criminosos-do-sexo-devirO tema não me é estranho. Parar o tempo era o mote do livro “Fermata”, de Nicholson Baker, onde o personagem Arno Strine congelava o tempo para realizar suas fantasias sexuais, que não eram poucas. O modo como ele conseguia fazer isso é que era singular: o mesmo que o esquecido super-herói Ted Multiple, uma fórmula matemática chamada de fermata.

Calma, não comecei essa resenha desse modo para falar que Criminosos do Sexo – Volume 1, álbum lançado ano passado pela Devir Livraria, seja uma obra sem inspiração e sem nada de novo à acrescentar. Pelo contrário, Matt Fraction e Chip Zdarsky trazem ao leitor uma HQ envolvente e engraçada, com personagens bem resolvidos e que possuem uma “estranha habilidade” que dá espaço para várias piadas sobre diferentes tipos de taras e fetiches. Eu diria até que é uma releitura, e bem sensual, de Bonnie e Clyde.

criminosos-do-sexo-devir-3Quer saber mais sobre a “estranha habilidade”? Bem, Matt Fraction desenvolveu uma história aonde Suzie descobre que quando chega ao orgasmo o tempo a sua volta é imobilizado. Em uma festa ela conhece Jon, que a conquista recitando um trecho do livro “Lolita” de Nobokov. Quando o casal vai para a cama, eles descobrem que possuem o mesmo poder!

E o que fazer quando se sabe que você é capaz de parar o tempo? Resposta: assaltar bancos entre outras coisas!

Não pensem que os dois são apenas um casal querendo sexo e confusão. Nesse ponto Matt Fraction demonstra porque é considerado um dos melhores roteiristas da atualidade e ganhador de vários prêmios. Ao contar a história em três tempos narrativos, o roteirista nos conta a infância de Suzie, com a sua vida tediosa, seu primeiro orgasmo (quando o tempo para literalmente) e consegue explorar as suas histórias sexuais. Destaque para a “quebra da quarta parede”, quando Suzie fala diretamente ao leitor.

criminosos-do-sexo-devir-2Já no presente descobrimos que Suzie trabalha numa biblioteca que está prestes a fechar por conta de uma hipoteca e que Jon trabalha no mesmo banco que pretende lacrar as portas do emprego de sua amada. Sim, é o banco onde Jon trabalha que o casal pretende fazer o seu grande roubo.

Mas Criminosos do Sexo (Sex Criminals) não é apenas uma HQ de sexo. Ela quebra paradigmas. É Suzie que nos guia nesta aventura sexual cheia de bom humor por um mundo colorido e picante. Ao abordar temas como masturbação, drogas, estupro, morte e bissexualidade com olhar da personagem feminina, a HQ surpreendente pelo respeito que trata os assuntos e como os expõem. O sexo é tratado sem mistérios, e fica evidente como isso é importante para a personagem quando ela revela que chama o momento dos orgasmos de Silêncio.

A arte de Chip Zdarsky combina bem com a trama. Apesar de cartunesca, sua movimentação é ideal para as cenas de ação e a sua colorização evidencia os momentos narrativos, especialmente quando o tempo para.

criminosos-do-sexo-devir-4Como já comentei, não é uma HQ apenas de sexo sobre sexo. A trama tem também outros desdobramentos. Depois de dar início aos planos mirabolantes de roubo ao banco, o casal descobre que não são apenas os únicos que conseguem andar no tempo parado, e pior, Suzie e Jon descobrem que são monitorados por vigilantes. Agora os protagonistas também precisam se livrar dessa organização.

Você vai encontrar sexo, aventura, humor e muita ação nessa engraçada HQ de Matt Fraction e Chip Zdarsky que está reunida neste primeiro volume que reúne as primeiras cinco edições e traz uma seção de extras com capas, pin-ups, sketches, entrevistas, making of etc.

criminosos-do-sexo-devir-5Dá para ter um monte de ideias malucas ao ler a história de Suzie e Jon. Então Impulsivas e Impulsivos Leitores, aproveitem, pois esse é só começo dessa série! E só lembrando que em fevereiro deste ano, Matt Fraction assinou contrato com a Universal TV para uma versão nas telinhas. Aguardando ansioso a versão para a TV e o segundo volume da série pela Devir Livraria.

Criminosos do Sexo: Volume 1 – Uma Estranha Habilidade
Devir Livraria
Roteiro: Matt Fraction
Desenhos: Chip Zdarsky
Tradução: Guilherme Miranda
Capa dura em laminação fosca
Acabamento: Brochura
Colorido
Papel couché
136 páginas
19 x 28 cm
R$ 65,00

PS:

ted-multipleSobre Ted Multiple
Professor Gill, um gênio da matemática, descobriu que, ao mentalizar uma fórmula geométrica especifica, seria capaz de se mover em super velocidade. Ao descobrir que estava prestes a morrer, Gill ensinou sua fórmula (3×2(9YZ)4A) a seu estagiário, o estudante Johnny Chambers. Durante uma tempestade em sua cidade, Johnny resolveu testar a fórmula. Ao pronunciá-la, Johnny foi capaz de adquirir super velocidade e vôo. Assim, Johnny decidiu se tornar o vigilante “Johnny Quick”.

Esta era a origem deste curioso personagem, cuja estreia se deu no nº 71 da revsita “More Fun Comics”, com data de setembro de 1941. No Brasil, Johnny foi chamado de “João Raio” (no “Guri”), “Ted Múltiple” (na Ebal) e, atualmente, atende pelo seu nome original americano. Diferente de seus colegas que adquiriram seus poderes graças a mutações e/ou acidentes envolvendo energia e substâncias químicas, o cameraman Johnny Chambers adquiriu os seus graças ao seu mentor, o Professor Gill, que, a partir de informações encontradas numa tumba egípcia, desenvolveu a fórmula matemática que dá acesso à energia da velocidade “3×2 (9yz) 4a”.

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2016/07/criminosos-do-sexo-devir-1.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2016/07/criminosos-do-sexo-devir-1-300x300.jpgFloreal AndradeNas bancas / Nas livrariasChip Zdarsky,Criminosos do Sexo,Devir,Guilherme Miranda,Matt Fraction,Ted MultipleO tema não me é estranho. Parar o tempo era o mote do livro “Fermata”, de Nicholson Baker, onde o personagem Arno Strine congelava o tempo para realizar suas fantasias sexuais, que não eram poucas. O modo como ele conseguia fazer isso é que era singular: o mesmo que...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe