uma-morte-horrivel-nemo-1A editora Nemo nasceu com a intenção de trazer para o Brasil histórias em quadrinhos reconhecidas mundialmente para o público brasileiro. Em seus primeiros anos chegaram nas livrarias brasileiras obras de grandes autores europeus como Moebius, Frederik Peeters, Régis Loisel, François Bourgeon e Hugo Pratt, todas com o formato original e com excelente acabamento gráfico.

Nesse ano de 2016 a editora continua cumprindo o brilhantismo sua proposta inicial, porém agora seus títulos são volumes menores com a promessa de trazer autoras para o mercado nacional de quadrinhos que discutem questões como o abuso sexual, questões de gênero e sexualidade sempre com publicações com elementos visuais e narrativos impecáveis.

uma-morte-horrivel-nemo-2Com essa proposta de combater o preconceito existente no segmento, a Nemo aposta em publicações de autoria feminina para mostrar que, mais do que nunca, as mulheres têm produzido quadrinhos de qualidade no mundo todo. Com isso já conhecemos o trabalho de Céline Fraipont, Pierre Bailly, Mana Neyestani, Power Paola, Margaux Motin, Pénélope Bagieu, Julia Wertz e muitas outras incorporam o time de autoras que prometem romances gráficos instigantes e inesquecíveis.

Com essa visão da editora de trazer graphic novels com temáticas de relevância como questão de gênero, abuso sexual, misoginia e responsabilidade social para o Brasil, a editora Nemo nos apresenta Pénélope Bagieu, com a obra Uma Morte Horrível.

A sinopse é instigante:

uma-morte-horrivel-nemo-3“Zoé trabalha em excesso e ainda precisa suportar o namorado desempregado e grosseiro. Até que cruza o caminho de Thomas, um escritor de sucesso à procura de inspiração. Nada intelectual, ela não sabe diferenciar Balzac de Batman, mas vai ter que ficar esperta… porque Thomas esconde um segredo que coloca Zoé no meio do que pode se tornar o escândalo literário do século.”

A Nemo traz aos leitores brasileiros o trabalho de uma das quadrinistas mais conhecidas da França. Uma Morte Horrível é uma história de amor e ambição com uma heroína inesquecível. A tradução é de Fernando Scheibe, que até agora nunca desapontou nos outros trabalhos da editora.

Artes limpas e coloridas nos colocam dentro da história de Zoé, uma hostess que suporta clientes abusivos em uma história que mantém um ótimo desenvolvimento, com a protagonista saindo de sua zona de conforto e descobrindo qual rumo deseja tomar em sua vida.

uma-morte-horrivel-nemo-4Contudo, conforme avançamos, fica a sensação de que as coisas acontecem rápido demais. Uma mudança abrupta de ritmo na história nos deixa perdidos e sem entender o que está acontecendo ou até mesmo porque. As intenções dos personagens não ficam claras ao final da história nos levando a um desfecho inesperado e sem explicação.

Apesar das oscilações rítmicas da história, “Uma morte horrível” lida com elementos como as inseguranças da protagonista e o ego de um escritor de sucesso que trazem um toque de humor a história.

Uma Morte Horrível
Editora Nemo
Autora: Pénélope Bagieu
Tradução: Fernando Scheibe
Acabamento: brochura
128 páginas
17 x 24 cm
R$ 39,90

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2016/11/uma-morte-horrível-nemo.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2016/11/uma-morte-horrível-nemo-300x300.jpgAna LeinfelderNas bancas / Nas livrariasFernando Scheibe,Nemo,Pénélope Bagieu,Uma Morte HorrívelA editora Nemo nasceu com a intenção de trazer para o Brasil histórias em quadrinhos reconhecidas mundialmente para o público brasileiro. Em seus primeiros anos chegaram nas livrarias brasileiras obras de grandes autores europeus como Moebius, Frederik Peeters, Régis Loisel, François Bourgeon e Hugo Pratt, todas com o formato...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe