quadrante_01

Em fase de finalização, a revista Quadrante Sul 04 tem como proposta revisitar o universo dos personagens que povoavam os fanzines gaúchos no final da década de 1980. O Caçador, de Marcelo Tomazi e o Alfa, de Daniel HDR, não poderiam ficar de fora deste revival.

Ambos tiveram intensa publicação naquela época e ambos foram engavetados na primeira metade da década de 1990 em prol da profissionalização de seus criadores. Mais material sobre estes e outros personagens pode ser acessado em http:\\quadrantesul.blogspot.com .

O Caçador foi criado em 1988 por Marcelo Tomazi. Willianson Kaddemam é o terceiro homem a usar o uniforme do Caçador. O primeiro foi seu pai, aristocrata britânico possuidor de grandes habilidades acrobáticas e que mudou-se para o Rio de Janeiro após casar com uma brasileira.

O espancamento de seu irmão Lovecraft por uma gangue levaram Kaddemam pai a vestir o uniforme do Caçador e buscar vingança. Porém, ele não parou por aí e, por incentivo do irmão, tornou-se um combatente do crime. Mais tarde, o excesso de auto-confiança ao enfrentar um grupo de traficantes armados o levou à morte.

Seu irmão, culpando-se pelo seu fim, tornou-se o segundo Caçador. Como não possuía a mesma aptidão física, suas investidas contra o crime resultaram em um grande fracasso.

Ainda alimentando um desejo de vingança, Lovecraft convence seu sobrinho Willianson, já adulto e exímio praticante de artes marciais, a vestir o uniforme que fora de seu pai. Willianson aceita, levado por seu espírito aventureiro. Logo ele torna-se, tal como seu pai, o terror do submundo.

O Caçador foi publicado pela primeira vez em junho de 1991, no Bigzine 05, que trazia a HQ “Dias de Vingança”, escrita e desenhada pelo gaúcho Carlos Fernando Ferreira (que atualmente produz para editoras dos EUA – desenhou Teen Titans 38, entre outros).

Em julho de 1992, Marcelo publicou o Caçador em título próprio. Com dezesseis páginas e capa colorida em serigrafia, o primeiro número trazia a primeira parte de “Terrorismo no Oriente”, minissérie em três capítulos, escrita por Marcelo e Jerônimo de Souza, com arte de Jerry Adriani (edição 1), Alex Stürmer (edição 2) e Jerry e Daniel HDR (edição 3).

quadrante_02

A publicação foi encerrada no número três, devido às dificuldades de manter uma produção regular. “Terrorismo no Oriente” esteve por duas vezes na lista de concorrentes ao Angelo Agostini na categoria “Melhor Lançamento do Ano”.

Outras HQs do Caçador foram produzidas até 1994, ano em que sua continuidade foi interrompida, devido aos compromissos de Marcelo com o Curso de Histórias Em Quadrinhos no Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (ministrado pelo grupo Visuart, do qual ele fazia parte, junto com Jerônimo de Souza, Daniel HDR, Jefferson Barbosa e Marcos Pinto Gomes) e a faculdade de Artes Plásticas na UFRGS.

Após um hiato de mais de uma década, o Caçador reapareceu na HQ “O Filho do Caçador”, escrita por Jerônimo de Souza e desenhada por Geraldo Abelardo e publicada na revista Hangar 02, em 2007.

O personagem Alfa foi criado por Daniel HDR em 1984, quando o autor tinha apenas dez anos de idade. O personagem inicialmente chamava-se Power e era um típico super-herói (com direito até a uma capa). Com o passar do tempo, sua concepção gráfica, origem e nome mudaram: o personagem passou a ter um visual mais sombrio e tornou-se mais violento, influenciado pela estética punk e os quadrinhos da época.

Os livros Dr. Jekyll & Mr. Hyde (de Robert Louis Stevenson) e Invasores de Corpos (de Jack Finney) também serviram de inspiração na construção da origem do personagem.

Manifestação do Id de Cristiano Albian Medeiros, causada por traumas de infância e pela presença do espírito do alienigena Zarek Nalkniav, o Alfa age de modo imprevisível, ao sabor de suas emoções. Dotado de habilidades sobre-humanas, vaga pela noite eventualmente fazendo justiça.

Além de publicação própria (dentro do fanzine Novo Raff, nos períodos de 1988 e 1989),o Alfa foi publicado em diversos fanzines, como o Psiu, (de Edgard Guimarães), Legenda (de Joacy Jamys), Historieta (de Oscar Kern), Tchê (de Denilson Reis), News Quadrinhos (de Cidno da Silva), Embates (do grupo Tríade), Campo Grande (de Jerônimo Fagundes de Souza), além de capas, HQs curtas e mini-séries lançadas no periodo de 1988 à 1993, quando teve suas histórias encerradas pelo autor, que ja vinha trabalhando em outras linhas de projetos com quadrinhos e ilustração.

A maioria das histórias do Alfa foi escrita e desenhada pelo próprio Daniel e outras foram produzidas em parceria com Carlos Fernando Ferreira.

Alfa e Caçador estão juntos na HQ “Estranhos Invasores”, que será publicada na Quadrante Sul 04. Escrita por Marcelo Tomazi, a arte desta HQ conta com o traço de Daniel HDR e alguns talentos da nova geração de quadrinhistas brasileiros (Carlos Lima, Marcel de Souza, Matias Streb, Roger Medeiros, Rodjer Goulart, Henrique Bittencourt e Newton Barbosa).

Renato LebeauquadrinhosAlfa,Caçador,Carlos Fernando Ferreira,Carlos Lima,Daniel HDR,Henrique Bittencourt,Marcel de Souza,Marcelo Tomazi,Matias Streb,Newton Barbosa,Quadrante Sul,Rodjer Goulart,Roger Medeiros,Willianson KaddemamEm fase de finalização, a revista Quadrante Sul 04 tem como proposta revisitar o universo dos personagens que povoavam os fanzines gaúchos no final da década de 1980. O Caçador, de Marcelo Tomazi e o Alfa, de Daniel HDR, não poderiam ficar de fora deste revival. Ambos tiveram intensa publicação...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe