazermos mudar de opinião no decorrer da leitura.

Hidroceles
Autor: Ulisses Garcez
Balão editorial
28 páginas
Data: Agosto de 2011
R$ 12,00

Alexandre Manoelresenha hqbBalão Editorial,Hidroceles,Ulisses GarcezHidroceles nos proporciona diversas surpresas, positivas e negativas, no decorrer de sua leitura. A capa é bacana, tem um logo interessante e uma gama de cores que nos convida a ler a obra. Ao virar a folha e se deparar com a primeira página da HQ vem a decepção: a arte,...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe