Capitão América - O Homem Que Comprou a América capa paniniNo auge da Guerra Civil dos super-heróis (série que será a base do próximo filme do bandeiroso), o Capitão América foi assassinado com um tiro a sangue-frio. Como consequência da morte deste grande símbolo da liberdade, seu parceiro de longa data, o Falcão, tem como prioridade ajudar a SHIELD a localizar o responsável por tamanha atrocidade.

No quarto e último volume de “Capitão América: O homem que comprou América”, Bucky Barnes tem duas pontas soltas após o assassinato de Steve Rogers. Sharon Carter é prisioneira, o Caveira Vermelha está pronto para atacar a América em um nível financeiro, político e terrorista e Gordon Wright, controlado pelo Caveira Vermelha, se torna candidato à presidência dos Estados Unidos. Uma vez eleito, Wright levará o país diretamente em um estado crítico.

Capitão América - O Homem Que Comprou a América pag 204Desde que Steve Rogers foi abatido, Bucky tem pensado e questionou cada ato. Ele passou muito tempo dentro de sua própria cabeça, perguntando a si mesmo “o que Steve faria?”. Bucky Barnes aprendeu a viver de acordo com os sonhos e aspirações de Steve Rogers, agora tem o escudo a veste as estrelas e listras do Capitão América, mas ele ainda tem um longo caminho a percorrer.

E depois há o pequeno problema de alguém correndo em um traje de Capitão América, ajudando o candidato presidencial Gordon Wright, recebendo o ânimo do público americano, é o retorno de um herói? E o que isso pode significar quando esse segundo Capitão América apoia um candidato que é um peão do Caveira Vermelha?

Capitão América - O Homem Que Comprou a América pag 362Ed Brubaker e Steve Epting foram fazendo milagres desde que começaram em Capitão América. Eles mataram o Caveira Vermelha, trouxeram de volta Bucky, e mataram o Steve Rogers, e também mudaram o traje do Capitão América.

A dupla criou um Capitão América para o século XXI, isso é exatamente o que eles fizeram. De alguma forma, com este novo Capitão América, Brubaker e Epting finalmente fizeram um reflexo da sociedade. Já com o Bucky eles fazer uma visão mais jovem da América dando a oportunidade de explorar e redescobrir o que fazer com esse novo herói americano.

A Panini acerta mais uma vez ao continuar com sua coleção Marvel DeLuxe. Apesar de ser um preço até que relativamente salgado, quem deseja guardar a obra como objeto de exposição em uma estante, o formato é ideal. Tem a pompa que a obra merece.

Capitão América: O Homem Que Comprou a América
Editora: Panini
Roteiro: Ed Brubaker
Arte: Steve Epting
Capa Dura
Lombada Quadrada
Papel: Couché
17 x 26 cm
288 páginas
R$ 77,00

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/04/Capitão-América-O-Homem-Que-Comprou-a-América-capa.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/04/Capitão-América-O-Homem-Que-Comprou-a-América-capa-300x300.jpgDiego LimaNas bancas / Nas livrariasCapitão América,Ed Brubaker,Marvel,O Homem Que Comprou a América,Panini,Steve EptingNo auge da Guerra Civil dos super-heróis (série que será a base do próximo filme do bandeiroso), o Capitão América foi assassinado com um tiro a sangue-frio. Como consequência da morte deste grande símbolo da liberdade, seu parceiro de longa data, o Falcão, tem como prioridade ajudar a SHIELD...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe