Onde você pode encontrar referências a musica pop, mitologia, poesia, lendas,a Deus e ao Diabo? Se você respondeu a Internet, errou! São nas milhares de páginas dos quadrinhos de “Sandman” de Neil Gaiman a resposta correta.

Podemos dizer que essa edição foi aguardada com ansiedade pelos fãs da série. Sei do que falo, pois trabalho em uma livraria de quadrinhos e pelo menos duas vezes por dia tem alguém perguntando sobre essa nova versão que chega editada pela editora Panini, em formato de luxo e capa dura.

Nas 620 páginas de uma suntuosa edição de Sandman: edição definitiva – volume 2, os leitores  vão encontrar as histórias publicadas nas edições 21 a 39, que compreendem do  4 ao 7 arco. Entre elas: Um jogo de você; Ffábulas e reflexões; Vidas breves; e uma das melhores da serie, Estação das Brumas, que numa referência ao mito de Orfeu, conta à ida do senhor dos sonhos ao inferno em busca de sua ex-amante.

Publicada e republicada desde 1988, a saga de conta à história de Morpheus, o senhor dos sonhos, e tem muita lenha ainda para queimar, com milhares de significados para seus milhões de leitores. Criada por Neil Gaiman, autor de poemas, canções e novelas, outra atração da série é a sua galeria de desenhistas extraordinários como Kelley Lones, Mike Dringenberg, George Pratt, além das belíssimas capas de Dave Mckean. Com certeza a publicação vai encantar os fãs e arrebanhar novos leitores.

A edição da Panini não é daquelas que você vai levar no ônibus ou metrô para ler, mas vai  acomodar em um belo lugar na sua estante e sempre que possível, vai se refestelar na rede ou numa bela poltrona, para apreciar esse belo trabalho de  edição em papel couchê, capa dura (bem costurada por sinal) e que traz centenas de páginas de extras. Há muito que alguns quadrinhos deixaram de ser apenas diversão passageira, para se transformar obras de reflexão e discussão.

Vale lembrar que Sandman surgiu em um contexto onde alguns leitores cansados de quadrinhos de super-heróis viram na epopéia de Gaiman, um oásis onde podiam refletir e sonhar, e algumas  editoras nos anos de 1980 apostaram nessa linha mais adulta, e viram que estavam certos, quando suas vendas superaram as expectativas.

Lembro-me que no colégio nos anos 1980, um professor pediu que  todos os alunos lessem um livro da editora Brasiliense, Coleção Primeiro Passos, “O que é arte?”, em um determinado trecho, o autor fala que viu na casa de um amigo, uma edição de luxo de historia em quadrinhos, os mesmos quadrinhos que o irmão menor dele lia, em edições baratas de banca, na casa de um professor universitário, esse então esclarecia que tanto as historias quanto os desenhos, eram de uma beleza extraordinária. Eram “obras de arte”.

Se o livro “O que é arte?” fosse escrito nos anos 1990 ou 2000, o tal professor universitário teria na sua estante Sandman: edição definitiva, com o orgulho de possuir uma obra de arte.

Essa pequena resenha dessa grande historia em quadrinhos foi escrita ao som de Metallica e Blind Guardian.


“Há quem diga que todas as noites são de sonhos.
mas há também quem diga nem todas,só as de verão.
mas no fundo isso não tem importância.
o que interessa mesmo não são as noites em si,são os sonhos.
sonhos que o homem sonha sempre. em todos os lugares,em todas as épocas do ano,
dormindo ou acordado”

William Shakespeare, Sonhos de uma noite de verão.

Sandman: edição definitiva – volume 2
Editora: Panini Brasil
Autor: Neil Gaiman
Desenhistas: vários
Capa Dura
19 x 28 cm
620 páginas

Floreal Andradehq que aconteceDave McKean,Neil Gaiman,Panini,SandmanOnde você pode encontrar referências a musica pop, mitologia, poesia, lendas,a Deus e ao Diabo? Se você respondeu a Internet, errou! São nas milhares de páginas dos quadrinhos de 'Sandman' de Neil Gaiman a resposta correta. Podemos dizer que essa edição foi aguardada com ansiedade pelos fãs da série. Sei...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe