Desde que começou a publicar quadrinhos no Brasil, a editora Nemo fez questão de mesclar em sua cartela de títulos, nomes nacionais e estrangeiros, dando oportunidade para os leitores brasileiros da nova geração de prestigiar os grandes nomes dos quadrinhos.

Acredito que uma das maiores contribuições da Nemo até agora é a coleção Moebius que começou com o título Arzach, que inclusive venceu a categoria de publicação de HQ Clássica desse ano do Troféu HQMIX, e que já está em seu quinto volume.

Hoje irei comentar de dois desses volumes que eu considero de leitura obrigatória: “A Garagem Hermética” e “O Homem é bom?”.

Para não esticar demais, para falar de “A Garagem Hermética”, um trecho do texto da introdução de Moebius nesse álbum já diz tudo:
“em A Garagem Hermética quis prestar uma homenagem pessoal ao super-herói dos quadrinhos norte-americanos…, acho tudo muito infantil. Em contrapartida, acredito que ele exprime uma busca de nossos desejos mais profundos…”

Isso é a pura verdade. Para ler as aventuras do Major Grubert é preciso deixar de lado o racional e as histórias lineares para embarcar em uma viagem sem volta ao universo criado por Moebius. 

Já “O homem é bom?” foi o primeiro álbum de Moebius que comprei. Como era meio caro na época, dois amigos deram uma parte do valor. Isso aconteceu em 1984 na Bienal do Livro, cada um ficou algum tempo com o quadrinho até que um dia os meus dois chapas do colégio (Flávio e João Paulo) resolveram me presentear com a edição, que guardo até hoje.

Mas a edição da Nemo é fabulosa em dois aspectos: a introdução de Moebius, onde ele conta como foi feita cada história, inclusive as duas HQs a mais, além de um sumário com a data da publicação e em qual revista a história saiu.

Em minha opinião existem três destaques na publicação: “O homem é bom?” e o seu irônico final; “Balada” que nasceu de uma leitura de um poema de Arthur Rimbaud (Flor) e “The long tomorrow” com roteiro de Dan O’Bannon (um policial noir futurista).

Os dois álbuns são fabulosos, e a Nemo faz um trabalho belíssimo de sempre manter o padrão de alta qualidade e de colocar uma introdução de Moebius que nos esclarece melhor sobre o seu trabalho e o contexto em que ele foi criado.

Somando os dois álbuns são mais de 150 páginas de puro delírio, nascidas da mente e da mão genial do desenhista. Como disse Fellini sobre Moebius:

“Tudo que você faz me encanta, até seu nome me encanta.”

A Garagem Hermética
Editora Nemo
Coleção Moebius
Autor: Moebius
120 páginas
24 X 32 cm
R$ 49,00

O homem é bom?
Editora Nemo
Coleção: Moebius
Autor: Moebius
56 páginas
24 x 32 cm
R$ 49,00

Floreal AndradeNas bancas / Nas livrariasA Garagem Hermética,Moebius,Nemo,O homem é bom?Desde que começou a publicar quadrinhos no Brasil, a editora Nemo fez questão de mesclar em sua cartela de títulos, nomes nacionais e estrangeiros, dando oportunidade para os leitores brasileiros da nova geração de prestigiar os grandes nomes dos quadrinhos. Acredito que uma das maiores contribuições da Nemo até agora...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe