do_infernoJack, o Estripador, foi um dos primeiros (senão o primeiro) notórios seriais killers na história da humanidade. Muito de sua notoriedade se deve ao fato de nunca ter sido capturado pelas autoridades, de modo que, com o passar dos anos, mais nomes são adicionados à lista de possíveis suspeitos – fato que só corrobora para o aumento de sua popularidade.

Um aspecto através qual podemos notar a repercussão dos assassinatos em Whitechapel, distrito onde o estripador atuou, é a enorme literatura dedicada ao caso, cada uma com suas mirabolantes teorias sobre quem seria o assassino e qual sua real motivação. Um desses livros, Jack the Ripper, the final solution, de Stephen Knight, publicado em 1977, serve como base para essa HQ de Allan Moore e Eddie Campbell.

urlHQ que a Editora Veneta lançou em um volume único em novembro do ano passado. Uma grande e ótima surpresa, afinal, Do Inferno foi lançado pela primeira vez no Brasil em 2000, pela Via Lettera, em quatro volumes, e hoje é um material difícil (e caro) de se encontrar, até mesmo em sebos especializados

Mas se engana quem pensa que a HQ é uma história de terror gore, com sangue jorrando de suas páginas pelas mãos de um furioso serial killer – como o tema sugere e como as histórias em quadrinhos tantas vezes já retrataram.

FromHellA trama é muito mais lenta e muito mais introspectiva. Moore começa nos apresentando os eventos embriões que culminariam com a aparição do Estripador. Depois, um capítulo com a história da vida de alguns principais suspeitos. Em seguida temos uma noção muito clara das condições das prostitutas no período vitoriano, bem como de alguns hábitos e macetes de sua profissão. O primeiro assassinato vai ocorrer somente no 5 º capítulo da obra.

A HQ é uma verdadeira teoria da conspiração, no melhor estilo Dan Brown, envolvendo a maçonaria, a arquitetura dionisíaca de Londres e a família real inglesa. A principal diferença para o citado autor americano é que, aqui, não há mistérios para saber quem é o autor dos assassinatos (isso fica bem claro desde o começo) e a abordagem de Moore em relação à Maçonaria não é algo polêmico – e sensacionalista – como o autor de Código Da Vinci gosta de representar em seus trabalhos.

from_hell_01Moore recheia a obra com o pano de fundo político (as manifestações que culminariam com a independência da Irlanda) e a participação especial de diversas celebridades históricas como Aleister Crowley, Oscar Wilde e o Sr. e a Sra. Hitler, pais do ditador alemão.

Nada disso, obviamente, é colocado de maneira gratuita. Quase tudo retratado aqui (incluindo cenários, personagens e até os diálogos de vendedores no mercado) baseia-se em pesquisas levadas a cabo por Moore & Campbell para retratarem de forma mais fiel possível o clima do período. O apêndice com mais de 50 páginas no final da edição, no qual Moore explica as referências de TODAS as páginas da obra, nos dão a ideia da extensão dessa pesquisa.

slide-Do-InfernoVocê se sente até mais inteligente após ter absorvido tanta informação assim. Mas não são referências “vazias” como as chamadas easter eggs (que se parecem mais com o famoso livro “Onde esta Wally?”, onde o leitor perde um tempo tentando achar as referências visuais e, depois que as acha, a leitura segue sem acrescentar nada à trama). No estilo de Moore, que consegue encadear fatos como ninguém – pelo menos ninguém dentro dos quadrinhos – toda informação revelada acrescenta camadas à história e a fazem caminhar para frente ao mesmo tempo em que nos faz voltar algumas páginas (ou capítulos) para reler e reinterpretar quadros, expressões, cenários e diálogos passados. Isso faz com que, ao término da primeira leitura, tenhamos relidos pelo menos umas três vezes cada página.

Eu achava que Watchman e V de vingança eram as melhores obras do roteirista britânico, agora estou em dúvida. Do Inferno é um romance histórico denso, sombrio, revoltante em algumas passagens e emocionante do começo ao fim.

Do Inferno
Editora Veneta
Autores: Allan Moore (roteiro) & Eddie Campbell (arte)
21 X 28 cm
592 páginas
R$ 94,90

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/01/do_inferno1.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/01/do_inferno1-300x300.jpgAlexandre Manoelhq que aconteceAllan Moore,Do inferno,Eddie Campbell,Jack,O estripador,VenetaJack, o Estripador, foi um dos primeiros (senão o primeiro) notórios seriais killers na história da humanidade. Muito de sua notoriedade se deve ao fato de nunca ter sido capturado pelas autoridades, de modo que, com o passar dos anos, mais nomes são adicionados à lista de possíveis suspeitos...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe