Quem acompanha as publicações independentes percebe que a cada lançamento uma característica vem se tornando mais forte: o acabamento e o cuidado gráfico com os projetos editoriais. Como resultado desse capricho as edições acabam com a aparência de livros e concorrendo diretamente com os álbuns das editoras.

Ou seja, são independentes, mas sem a cara de quadrinhos independentes que se tinha em mente nos tempos que se passaram. Hoje irei falar sobre duas Hqs independentes que capricharam na sua apresentação gráfica: Draconian e Cacos Cardíacos – 1º Ato.

Como RPGista, travei contato com o trabalho de Paulo César Santos e André Farias nos tempos da revista Dragão Brasil, há mais de 10 anos. Ao ter em mãos a edição de Draconian (2012), com suas nove histórias sobre vampiros contemporâneos em Nova York e Paris, e ao me lembrar da excelente impressão que tive no passado, pareceu natural e merecida essa notável realização. Draconian se trata de um trabalho belo e maduro.

Com a HQ o leitor tem diante de si 126 páginas de ilustrações caprichadas, bonitas e com um engenhoso e bem empregado jogo de luz e sombra, enquanto os roteiros herdam características de seu fator de influência por excelência: tramas típicas de seções do jogo de interpretação de papéis Vampiro a Máscara (que por sua vez advém dos livros de Anne Rice, mas isso pouco ou nada importa).

Naturalmente, as “crônicas vampirescas” tecidas por Paulo e André lidam com o universo da manutenção da imagem necessária a “vida” em sociedade e o controle da besta interior (o predador em busca de sangue que há em cada morto-vivo), beleza e hedonismo… E esses conceitos estão em diálogos elaborados, repletos de referências a cultura pop.

O projeto gráfico da HQ Draconian é arrojado, bem feito, provando um esmero que foi além da arte-final de cada página. Leitura recomendada não apenas para os jogadores do famoso RPG, mas para quem aprecia texto e arte de qualidade. Essa soma que caracteriza a nona arte.

Já Cacos Cardíacos é um convite de Dagliê de Freitas para que o leitor se divirta com a boa e velha desgraça alheia. Isso mesmo, toda desgraça que pode haver na soma entre ser jovem, adolescente, e ter o coração partido por uma paixão não correspondida ou avassalado por um amor platônico.

Ao longo das páginas, nas quais a narrativa tem o aspecto assumidamente de tiras e, as vezes, charges, capítulos fechados e devidamente intitulados do alto ao fim da página somam 48 situações para os personagens da HQ.

Tais personagens são garotos e garotas retratados no estilo de desenho de Dagliê, que parece encontrar referências na obra do mestre Charles Schultz, vivem trapalhadas românticas e Sven é a figura mais recorrente da obra, um protagonista sujeito a crença de que a felicidade está personificada na forma da pessoa amada – fator determinante para grande maioria dos personagens de Cacos Cardíacos.

A HQ de Dagliê goza de um formato excelente e raro no meio autoral: tamanho americano, capa cartonada, papel couchê, totalmente em cores. Essas características garantem espaço na estande de qualquer colecionador, mas a sensibilidade de um bom de número de momentos da obra, não obstante, poderá se tornar um fragmento no coração dos leitores.

Draconian
Autores: Paulo César Santos e André Farias.
Edição independente
126 páginas.
R$ 20,00
Contato: [email protected]

Cacos Cardíacos
Autor: Dagliê de Freitas
Edição Independente
Álbum colorido
17 x 26 cm
48 páginas
Contato: www.daglie.com

Dennis Rodrigoresenha hqbAndré Farias,Cacos Cadíacos,Dagliê de Freitas,Draconian,Paulo César SantosQuem acompanha as publicações independentes percebe que a cada lançamento uma característica vem se tornando mais forte: o acabamento e o cuidado gráfico com os projetos editoriais. Como resultado desse capricho as edições acabam com a aparência de livros e concorrendo diretamente com os álbuns das editoras. Ou seja,...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe