Por esses dias houve a reunião da AQC-ESP – Associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo – e na ocasião também foi comemorado o aniversário do grande desenhista underground brasileiro Francisco de Assis “Marcatti” com direito a bolo e presente, e que presente, o álbum Bolland Strips!

Eu não estava presente, mas Marcatti deve ter soltado um ruidoso “Put* ****riu!”, quando recebeu o mimo e não é prá menos. Lançado em abril desse ano o álbum traz as HQs autorais de Brian Bolland, prestigiado desenhista inglês muito conhecido entre os fãs de quadrinhos pelos seus trabalhos em Homem-Animal em parceria com Grant Morrison e o clássico Batman: A Piada Mortal, em parceria com Alan Moore.

Tenho certeza que o presente que o Marcatti recebeu será mais que apreciado, será devorado. Ambos os desenhistas tem características parecidas. Os dois são iconoclastas de primeira, e como dois grandes boxeadores distribuem golpes certeiros na religião, na arte e na mediocridade em geral.

E um aviso aos leitores: esperem um álbum acima da média. O traço de Brian Bolland dispensa comentários. Quem já conhece a sua produção para as capas de famosos personagens como Homem-Animal e Mulher-Maravilha, e está habituado com o seu traço bem trabalhado e cheio de detalhes, às vezes beirando até o realismo, pode se surpreender ao ver uma arte mais cômica com um estilo mais solto.

E é claro, outro aviso a ser dado é sobre o conteúdo. Aqui temos uma HQ direcionada para um público mais maduro e que não veja ofensas ou ultraje em qualquer referência a uma questão social. Como sempre faço quando acabo de pegar um livro na mão, dou uma olhada nas últimas páginas e ali além das ilustrações no final tem uma HQ de uma página de um trecho da bíblia (criancinhas sendo estraçalhadas porque um profeta foi vitima de bullyng).

Agora o ponto alto da publicação são os quadrinhos de uma página com o personagem Sr. Mamoulian. A HQs curtas são inteligentes e apresentam um homem de meia-idade solitário, pacato e paranoico. Aqui tem espaço para reflexões pessoais, a cena punk, neuroses de conspiração e ácida crítica à arte contemporânea. Em uma da HQs, o desenhista telefona para o seu personagem e é confundido com chato vendedor, ou seja, metalinguagem para nenhum amante de história em quadrinho reclamar.

E também, como reclamar de um álbum que traz uma mistura de poesia e personagens inusitados? Como não ficar interessando na história de um casal formado por um velho bispo aposentado e uma jovem atriz com uma variedade de roupas ousadas? A Nemo acertou em reunir em uma única edição todas as páginas da série “A Atriz & o Bispo” trazendo de uma só vez para o leitor brasileiro as situações que essa estranha dupla vive em sua casa num calmo subúrbio londrino.

Bolland Strips! reúne um pouco de erotismo e sutis críticas à arte e à mídia, e acima de tudo apresenta a grande arte Sr. Bolland. E repetindo, mais uma vez esse maravilhoso trabalho foi editado pela Nemo, que caminha a passos largos para se tornar a melhor editora de quadrinhos do Brasil.

Imperdível!

Bolland Strips!
Editora Nemo
Autor: Brian Bolland
Tradução: Cassius Medauar
96 páginas
20 x 27,5 cm
R$ 38,00

Floreal AndradeNas bancas / Nas livrariasBolland Strips,Brian Bolland,Cassius Medauar,NemoPor esses dias houve a reunião da AQC-ESP – Associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo – e na ocasião também foi comemorado o aniversário do grande desenhista underground brasileiro Francisco de Assis “Marcatti” com direito a bolo e presente, e que presente, o álbum Bolland...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe