abertura4

Luiz Gê: um brinde à sua volta

Uma noite histórica!

Não leitor, não é exagero começar o post uma frase de impacto dessa!

Na ultima sexta feira, dia 29 de maio, aconteceu o lançamento do álbum da editora Ática, O Guarani, adaptação em quadrinhos do romance de José de Alencar, a obra tem arte de Luiz Gê, que divide o roteiro com Ivan Jaf.

Não só pelo fato de ser o lançamento da obra, a noite foi especial, pois marca a volta de Luiz Gê, o desenhista não produzia quadrinhos há quase 20 anos, e o seu retorno era mais do que aguardado.

024

HQMIX Livraria: Fila para conseguir o autógrafo de Luiz Gê

O Impulso HQ esteve lá para registrar o a noite do lançamento e conferir alguns depoimentos de amigos e admiradores de Luiz Gê, que compareceram em peso na HQMIX Livraria, que ficou lotada, e determinado momento da noite os fãs tiveram que encarar até uma fila para conseguir o tão cobiçado autógrafo do quadrinhista.

Luiz Gê chegou animado e foi logo preparando os seus carimbos personalizados e a sua caneta, que até o final da noite não se mantiveram parados.

073

Quadrinhista se ultilizou de carimbos personalizados para autografar e enfeitar os álbuns

Foi uma noite que contou com a presença de jornalistas, músicos, gerações de quadrinhistas, editores, professores, enfim, uma variedade de nomes que fizeram e fazem parte da história das HQs no Brasil, como Gil Tókio, Will, Laudo Ferreira Jr. Spacca, Daniel Esteves, Salvador Sal, Koblitz, Gabriel Bá, Fábio Moon, Xalberto, Morgani Filho, Paulo Ramos, Arrigo Barnabé, Silvio Alexandre, Jal e muitos outros.

111

O quadrinhista Spacca garante o seu exemplar

O Impulso HQ conversou com alguns dos presentes para registrar o que eles esperam dessa volta de Luiz Gê, e conseguimos relatos impressionantes de como o autor marcou gerações e como o seu retorno era esperado ansiosamente, foi o caso de Carlos Alberto Paes de Oliveira, oXalberto.

“Conhecendo o trabalho de Luiz Gê a expectativa é enorme. Sobre a edição não dá pra negar que é uma vertente do mercado e nesse sentido a sua volta é mais do que importante! Só espero que os autores não se acomodem e parem de produzir. Gosto de ver coisas novas. No caso de Luiz Gê estou particularmente ansioso devido ao fato da sua parada de alguns anos na produção de HQs”.

034

Entre os presentes não poderia faltar um companheiro de Luiz Ge de muitos anos, Arrigo Barnabé, compositor renomado, com vários discos gravados, e um de seus sucessos mais elogiados pela crítica é “Clara Crocodilo”. Sobre o trabalho de Luiz Gê o compositor afirma:

“Minha parceria com ele é de muitos anos, foi Gê que ilustrou “Tubarões Voadores” em 1984, acho que deve ser a primeira HQ da história musicada, pra mim foi a primeira banda sonora de HQ que se tem notícia, trabalho com Gê desde o meu primeiro álbum “Clara Crocodilo”. Ele é a pessoa mais talentosa que eu conheço”.

15

Filha do lado de fora da livraria

Silvio Alexandre, editor e um dos organizadores do Troféu HQMIX afirma:

“Estava mais do que na hora dessa volta tardia de Luiz Gê. Espero que volte para ficar, e com certeza veremos novos trabalhos”.

131

No lado direito: manequim com HQ desenhada por Luiz Gê

Morgani Filho, professor e cartunista também ressalta a importância de Luiz Gê nos quadrinhos nacionais:

“Ele volta em um momento em que o cenário editorial recebe muito o tipo de material que ele produz. Sou muito fã de Luiz Gê, e sei que ele fez escola, sofri influencia do trabalho dele e do seu uso da linguagem cinematográfica e desenho industrial que ele se utiliza. O seu álbum sobre a Avenida Paulista é incrível, bem que podiam relançar. A grande diferença do seu álbum de adaptação de literatura para HQ, é que o momento é realmente outro. Tudo o que se falava de HQ com literatura sofria um certo preconceito, mas hoje já o que se está produzindo é bem superior a antigamente. A HQ não é mais um aperitivo da obra, não a obra em si. Hoje existe uma grande preocupação com o conteúdo e passar realmente do que se trata. O material de Luiz Gê pode ser referência nas escolas”.

12

Outras obras produzidas por Luiz Gê

O álbum mencionado é uma história em quadrinhos sobre a Avenida Paulista, publicada na revista da empresa de pneus Good Year. Parece que reeditá-la já estão nos planos de Luiz Gê, segundo informa Paulo Ramos no Blog dos Quadrinhos.

064

O quadrinhista Koblitz com o caricaturista Ricardo Soares

Quem esteve lá ainda pode aproveitar e conferir um manequim com uma história em quadrinhos desenhada pelo por Luiz Gê e alguns dos seus albúns já publicados. Sem contar que ainda podia levar para casa uma caricatura de Ricardo Soares, que estava lá desenhando na hora e em determinado momento até apareceu um violinista para abrilhantar ainda mais o evento!

054

Os irmãos Gabriel Bá e Fábio Moon também estavam no evento para prestigiar o autor

Enfim, foi uma noite que marcou uma grande volta de um grande mestre nacional das histórias em quadrinhos, e não poderíamos deixar de concluir este post da mesma maneira que começamos, encerrando da forma mais clara de como foi a noite de sexta feira, dia 29 de maio de 2009.

Uma noite histórica!

Renato LebeauquadrinhosArrigo Barnabé,Daniel Esteves,Fábio Moon,Gabriel Bá,Gil Tokio,Guarani,hqmix,Ivan Jaf,JAL,José de Alencar,Koblitz,Laudo Ferreira Jr. Spacca,Luiz Gê,Morgani Filho,Paulo Ramos,Ricardo Soares,Salvador Sal,Silvio Alexandre,Will,XalbertoLuiz Gê: um brinde à sua volta Uma noite histórica! Não leitor, não é exagero começar o post uma frase de impacto dessa! Na ultima sexta feira, dia 29 de maio, aconteceu o lançamento do álbum da editora Ática, O Guarani, adaptação em quadrinhos do romance de José de Alencar, a obra...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe