Antes de começar: se você foi abduzido por alienígenas ou mora em uma caverna, não sabe que a DC Comics mais uma vez vem com a proposta de “Zerar” a sua cronologia. Essa decisão que foi fortemente divulgada pela empresa e muito contestada por diversos fãs gerou muita polêmica, não só aqui, como em todo o lugar onde a DC Comics publica as suas histórias.

Ok, mas o que realmente está acontecendo nessa nova fase da editora? Depois de quase um ano da mudança nos Estados Unidos, a reformulação chegou ao Brasil pela editora Panini que surpreendeu com o anúncio que iria publicar exatamente os 52 títulos da nova fase, daí vem o nome “Novos 52”. A Panini tem o meu respeito e tiro o meu chapéu. Seremos o único país no mundo, além dos EUA, que teremos todos os títulos dos novos 52 publicados.

Mas e o resultado? Valeu a pena para o leitor a mudança? Para responder essas perguntas, irei escrever sobre os 52 títulos, pelo menos a primeira edição de cada título. A intenção é desmistificar esse reboot. O que já podemos adiantar é que se você é um leitor de muitos anos da DC Comics com certeza irá encontrar diversos furos de cronologia e várias situações que são contrárias ao universo que você estava acostumado.

Mas o que acredito ser mais importante é que o reboot tem muito mais coisas boas do que ruins, e no resultado final temos boas histórias, e a clara proposta de que se o título não agradar será cancelado.

Para começar abaixo seguem as minhas considerações sobre os títulos que são encontrados na Comix Book Shop e Devir Brasil, com periodicidade bimestral: Frankenstein agente da S.O.M.B.R.A., Desafiador, Esquadrão Suicida & Aves de Rapina e o Novos Titãs e Superboy.

Os quatro títulos citados vêm com um resumo no final apresentando os personagens, com texto de Alexandre Calari. Decisão acertada. É uma boa chance de apresentar os personagens ao público que não os conhece ou estão afastados dos quadrinhos a um bom tempo.

Frankenstein agente da S.O.M.B.R.A.
52 páginas | formato americano | Roteiro: Jeff Lemire | Arte: Alberto Ponticelli | R$ 6,90

É o melhor dos quatro títulos. Bem escrito e com desenhos lembrando bem os antigos quadrinhos de terror que já foi muito popular. E a proposta é essa mesmo: uma HQ de terror, onde o a Rede S.O.M.B.R.A. – Secretaria de Organização dos Meta-humanos em Batalha, Resgate e Auxilio –, como o nome diz é um divisão especial para cuidar de casos sobrenaturais, tem em Frank seu principal agente e líder da Divisão M, composta por outros quatro membros, que são referências clássicas aos monstros mais conhecidos dos romances e cinema: Dra. Nina Mazursky (Monstro da Lagoa), Warren Griffith (Lobosomem) Vincent Velcoro (Drácula) e Khalis (Múmia) o chefe de pesquisas e contato da ONU é o Dr. Ray Palmer o Herói Atomo.

São duas histórias na mesma revista trazendo os números 1 e 2 da publicação americana.

Desafiador
52 páginas | formato americano | Roteiro: Paul Jenkins | Arte: Bernard Chang | R$ 6,90

Não perdendo em nada para o primeiro citado, Desafiador é mais uma ótima aposta para as comics shops. A revista é muito bem desenhada e com uma temática mais sombria que mistura história de detetives com sobrenatural. Somos apresentados mais uma vez a Boston Brand com uma origem levemente diferente, na verdade, não diferente, mas como se ele tivesse começando agora, e a origem antiga, é apenas citada em meia página.

Brand continua em missão para a deusa Rama, uma divindade que busca o equilíbrio no universo, mas nessa nova origem, a deusa deixa a entender, que o equilíbrio que ele tem de buscar é o próprio, para assim alcançar a paz.

Um dos melhores títulos de todos Novos 52. Recomendadíssimo.

Esquadrão Suicida & Aves de Rapina
52 páginas | formato americano | R$ 6,90

A publicação traz os dois títulos citados acima, e não é tão marcante quanto os dois primeiros. Esquadrão Suicida tem roteiro de Adam Glass e arte de Federico Dallocchio. Com bons desenhos e uma narrativa rápida com bastante ação, tem tudo para agradar nos próximos números, mas ainda é cedo e precisa de uma boa construção dos personagens para emplacar.

Aves de Rapina conta com roteiro de Duane Swierczynski e Arte de Jesus Saiz. Com um nome desses o roteirista terá de se esforçar muito para aparecer, e não é o caso aqui nesta edição. Uma formação de Aves de Rapina sem a Oráculo e com uma Canário Negro como líder tem de ter histórias muito interessantes para engrenar.

Sturnia (desconhecida pra mim até então, se alguém souber quem é me avisa por favor) completa o time, porém na capa aparecem Hera Venenosa e Katana que devem se juntar a equipe.

Novos Titãs & Superboy
52 páginas | formato americano | R$ 6,90

Claramente o título mais fraco do quarteto. Os Titãs com argumento de Scott Lobdell e desenhos de Brett Booth é até divertido, mas está muito descaracterizado. A história é boa, mas precisaremos de umas boas edições para emplacar como título interessante.
Após uma ação impulsiva e totalmente retaliada pela mídia de Kid Flash (ainda não revelada sua identidade), somos apresentados a um Robin (Tim Drake) recrutando jovens heróis como a Moça Mararvilha (Cassie Sandsmark), para mostrar que nem todo jovem herói é imaturo e inconsequente.

Superboy com roteiro também de Scott Lobdell e desenhos de R.B. Silva é um pouco melhor e mais consistente, mostra os primeiros dias de Superboy como clone e sua integração na sociedade pelo Lab. Momentum, uma organização internacional formada por diversos grupos diferentes.

Ambas as histórias são muito bem desenhadas, mas ainda precisam de muito para convencer e consolidar o lançamento.

***
No próximo texto irei falar sobre o título do Super Choque. Até lá!

Fabio AranhaNas bancas / Nas livrariasAves de Rapina,DC Comics,Desafiador,Esquadrão Suicida,Frankenstein,Novos 52,Novos Titãs,Panini,SuperboyAntes de começar: se você foi abduzido por alienígenas ou mora em uma caverna, não sabe que a DC Comics mais uma vez vem com a proposta de “Zerar” a sua cronologia. Essa decisão que foi fortemente divulgada pela empresa e muito contestada por diversos fãs gerou muita polêmica,...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe