Está chegando às livrarias e lojas de quadrinhos “Isto é Tóquio, Charlie Brown!”, segundo álbum da série Snoopy publicada pela Editora Nemo. Em uma história inédita, a turma do Minduim, criada por Charles Schulz, viaja a Tóquio para um dos maiores desafios que já enfrentaram: ganhar um jogo de beisebol!

Charlie Brown é um péssimo arremessador e comanda um time que nunca ganhou uma partida sequer, e que para completar tem um cachorro como melhor jogador. Após perder mais um arremesso e deixar seus amigos zangados com a eliminação do time na temporada de beisebol, Charlie Brown recebe uma carta do presidente dos Estados Unidos, convocando-os para representarem o país numa partida de beisebol no Japão.

Ao contar sobre a carta para seus amigos, todos se esquecem das antigas derrotas, e até mesmo Patty Pimentinha, excelente jogadora de uma liga superior, decide integrar a equipe e embarcar na aventura. O próprio Charlie Brown, antes desiludido com o esporte, acaba se animando e ganha novas esperanças de vencer algum jogo e se consagrar entre seus amigos. Em uma semana, todos chegam a Tóquio e aproveitam para conhecer a capital do Japão, divertindo-se ou se admirando com as diferenças culturais. Mas, como não podia deixar de acontecer, Snoopy se mete em algumas confusões, que incluem uma desastrada luta de sumô.

Porém, conforme o tempo passa, Charlie Brown volta a ficar preocupado com a proximidade do jogo e a possibilidade de uma nova derrota, somada à vergonha de perder fora do próprio país. Patty Pimentinha joga muito bem, mas conseguirá ela levar esse time de araque à sua primeira vitória?

Enquanto a trama principal acontece, o leitor é apresentado de maneira sutil a costumes, pontos turísticos e detalhes da cultura japonesa, retratada com traços concisos e marcantes ao estilo de Charles Schulz. A narrativa leve utiliza um humor inteligente, conduzido ao longo de toda a HQ, tornando-a ideal para umas boas risadas!

Charles M. Schulz certa vez descreveu a si mesmo como alguém “nascido para desenhar tiras de quadrinhos”. Nascido em Minneapolis, com apenas dois dias de vida um tio o apelidou de “Sparky”, inspirado no cavalo Spark Plug, da tirinha de Barney Google. Por toda a juventude, ele e seu pai compartilharam um ritual nas manhãs de domingo: ler as tirinhas de humor.

Depois de servir no Exército durante a Segunda Guerra Mundial, a primeira grande oportunidade de Schulz veio em 1947, quando ele vendeu para o St. Paul Pioneer Press a série de cartuns intitulada “Li’l Folks”. Em 1950, Schulz se juntou ao United Feature Syndicate, e em 2 de outubro daquele ano a tira “Peanuts” (mais conhecida no Brasil como “Snoopy”) estreou em sete jornais. Charles Schulz morreu em Santa Rosa, Califórnia, em fevereiro de 2000, poucas horas antes que a última tirinha desenhada por ele circulasse nos jornais de domingo.

Snoopy: Isto é Tóquio, Charlie Brown!
Série: Snoopy
Editora Nemo
Autor: diversos autores a partir das tiras de Charles M. Schulz
Tradução: Wellington Srbek
17 x 26 cm
104 páginas
R$28,00

Renato LebeauquadrinhosCharles M. Schulz,Isto é Tóquio Charlie Brown!,Nemo,Snoopy,Wellington SrbekEstá chegando às livrarias e lojas de quadrinhos “Isto é Tóquio, Charlie Brown!”, segundo álbum da série Snoopy publicada pela Editora Nemo. Em uma história inédita, a turma do Minduim, criada por Charles Schulz, viaja a Tóquio para um dos maiores desafios que já enfrentaram: ganhar um jogo de...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe