9789896721824O suíço Joël Dicker é o que se pode chamar de fenômeno literário. Seu primeiro livro, ainda inédito no Brasil, foi publicado quando ele tinha 24 anos de idade e logo de cara lhe rendeu o Prêmio dos escritores de Genebra.

Este segundo livro, A verdade sobre o caso Harry Quebert, bateu a casa dos 2 milhões de exemplares na Europa e seus direitos de publicação foram vendidos para mais de 30 países. O título obteve tanta repercussão mundo afora que a edição brasileira dedica duas páginas para comentários da imprensa internacional elogiando a obra.

A verdade sobre o caso Harry Quebert nos conta a história de Marc Goldman, um escritor cujo primeiro livro vendeu 1 milhão de exemplares, o que lhe rendeu um contrato milionário com uma grande editora para uma segunda publicação.
O problema é que o rapaz não tem a menor ideia sobre o que escrever e o prazo para a entrega dos originais esta se esgotando e qualquer descumprimento das regras do contrato – como, por exemplo, não conseguir entregar um livro – lhe renderá uma multa igualmente milionária.

Desesperado, ele busca refugio para seu bloqueio criativo na casa de Harry Quebert, famoso escritor e seu professor e amigo nos tempos de faculdade. O problema é que durante seu retiro o corpo de uma adolescente de 15 anos – que desapareceu no verão de 1975 – é encontrado enterrado no jardim da casa de seu amigo/professor junto com os originais do livro As origens do mal, o grande best-seller de Quebert.

15211245_9yYayHarry admite ter tido um caso com a garota, quando ele tinha 31 anos, e admite ter escrito o livro para ela, mas nega tê-la matado. Goldman começa então uma investigação própria para inocentar o amigo da pena de morte.

O livro atua em três frentes: É um romance policial (com diversas pistas falsas, uma lista imensa de suspeitos e todas as reviravoltas que o gênero sugere), tem um que de Lolita na relação entre Harry Quebert e Nola Kellergan (a garota encontrada no jardim do escritor) e usa também o recurso da metalinguagem ao abordar o processo criativo de um escritor ao mesmo tempo em que nos apresenta uma faceta do mercado editorial nos EUA. Vale destacar que cada capítulo começa com uma lição sobre a escrita de livro.

A narrativa é interessante com diversos flashbacks (tanto em relação ao caso de Harry Quebert quanto de Goldman contando sua história particular); trechos do livro As origens do mal e trechos de jornais. O livro possui dois finais: o final do livro escrito por Goldman, o personagem principal da trama, e o final do livro em si.

a-verdade-sobre-harry-quebert_headerMas a força da história esta em seus personagens cativantes, e eles são inúmeros: A mulher que tem problemas em elogiar alguém; a mãe atenciosa e extremamente cuidadosa; o homem apaixonado pela garota, mas que se atrapalha todo na hora de se declarar para ela; o editor inescrupuloso; o pastor que ouve música no último volume, incomodando toda a vizinhança; a pequena garota bonita que sonha em ser modelo; o humilde bibliotecário que sonha em realizar um grande feito; o artista talentoso e deficiente a quem todos evitam; o artista fracassado que não hesita em plagiar os outros e alguns mais. Impossível não se identificar com um deles – ou alguns.

Ao término da leitura, me peguei pensando em como continuou a vida de alguns desses personagens – tamanha a empatia que Dicker consegue despertar no leitor.

Com tudo isso, o livro nos proporciona uma leitura bem gostosa, que começa meio sem graça é verdade, mas vai ficando cada vez mais interessante à medida que o mistério sobre o assassinato aumenta.

Não é nada tão revolucionário quanto as citações da imprensa especializada destacadas na edição possam sugerir, mas um livro que entretém e cujas características acabam lhe destacando dentre os demais.

A verdade sobre o caso Harry Quebert
Gênero: Ficção Policial
Editora Intrínseca
Autor: Joël Dicker
Tradutor: André Telles
576 páginas
Ano 2014 – 1 edição
R$ 39,90

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2014/08/A-VERDADE-SOBRE-O-CASO-HARRY-QUEBERT-JOEL-DICKER-EDITORA-INTRINSECA-SKOOB.pnghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2014/08/A-VERDADE-SOBRE-O-CASO-HARRY-QUEBERT-JOEL-DICKER-EDITORA-INTRINSECA-SKOOB-300x230.pngAlexandre Manoelfora das HQsA verdade sobre o caso Harry Quebert,André Telles,Intrínseca,Joël DickerO suíço Joël Dicker é o que se pode chamar de fenômeno literário. Seu primeiro livro, ainda inédito no Brasil, foi publicado quando ele tinha 24 anos de idade e logo de cara lhe rendeu o Prêmio dos escritores de Genebra. Este segundo livro, A verdade sobre o caso Harry...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe