NADA_1367012538PInaugurando a seção de Literatura no Impulso HQ, escolhi um volume dinamarquês polêmico. A despeito da ironia de uma primeira resenha literária de um livro cujo título é Nada, devo dizer que não sabia qual livro escolher. É sempre mais seguro escolher um livro que você leu recentemente, mas nem todos os livros lidos recentemente merecem resenhas.

Nada é o oposto do título, o oposto da capa, o oposto de tudo. Nada é tudo, e merece lugar de destaque.

Anthon, aos seus quatorze anos, e diante da turma perplexa, decide que nada importa. Num gesto dramático, deixa a sala de aula sem fechar a porta atrás de si. Normalmente seus colegas conseguiriam ignorá-lo, se ao menos ele tivesse sumido de vez de suas vidas… mas não. Anthon decide trepar na ameixeira que fica no caminho da escola, e dia após dia, profere provocações aos colegas que passam pelo local.

Suas perspicazes perguntas, que lá no fundo talvez já tenhamos feito a nós mesmos, mas sem coragem de pensar sobre as terríveis respostas, preferimos ignorar, começam a incomodar a turma.

“Se viverem até 80 anos, terão dormido durante 30 anos, ido a escola e feito os deveres de casa por 4 anos e trabalhado 14 anos. Como já passaram mais de seis anos sendo crianças e brincando, e ainda passarão no mínimo 12 anos limpando, fazendo comida e cuidando dos filhos, sobrarão no máximo 9 anos para viver”.

“E vocês querem desperdiçar esses 9 anos fingindo que se tornaram algo e atuando nesse teatro sem sentido enquanto poderiam começar a aproveitá-los desde já”.

Nem mesmo os adultos tem o hábito de pensar nas estranhas motivações que nos guiam aos nossos afazeres diários, que nos empurram em nossa vida quase sempre medíocre. Imagine um punhado de crianças debatendo-se com os piores questionamentos humanos. E imagine do que elas podem ser capazes para tentar provar que algumas coisas são sim, importantes.

A narradora é Agnes, colega de turma de Pierre Anthon, e como todas crianças e adolescentes, tem a liberdade de falar friamente sobre suas próprias escolhas e ações. Ela não está presa ao politicamente correto, às convenções sociais que um adulto estaria, e portanto nos oferece uma história cruamente narrada. É simples, sincera e sucinta.

O livro é comparado ao clássico pós guerra e igualmente polêmico “O Senhor das Moscas”, de William Gerald Golding, mas a despeito de ser ou não seu contemporâneo, é igualmente brilhante e me parece, segue os mesmos princípios. Questiona o lado obscuro que está dentro de nós esperando a primeira oportunidade de vir à tona.

Lendo esse livro, associei diversas vezes a minha própria experiência na escola, e refleti sobre como as crianças podem ser más. Como o mal é livre para se expressar sem máscaras quando somos desimpedidos das convenções do mundo adulto.

Certa vez, na quinta série, eu me aproximei de um garoto e lhe disse que ele fedia. Para mim, era óbvia a minha intenção de ajudá-lo a passar a cheirar bem. Garotas se interessariam por ele, se não fedesse. E a mais ou menos dois anos, por acaso, conheci um amigo dele, que me disse que por minha causa, ele toma mais de quatro banhos por dia.

Mas não fui sempre a agressora, tive meus momentos de vítima também. Para mim, a melhor escola da vida, é a própria escola.

Quem já teve o prazer de conhecer Kokuhaku (Confessions, 2010), direção de Tetsuya Nakashima, com toda certeza fará a inevitável associação. Se você não assistiu ainda, recomendo fortemente! Nesse show japonês de suspense, o tema é a vingança, e os protagonistas tem a mesma idade que os de Nada.

Simplesmente genial, simplesmente uma obra prima.

Nada
Gênero: Romance
Editora Record
Autor: Janne Teller
Tradutor: Anita Holm Thomsen Luciano
128 páginas
Ano 2013 – 1 edição
R$ 30,00

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2014/07/nada-1024x576.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2014/07/nada-300x300.jpgSue Lobofora das HQsAnita Holm Thomsen Luciano,Janne Teller,Nada,RecordInaugurando a seção de Literatura no Impulso HQ, escolhi um volume dinamarquês polêmico. A despeito da ironia de uma primeira resenha literária de um livro cujo título é Nada, devo dizer que não sabia qual livro escolher. É sempre mais seguro escolher um livro que você leu recentemente, mas...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe