Joe Sacco com o seu álbum Palestina produziu um dos melhores quadrinhos que li na minha vida. A reedição em um volume só com capa dura corou um trabalho que merece todo o reconhecimento.

Originalmente publicada também pela editora Conrad em dois volumes: “Palestina: Uma nação ocupada” e “Palestina: Na Faixa de Gaza”, esgotados há muito tempo, a série inaugurou o gênero reportagem em quadrinhos.

A nova edição apresenta mais de 20 páginas de extras trazendo as fotos que ele usa como referência, o seu caderno de notas, todas as nove capas das edições americanas e a indicação de cores feita com lápis de cor de uma delas.

Na sabatina promovida pelo jornal Folha de São Paulo, o autor falou que trabalha com o P&B e declarou: “Não sei trabalhar com cor, nunca aprendi a usar. Meu estilo também é determinado pela minha limitação”, brincou o desenhista.

Convenhamos que isso não tem importância, pois o trabalho de Joe Sacco pode ser incluído na galeria das grandes reportagens, tais como: “Homenagem a Catalunha” de George Orwell, “Hiroshima de John Hershey” ou as  matérias escritas por Joel Silveira no front com a FEB.

Alguém que diz: “Tento dar voz a eles, ainda que isso às vezes seja prejudicial à sua imagem. Não sinto que deveria ser um representante do povo palestino, meu papel é fazer quadrinhos, uma crônica do tempo em que vivemos”, merece toda a minha atenção e de todo leitor, não só de quadrinhos, mas de  boa literatura.

O álbum marca com histórias como “Pressão Moderada” que fala de Ghassan, que é preso injustamente e seu pesadelo na prisão e no tribunal israelense parece um texto de Franz Kafka. Outro destaque vai para “Um garoto na chuva” onde um ônibus perdido se parece com situação vivida por todos que se perguntam: que rumo seguir? Na série coube até uma piada é contada em forma de quadrinhos em “Uma piada Palestina”.

É recomendada a todos a leitura desse belo álbum, que deixa um travo na garganta ao fim da leitura. Por esses dias terminei de ler  um livro em que alguém cita o historiador romano Tácito sobre o império romano: “Eles criam um deserto e o chamam de paz”. Joe Sacco com o seu Palestina faz você ter o mesmo tipo de reflexão.

Palestina – Edição Especial
Autor: Joe Sacco
Conrad Editora
328 páginas
R$ 69,90

Floreal Andradehq que acontececonrad,Joe Sacco,PalestinaJoe Sacco com o seu álbum Palestina produziu um dos melhores quadrinhos que li na minha vida. A reedição em um volume só com capa dura corou um trabalho que merece todo o reconhecimento. Originalmente publicada também pela editora Conrad em dois volumes: 'Palestina: Uma nação ocupada' e 'Palestina: Na...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe