Antologia de quadrinhos experimentais reflete sobre as possibilidades e as fronteiras da linguagem

Depois de três dias de experimentações e exercícios, cada um dos participantes do Laboratório de Quadrinhos Potenciais, residência artística realizada em Belo Horizonte, recebeu uma tarefa para realizar em casa: desenvolver um trabalho inédito para a revista PARAFUSO 1 (48 páginas, 24,9X34cm, R$39,90), a partir de uma série de restrições criativas enviadas pelo quadrinista Jão, criador e coordenador da atividade.

Conforme as recomendações, alguns dos autores não poderiam empregar balões ou caixas de textos, outros receberam o desafio de construir sequências apenas a partir de objetos ou símbolos. O emprego de um único cenário, a ausência de seres humanos ilustrados nos quadros, a interação entre personagens presentes e figuras ausentes nos desenhos são exemplos de regras que deram origem à nova publicação, reunião inédita de 12 artistas que atuam na capital mineira.

A antologia, parceria entre as editoras mineiras Miguilim e Pulo, tem como tema “Cidade”, assunto que também permeia toda a obra do organizador Jão. O lançamento da revista PARAFUSO 1 em Belo Horizonte é neste sábado, 30 de novembro, das 13h às 15h na Livraria da Rua, seguido pelo evento de São Paulo, na Comic Con Experience (CCXP) 2019.

Possibilidades e características dos quadrinhos

As regras criativas usadas para desenvolver a revista PARAFUSO 1 produzem um efeito contrário ao da limitação: ampliam as possibilidades do trabalho com os quadrinhos, ressaltando várias características clássicas da linguagem, como o trabalho simultâneo com espaço e tempo, assim como a construção narrativa a partir da alternância entre preenchimento e vazio.

A aceleração e as pausas da vida na urbana, por exemplo, são trabalhadas na antologia por meio do jogo entre o que é visto e o que não é visto nas páginas, seja pelo que está contido no interior dos quadros ou por cada intervalo entre eles – denominado, tecnicamente, como sarjeta. Para propor o Laboratório de Quadrinhos Potenciais, que deu origem à publicação, Jão se inspirou na corrente do OuBaPo – acrônimo de Ouvroir de Bande Dessinée Potentielle, título traduzido em português como Oficina de Quadrinhos Potenciais – que reuniu artistas na França, no início dos anos 1990, para testar as fronteiras da arte sequencial.

Outros aspectos do urbano na antologia

Na antologia PARAFUSO 1, barulhos e sons da cidade se traduzem por onomatopeias, lugares são percorridos por meio de sinalizações de trânsito e de outros símbolos, relações entre pessoas podem ser construídas a partir de infográficos, de monólogos ou de uma troca de correspondências transformadas em pichação em prédios. Cenários ora se modificam, ora permanecem com passar do tempo, que pode ser um único dia, como em algumas histórias, ou o período de anos em outras. Passado, presente e futuro são trabalhados na revista, sejam eles momentos imaginados ou transposições de vivências.

Os autores

Para formar o grupo que participou do Laboratório de Quadrinhos Potenciais, em janeiro de 2018 na Livraria da Rua, o coordenador Jão não estabeleceu como pré-requisito a atuação prévia na área que nomeia a residência, mas o interesse pela experimentação com a linguagem.

Os 11 autores que se reuniram ao organizador, assim, combinam trajetórias diversas, sejam elas nos quadrinhos ou em campos como arquitetura, design, artes plásticas e ilustração, experiências que se fazem presentes nas histórias da revista PARAFUSO 1. Além de Jão, os artistas participantes da obra são Aline Lemos, Batista, Bruno Pirata, Daniel Pizani, Estevam, Faw Carvalho, Gabriel Nascimento, Ing Lee, João Belo, Julhelena e Priscapaes.

Entrando em PARAFUSO

No ano de estreia da editora Pulo, Jão escolheu um nome para classificar todas as publicações que, dali em diante, resultassem de seu pensamento sobre a experimentação nos quadrinhos – fossem elas individuais ou em conjunto: PARAFUSO.

Assim, o termo conceitua uma linha da produção do artista, ao invés de um volume de revista, livro ou coleção. Em seguida, ele separou propostas diferentes em séries, e, para classificá-las, resolveu acrescentar números: PARAFUSO ZERO é um universo autoral de Jão habitado por superseres, que combina elementos pós-cyberpunk a psicodelia e pop art. Esse mundo de ideias deu origem à revista PARAFUSO 0 em 2016, e será trabalhado nas publicações PARAFUSO ZERO – Expansão, projeto aprovado pelo edital 2018 da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte. Já PARAFUSO UM denomina uma linha de antologias, em que o organizador convida artistas para desenvolver histórias, série que estreia com a revista PARAFUSO 1, coeditada pela Miguilim e pela Pulo.

Lançamento da revista em quadrinhos PARAFUSO 1 em Belo Horizonte
30 de novembro das 13h às 15h
Entrada: gratuita | Classificação: livre.
Livraria da Rua
R. Antônio de Albuquerque, 913, região da Savassi
Belo Horizonte – MG

Lançamento da revista em quadrinhos PARAFUSO 1 em São Paulo
De 5 a 8 de dezembro das 12h às 20h
Evento: Comic Con Experience
Acesso: por meio de ingressos adquiridos para a CCXP
Mesa B06 do Artists Alley
São Paulo Expo
Rodovia Dos Imigrantes, Km 1,5
São Paulo – SP

O lançamento em Belo Horizonte conta com as participações dos editores da revista, do organizador Jão e de alguns dos autores. Já na capital paulista apenas Jão e Ing Lee estarão no evento.

PARAFUSO 1 reúne 12 artistas de Belo Horizontehttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2019/11/PARAFUSO-1-Jão.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2019/11/PARAFUSO-1-Jão-150x150.jpgRenato LebeaunotíciasquadrinhosAline Lemos,Batista,Bruno Pirata,Daniel Pizani,Estevam,Faw Carvalho,Gabriel Nascimento,Ing Lee,Jão,João Belo,Julhelena,Laboratório de Quadrinhos Potenciais,Miguilim,PARAFUSO,Priscapaes,PuloFacebook Twitter Instagram Youtube Antologia de quadrinhos experimentais reflete sobre as possibilidades e as fronteiras da linguagem Depois de três dias de experimentações e exercícios, cada um dos participantes do Laboratório de Quadrinhos Potenciais, residência artística realizada em Belo Horizonte, recebeu uma tarefa para realizar em casa: desenvolver um trabalho inédito para a revista...O Impulso HQ é um site e canal no YouTube dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!