Lá pelos anos sessenta e setenta era comum histórias do Super-homem em que o homem de aço enfrentava alguns sérios problemas, como dupla personalidade, alterações físicas, etc e tal. E essas histórias de “realidade paralela” com o homem mais super do mundo fizeram e fazem sucesso até hoje.

Nessa categoria, a HQ que mais recordo é uma em que ele ficava dividido em duas alternativas: salvar Lois Lane de uma explosão ou salvar Metrópolis de uma bomba nuclear. No final, é claro, ele consegue resolver os dois problemas, mas havia kryptonita na composição do artefato explosivo e ele se transformou num quasimodo (o corcunda de Notre Dame de Vitor Hugo).

Por compaixão Lois se casa com o Super-homem que continua com os superpoderes e preocupado em salvar a humanidade, mas sua aparência é repugnante para todos e no final ele resolve partir da Terra para sempre.

Como em todas essas histórias, no final havia um recordatório lembrando que aquela era uma HQ fictícia, ou seja, que não fazia parte do universo temporal que sempre acompanhamos.

Nessa mesma pegada é o álbum Imperdoável, publicado pela Devir Livraria em agosto do ano passado. Não é o Super-homem o personagem principal, mas dado ao autor Mark Waid, famoso pela saga Reino do Amanhã, sabemos que a sua intenção era retratar o que aconteceria se o escoteiro azul ficasse louco!

Aqui, Waid nos conta as consequências de quando o maior dos super heróis da Terra se transforma num supervilão e logo nas primeiras páginas somos apresentado a Plutoniano, o maior super-herói de todos, perseguindo a família de um outro herói. Uma sequência angustiante, principalmente pelo desfecho, quando ele pulveriza a mãe e seu bebezinho.

“Como ele ficou assim? Que fim levaram a esperança e a promessa que outrora carregava consigo? O que pode acontecer com o mundo quando ele é traído pelo seu salvador? O que torna um herói imperdoável?”…. bem, para responder essas quatro perguntas que Mark Waid faz na introdução do álbum, o leitor deve ler os seis volumes dessa HQ e acompanhar o grupo de antigos companheiros que fogem do ser mais poderoso e zangado do mundo, em uma corrida para descobrir os segredos dele a tempo.

E falando nisso, se a Devir continuar publicando a série (o que eu estou aguardando e muito), seria bacana ela rever o preço: R$ 45,00. A publicação com capa cartona, e sem muitos extras, algumas capas alternativas e um posfácio especial escrito por Grant Morrison está com um valor bem salgado se comparamos com os encadernados das concorrentes.

Alías, um adendo, se não fossem os nossos parceiros da Comix Book Shop, provavelmente eu não iria comprar o álbum, não porque eu não confio no trabalho de Waid, e sim pelo preço. Mais uma vez, a concorrência apresenta material semelhante (acabamento e páginas) com preço melhor, e isso é decisivo na compra.

No posfácio de Grant Morrison, ele diz que seu amigo Mark Waid é o maior fã do Super-homem que ele conheceu, e na HQ “Reino do Amanhã”, Waid “mostra um Super-homem envelhecido…bem intencionado, mas falível”. Imperdoável nos apresenta um super nada falível e muito mal intencionado. Tudo isso “em detalhes horripilantes que são ilustrados com sombria percepção pelo inacreditavelmente talentoso Peter Krause”.

Imperdoável me fez lembrar das HQs antigas porque Mark Waid quer mostrar que os super-heróis carregam as mesmas dúvidas e angustias que os simples mortais enfrentam no dia a dia, e que no fim a divindade de ser super não passa de uma ilusão.

Vale a pena dar uma lida.

Imperdoável – Volume Um

Devir Livraria
Roteiro: Mark Waid
Arte: Peter Krause
16 × 23 cm
Colorido
Papel couchê 90g
128 páginas
R$ 45,00

Floreal AndradeNas bancas / Nas livrariasDevir,Grant Morrison,Imperdoável,Mark Waid,Peter KrauseLá pelos anos sessenta e setenta era comum histórias do Super-homem em que o homem de aço enfrentava alguns sérios problemas, como dupla personalidade, alterações físicas, etc e tal. E essas histórias de “realidade paralela” com o homem mais super do mundo fizeram e fazem sucesso até hoje. Nessa...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe