2017 foi um ano que marcou a entrada de novas editoras no mercado de quadrinhos e a Todavia fez sua estreia com a publicação O Bulevar dos Sonhos Partidos, do norte-americano Kim Deitch.

Deitch é um dos nomes mais importantes do quadrinho underground dos Estados Unidos. Autor de The Search for Smilin’ Ed!, Shadowland, Alias, The Cat, entre outras, nasceu em 1944 em Los Angeles, começou a publicar seus trabalhos em 1967 e chegou a participar da lendária revista RAW, editada por Art Spiegelman.

Seu pai foi um artista, animador e diretor de cinema chamado Gene Deitch, que trabalhou em diversas animações, incluindo Popeye, Tom e Jerry, Krazy Kat e até mesmo uma adaptação de O Hobbit, de J.R.R. Tolkien, em 1966.

A HQ retrata o início da história da animação nos Estados Unidos sob o ponto de vista do personagem Ted Mishkin, criador do gato Waldo, um dos maiores sucessos dos anos 1930. Mas a inspiração para a criação do personagem é algo perturbador, já que Waldo é um tipo de amigo imaginário que Ted criou ainda na infância.

A similaridade com o Gato Félix é explicada pelo autor já no começo do quadrinho. Na introdução, Deitch conta que esse tipo de gato humanoide escuro era recorrente em praticamente todos os desenhos animados da década de 1920.

Ao longo do quadrinho fazemos uma viagem pela história, de apresentações teatrais que usavam animações, passando pelo início das produções em série, até o surgimento dos parques de diversões temáticos e a transformação em uma indústria milionária.

A arte de Deitch mistura o estilo underground norte-americano, um preto e branco em alto contraste, com o design dos desenhos animados do início do século passado, enquanto o roteiro mostra a influência que Waldo exerce na vida de Ted e na de outros personagens, independente de conseguirem vê-lo ou não, de forma crescente e em alguns momentos perturbadora.

O autor também aproveita a estética da animação dos anos 1930 para tornar a narrativa de algumas cenas mais surreais, com vários elementos saindo dos quadros.

Junto com Black Hole, lançado pela DarkSide, e Paciência, lançado pela Nemo, O Bulevar dos Sonhos Partidos é um dos títulos lançados em 2017 que todo fã de quadrinhos com essa pegada underground não pode deixar de conferir.

Às vezes nos perguntamos: De onde é que veio essa ideia? Depois de ler essa HQ você fica com a sensação de que, em alguns casos, é melhor não saber a resposta.

O Bulevar dos Sonhos Partidos
Editora Todavia
Autor: Kim Deitch (com Simon Deitch)
Tradução: Maria Clara Carneiro
Preto e Branco
160 páginas
15,7 x 23 cm

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2018/02/Bulevar-dos-Sonhos-Partidos.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2018/02/Bulevar-dos-Sonhos-Partidos-150x150.jpgPedro FariaNas bancas / Nas livrariasquadrinhosresenhasKim Deitch,Maria Clara Carneiro,O Bulevar dos Sonhos Partidos,Simon Deitch,TodaviaFacebook Twitter Instagram Youtube 2017 foi um ano que marcou a entrada de novas editoras no mercado de quadrinhos e a Todavia fez sua estreia com a publicação O Bulevar dos Sonhos Partidos, do norte-americano Kim Deitch. Deitch é um dos nomes mais importantes do quadrinho underground dos Estados Unidos....O Impulso HQ é um site e canal no YouTube dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe