placas-tectonicas-nemoSe formos procurar a definição de Placas Tectônicas nos livros que estudamos na escola iremos encontrar algo parecido com “grandes blocos de crosta terrestre que impulsionados pelo magma se movimentam interagindo entre si podendo ter por consequência a alteração do relevo terrestre, terremotos e blá blá blá…”. Mas no que isso se conecta à história narrada pela escritora francesa Margoux Monti? Você só vai descobrir no final dessa HQ! (e vai te deixar ainda mais apaixonado por essa publicação).

Placas Tectônicas faz parte da promessa que a Editora Nemo fez para este ano de 2016, na qual ela afirmou que as autoras e quadrinistas mulheres ganhariam maior destaque em seu catálogo. Então se você levanta a bandeira das mulheres e da igualdade de direitos, não pode deixar de ler essa graphic novel destinada ao público feminino (principalmente!).

placas-tectonicas-nemo-3Em seu primeiro livro publicado no Brasil, a escritora conta de maneira irônica e bem humorada uma fase de sua própria vida. Em meio a toda crise que uma idade de trinta e poucos pode causar em uma mulher, Margaux apresenta o vulcão de sentimentos que é sua personagem recém separada, com uma filha pequena para cuidar, muitos dilemas e problemas para enfrentar.

Por mais que essa realidade possa soar distante para algumas de nós, a história nos conduz exatamente ao oposto e mostra que há muito de similar entre uma trintona e uma adolescente rebelde como a melancolia após o término de um relacionamentos e o plano infalível das amigas para nos fazer passar por essa da melhor maneira possível, ou a diva que existe dentro de nós quando estamos a sós.

E por vezes a autora também faz essa conexão com o público jovem, mostrando memórias de sua personagem adolescente e até mesmo a crises de idade que a faz se vestir de maneira mais infantil que sua filha; sempre passando a mensagem que não se pode perder a criança que existe dentro de cada um.

Com ilustrações lindas de traços e cores delicadas e sutis até nos desenhos ousados, nos deparamos com pequenas partes do cotidiano da personagem, que por vezes pode ser um dilema materno, oras um novo problema amoroso e algumas vezes só o odioso ato de acordar cedo, mas que compreendem o banal da vida feminina. A cada página virada, a cada erro e acerto que lemos nos deparamos com a vida de Margoux caminhando para um equilíbrio. As placas tectônicas se ajustam e o vulcão de emoções se acalmam.

placas-tectonicas-nemo-2Particularmente, eu até prefiro finais mais reais e menos felizes, mas não me importei com a maneira que o happy ending aconteceu, as vezes eles se fazem necessários.

Mesmo sendo uma leitura altamente feminina, não posso deixar de recomendá-la aqueles nobres rapazes que buscam uma melhor compreensão do mundo feminino, essa graphic novel pode ser uma arma poderosa para isso, contendo até alguns de nossos segredos.

Placas Tectônicas

Editora Nemo
Autora: Margoux Montin
Tradução: Fernando Scheibe
Acabamento: brochura
17 x 24 cm
256 páginas
R$ 59,90

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2016/06/placas-tectonicas-nemo-1.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2016/06/placas-tectonicas-nemo-1-300x300.jpgBarbara HeliodoraNas bancas / Nas livrariasFernando Scheibe,Margoux Montin,Nemo,Placas TectônicasSe formos procurar a definição de Placas Tectônicas nos livros que estudamos na escola iremos encontrar algo parecido com “grandes blocos de crosta terrestre que impulsionados pelo magma se movimentam interagindo entre si podendo ter por consequência a alteração do relevo terrestre, terremotos e blá blá blá…”. Mas no...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe