O fim de 2012 não trouxe o apocalipse, não trouxe a iluminação, ou muito menos grandes revelações para a humanidade, mas para nossa sorte, principalmente para os amantes de quadrinhos, uma nova editora nacional nasceu. Estou falando da Veneta, que tem como responsável editorial Rogério de Campos, nome já bem conhecido no mercado de HQs do Brasil.

Entre seus três lançamentos de estreia, destaca-se a bela novela gráfica espanhola A Arte de Voar, lançada em dezembro do ano passado, que é dividida em 4 capítulos. Cada vez que avança na vida de Antonio Altarriba Lope, pai de Antonio Altarriba, o autor da história, eles diminuem: 3, 2, 1 e chão são os andares por onde passou Antônio pai até chegar ao fim, quando se suicidou em 2001.

Ok, acho que estou me adiantando. Para entender todo a profundidade dessa obra, que mais uma vez chegou a nossa redação graças aos nossos parceiros da Comix Book Shop, é necessário entender o contexto histórico da vida de Antonio pai: a Guerra Civil Espanhola.

Guerra é guerra e nunca é bonita. Toda guerra muda a vida não só política como social de uma região, e a pequeno vilarejo espanhol de Peñaflor não passou indiferente ao conflito que abalava a Espanha no fim dos anos 1930 e começo dos 1940 e a ascensão do fascismo do general Francisco Franco. É aqui em que começa a história de Antônio pai.

Após o prólogo onde nos é mostrado o suicídio, modo bem chocante de começar aliás, já deixando claro para o leitor que essa não é uma história feliz, o autor começa contando a dura infância do seu pai, os anos da Guerra Civil espanhola, o casamento, o nascimento do filho, seu engajamento político e a derrota.

Forçado a se exilar na França, Antonio pai se engaja na resistência ao nazismo (esse perfil ativista militante libertário é algo marcante do personagem) e, depois se envolve com a máfia francesa de Marselha, para sustentar a família.

Confesso que não conhecia o trabalho desse grande desenhista, também espanhol, Kim. Não lembro se a revista Animal (onde você podia ler os quadrinhos espanhóis dos anos 1980) publicou algum dos seus trabalhos. Se alguém souber não deixe de colocar nos comentários.

Um extra interessante dessa edição da editora Veneta é o posfácio de Antônio Altarriba onde ele conta o porquê escolheu a narrativa em quadrinhos e nos apresenta alguns detalhes do processo de produção da HQ e principalmente revela o motivo da escolha de Kim para ser o desenhista dessa belíssima obra.

Em minha opinião, o único defeito do álbum é ser no formato livro 16 x 21 cm. Tenho problema de visão e já não consigo ler letras miúdas, e perco também os detalhes no desenho, por isso uso uma lupa para ler os quadrinhos. Um formato um pouco maior poderia ajudar e bastante o conforto da leitura.

Acredito que até hoje só vi tamanha franqueza de um filho ao falar do pai em três quadrinhos: Maus, Fan Home e Memória de Elefante. Não por acaso grandes obras e A Arte de Voar se junta a elas.

Lendo essa novela gráfica lembrei de dois textos, um conto de Ernest Hemingway sobre a guerra civil “Um Velhinho na Ponte” e um esboço biográfico sobre o autor e cantor brasileiro Lupicínio Rodrigues e como ele transformou sua dor em obras de arte. Antonio Altarriba filho fez o mesmo e não é por acaso que a publicação levou o prêmio de melhor obra, roteiro e desenho no Salão Internacional de Quadrinhos de Barcelona de 2010 e o Premio Nacional de Cómic.

A editora Veneta mostra para que veio com a direção de Rogério de Campos. Uma pena a obra não ter sido publicada em janeiro de 2013, pois certamente já seria uma forte candidata, e a minha favorita, para o melhor álbum de quadrinhos do ano.

A Arte de Voar

Editora Veneta
Título original: El Arte de Volar
Roteiro: Antonio Altarriba
Desenhos: Kim
Tradução: José Feres Sabino
Capa Cartonada
16 x 21 cm
R$ 29,90

Floreal Andradehq que aconteceA Arte de Voar,Antonio Altarriba,José Feres Sabino,Kim,Rogério de Campos,VenetaO fim de 2012 não trouxe o apocalipse, não trouxe a iluminação, ou muito menos grandes revelações para a humanidade, mas para nossa sorte, principalmente para os amantes de quadrinhos, uma nova editora nacional nasceu. Estou falando da Veneta, que tem como responsável editorial Rogério de Campos, nome já...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe