Libertar seus amigos depois aprisioná-los após meio século na Caixa de Pandora para salvar o mundo, pode ter perdão?

Os super-heróis da Era de Ouro (1930-1950) dos quadrinhos estão de volta e tem que decidir se ajudam um Combatente Ianque velho e acabado que pede ajuda em uma missão que só eles podem ajudar. Mas como lidar com o seu traidor após tanto sofrimento causado por ele?

Essas são questões que pode ser encontradas em Projeto Superpowers, lançado pela Devir Editora, com roteiro de Jim Krueger e Alex Ross (ganhador de 5 prêmios Eisner). Vale ressaltar que apenas as capas são de Alex Ross, as artes dentro da publicação são assinadas por Carl Pau, Doug Klauba e Stephen Sadowski.

Os antigos combatentes voltam para eterna luta contra o mal depois de ficarem aprisionados na mítica caixa ou urna de Pandora, que segundo a lenda grega ela conteria todos os males, mas dentro dela havia também a esperança. Antes que digam que a caixa de Pandora pode ser uma ideia batida ou muito usada, ela tem uma função que está diretamente ligada a nossa realidade.

Alex Ross e Jim Krueger, dupla responsável por grandes séries como Justiça e Terra X, usam esse artifício para justificar o desaparecimento desses personagens que foram criados em uma época que eles surgiam aos montes, mas com o passar do tempo eles não conseguiram destaque maior que grandes ícones como Capitão América, Superman, Batman e etc., e acabaram não sendo mais publicados.

É interessante ver alguns desses super-herois como Terror Negro, Mascarada, Flama, Escaravelho, Coruja, Garra, o Espírito Americano e outros, recriados para os dias atuais e como o seu isolamento dentro da caixa os alteraram não só psicologicamente, mas também em relação aos seus poderes. Esse talvez seja o ponto forte do roteiro.

Como existem dezenas de super-heróis o roteiro às vezes soa confuso, mas vale à pena acompanhar a saga desses primeiros personagens com superpoderes agora  não mais combatendo  nazistas, mas gente que lucra com guerra e faz dela um negocio rendoso.

A edição da Devir traz em 256 páginas coloridas além das sete histórias iniciais, extras como os estudos de personagens, artes conceituais, fichas biográficas, e estudo de layout. Deixando a curiosidade sobre os personagens que estão nos extras, mas não na história.

História, aliás, que prioriza o ponto de vista do Combatente Ianque, e as suas motivações para aprisionar os seus amigos por tanto tempo. Você irá descobrir que nem sempre temos que tomar as melhores atitudes para fazer o bem. Pelo menos é isso que o personagem acredita.

Mas fica a questão: qual a melhor maneira de lutar contra malfeitores ultramodernos?

Libertar velhos “amigos” e saber que isso pode levar a própria morte foi à decisão do Combatente Ianque, mas será que isso dará certo?

É o que você vai descobrir nesse e em outros volumes da série Superpowers.

Projeto Superpowers
Roteiro: Alex Ross e Jim Krueger
Arte: Carlos Paul, Doug Klauba e Stephen Sadowski
Capas e direção de arte: Alex Ross
Editora Devir
16,5 cm X 24 cm
256 páginas
R$ 48,50

Floreal Andradehq que aconteceAlex Ross,Carlos Paul,Devir,Doug Klauba,Jim Krueger,Projeto Superpowers,Stephen SadowskiLibertar seus amigos depois aprisioná-los após meio século na Caixa de Pandora para salvar o mundo, pode ter perdão? Os super-heróis da Era de Ouro (1930-1950) dos quadrinhos estão de volta e tem que decidir se ajudam um Combatente Ianque velho e acabado que pede ajuda em uma missão que...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe