Não parece, mas você já o deve conhecer de longa data. Talvez apenas não tenha percebido com quem estava lidando. Ele invadiu o castelo de um gigante e o matou. Ainda roubou a galinha dos ovos de ouro no processo. Bom… só agora você percebe que alguém com um histórico desses dificilmente poderia ser considerado alguém de bom caráter. E é exatamente sobre ele que estamos falando: João, protagonista do conto “João e o Pé de Feijão”.

A série Fábulas se tornou uma das principais atrações do selo Vertigo, publicado pela editora DC Comics. Conta a história de vários personagens conhecidos dos contos de fadas de um ponto de vista peculiar. Afinal, o que as fábulas estão fazendo quando não estão participando de suas aventuras?

Tenha certeza de que de inocentes elas nada tem e que todas trazem certo grau de sordidez. Algumas delas, inimigas nos contos que conhecemos, deixaram sua inimizade de lado e convivem de uma forma ou de outra, lado a lado. Porém, uma das fábulas é unanimemente odiada entre todas as outras: o mentiroso e picareta João.

João sempre foi de dar um jeitinho para satisfazer suas próprias vontades. Esqueça que ele vendeu a vaca da família por meros feijões mágicos. Não há nada de inocente nessa atitude. Na verdade, fez isso com o intento de realmente tirar alguma vantagem. E esse “jeitinho fabuloso” é quase um dom que ele carrega até sua idade adulta.

Mas foi com esse jeito malandro que João acabou sendo um dos personagens mais queridos da série Fábulas (ou essa é mais uma de suas tramóias… vai saber). Tanto que acabou ganhando sua própria série mensal com mais das suas… hã… o que antes chamávamos de “estripulias”.

“Páginas Viradas” é o terceiro encadernado com o personagem, sendo que antes ele ainda teve publicado uma minissérie apresentando as primeiras edições dessa mesma série (o que corresponderia a mais um encadernado, portanto). Nessa edição, contendo 6 histórias, são apresentados 2 arcos de história, divididos igualmente pela edição.

No primeiro arco, acompanhamos uma verdadeira aventura pelo velho oeste americano, chamado 1883. Aqui o anti-herói é apresentado como um líder de uma gangue de assaltantes sanguinários que saqueiam tudo e todos que encontram pela frente. De certa forma, contando com um pouco menos do humor natural da série, João pode até ser visto aqui como um dos mais cruéis vilões dos quadrinhos.

Mas seu modo de agir tem um fundamento (equivocado, como tudo o que faz) quando ele “inocentemente” compara com a crueldade existente no mundo dos mundanos (que é como as pessoas normais [nós] são chamadas pelas fábulas).

Para caçar a gangue de João Vela (como é conhecido nessa época), um homem misterioso surge das terras do leste, montando seu cavalo branco e falante (muito, muito, muito falante) e sem carregar nenhuma arma. Seu nome é Bigby. Mas, da época em que pensávamos que João era apenas um menino travesso, também conhecíamos esse homem como… Lobo Mau. Na série Fábulas já foi mostrada como existe uma inimizade cortês (mas carregada de ódio) entre os dois personagens. Aqui é mostrado um pouco mais sobre esse antagônico relacionamento.

O segundo arco, Páginas Viradas, que dá o nome ao encadernado, volta a mostrar as desventuras de João no tempo presente. Mentiroso, trapaceiro, mulherengo e machista ao extremo, ainda assim ele é um problema menor quando as fábulas tem que lidar com um inimigo que pode destruir todas elas… o Queimador de Livros.

É uma série para se ler e reler a fim de pegar vários detalhes que indubitavelmente vão ficando pelo caminho. Há um rico elenco de personagens coadjuvantes, porém com algo em comum… todos são passados pra trás, em maior ou menor escala, pelo protagonista da série.

Um dos coadjuvantes mais bizarros da série é Babe, um boizinho azul do tamanho de um hamster, que poderia ser o narrador da história. Mas está tão concentrado em distrair o leitor com as próprias histórias que vai criando, que serve mais como objeto de metalinguagem, quase sem reagir com tudo que acontece a sua volta.

Como chamariz adicional, a série ainda conta com as belíssimas capas criadas por Brian Bolland, aqui publicadas na íntegra.
Fábulas é mais do que uma mera brincadeira com antigos personagens ou recriações de conceitos. E também está além de qualquer lição de certo ou errado que as histórias antigas desses personagens tentavam nos transmitir no passado. E João é o representante máximo da exceção a essa regra. Bem… pelo menos foi isso que ele me disse…

João das Fábulas – Páginas Viradas

Editora Panini – DC Comics (Vertigo)
Roteiro: Bill Willigham e Matthew Sturges
Arte: Russ Braun, Tony Akins, José Marzán Jr e Andrew Pepoy
Lombada quadrada
Colorido
17 x 26 cm
148 páginas
R$ 19,90

Marcos DarkNas bancas / Nas livrariasBill Willigham,DC Comics,João das Fábulas,José Marzán Jr e Andrew Pepoy,Matthew Sturges,Panini,Páginas Viradas,Russ Braun,Tony Akins,VertigoNão parece, mas você já o deve conhecer de longa data. Talvez apenas não tenha percebido com quem estava lidando. Ele invadiu o castelo de um gigante e o matou. Ainda roubou a galinha dos ovos de ouro no processo. Bom... só agora você percebe que alguém com um...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe