Para os desavisados: a verdade dói e a amizade sincera pode doer mais ainda!

Não estranhe por começarmos o texto dessa maneira. Depois de ler Dois Reis – Volume Zero, você vai entender. A publicação independente é uma coletânea das tiras Dois Reis, nascida em 1999 e publicada pela primeira vez em 2004 na publicação espanhola Consequências, que reunia autores brasileiros.

O autor Karmo afirma que a tira nasceu como um exercício de aprimoramento de seu texto, e o tema no início era a amizade e o cinismo. Os exercícios funcionaram e muito bem! O que encontramos no álbum é um texto sincero, mesclado com poesia, que de tão verdadeiro chega a machucar. Mas nem tudo é dor, algumas verdades até que nos fazem rir.

Centrado quase sempre no diálogo dos dois personagens principais, Karmo consegue explorar as mais diversas situações e assuntos, como a hipocrisia da classe média, corrupção, crise mundial, sofrimento amoroso e etc., sempre lançando mão da ironia, cinismo e acidez.

As tiras do autor passeiam por diversas referências, desde Zygmunt Bauman, sociólogo polonês autor do livro Modernidade Líquida até ícones da cultura pop como a cantora Britney Spears. Sendo a ironia a principal ferramenta para as suas reflexões, nesse universo criado por Karmo nada escapa, nem personagens como o Super-homem ou os próprios desenhistas de quadrinhos. Sim. Quadrinhistas também podem ser personagens ou assuntos de uma tira.

Destaque para as tiras sobre relacionamento. Com um humor refinado, Karmo consegue o riso, mesmo que involuntário do leitor, por meio de um texto ágil aliado a representações gráficas certeiras.

Aliás, a arte é outro ponto forte da publicação. Sendo uma coletânea que reúne o melhor de três anos e meio de publicação, mais material inédito, é possível sentir como o autor pode explorar a linguagem gráfica e os mais variados recursos visuais.

A representação dos personagens principais é dada por meio da junção de formas geométrica, bidimensionais, e por que não, modulares. O interessante é que o autor não fica preso a essa configuração quando se diz respeito aos fundos e alguns elementos das tiras.

O autor explora muito bem os outros personagens que contracenam com os protagonistas, e até mesmo a falta de cenário é um recurso utilizado, assim como o bom uso de recortes de fotografias, que faz um excelente contraponto visual.

Se Karmo utiliza em bom tom os recursos visuais, o autor demonstra ainda mais a sua habilidade nas 11 páginas finais do álbum. Nos apresentando Vendrame, o artista exibe com precisão a síntese gráfica, se livrando dos tons de cinza, formas orgânicas e dos quadros, se aproximando muito com a narrativa dos infográficos.

Para aqueles que adoram conhecer trabalhos diferenciados e que exploram a linguagem visual, Dois Reis – Volume Zero é super recomendado. Para os apaixonados por poesia e humor irônico, com doses extremas de realidade e sinceridade, o álbum também é super recomendado.

Veja a entrevista de Karmo para o Impulso HQ durante o Rio Comicon 2011, clicando aqui.

Dois Reis – Volume Zero
Autor: Karmo
Edição idependente
Capa colorida
Miolo preto e branco
72 páginas
21x13cm
R$12,00
Contato: www.karmo.com.br

Renato Lebeauresenha hqbDois Reis,HQB,Karmo,resenha,VendramePara os desavisados: a verdade dói e a amizade sincera pode doer mais ainda! Não estranhe por começarmos o texto dessa maneira. Depois de ler Dois Reis – Volume Zero, você vai entender. A publicação independente é uma coletânea das tiras Dois Reis, nascida em 1999 e publicada pela primeira...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe