O mundo amanheceu em grande tristeza. Faleceu nesta quarta-feira, aos 76 anos, o físico e pesquisador britânico, Stephen William Hawking. A morte foi comunicada por sua família à imprensa inglesa. “Estamos profundamente tristes pela morte do nosso pai hoje”, disseram seus filhos Lucy, Robert e Tim. “Era um grande cientista e um homem extraordinário, cujo trabalho e legado viverão por muitos anos”. A causa da morte ainda não foi divulgada. Stephen Hawking morreu em sua residência em Cambridge, na Grã-Bretanha.

Stephen Hawking nasceu em 8 de janeiro de 1942, exatamente 300 anos após a morte de Galileu, e morreu no mesmo dia do nascimento de Albert Einstein (14 de março de 1879). Hawking era portador de esclerose lateral amiotrófica (ELA), uma doença degenerativa sem cura que causa a paralisia progressiva dos músculos sem danificar, contudo, as funções cerebrais.

O físico mais conhecido depois de Einstein obteve esse status pela sua incrível trajetória, persistência e luta contra a doença, além de inúmeros estudos no campo da física, principalmente por seus estudos sobre buracos negros, cosmologia teórica e gravidade quântica, se tornando, portanto, um dos mais influentes e respeitados estudiosos da atualidade.

No final da década de 1960, Hawking ganhou fama com sua teoria da singularidade do espaço-tempo, aplicando a lógica dos buracos negros a todo o universo. Ele detalharia o tema ao público em geral no livro “Uma breve história do tempo”, best-seller lançado em 1988. Na sua trajetória foi autor de 14 livros, entre eles “O universo em uma casca de noz” e “Uma breve história do tempo”.

Sua vida foi contada no filme A Teoria de Tudo baseado no livro de memórias “Travelling to Infinity: My Life with Stephen,” de Jane Hawking. O longa foca no relacionamento do famoso físico com sua esposa Jane (vivida por Felicity Jones). O filme trouxe Oscar de melhor ator para Eddie Redmayne. Stephen ao assistir o filme chorou e declarou “extremamente realista” e autorizou que sua voz fosse utilizada no corte final.

Hawking foi o primeiro em suas condições a experimentar sensação de ausência gravidade e ainda tinha vontade de viajar para o espaço, ao experimentar ausência de gravidade, declarou “Espaço, lá vou eu” e hoje, NASA publicou:

“Suas teorias desbloquearam um universo de possibilidades que nós e o mundo estamos explorando. Pode continuar voando como Superman em microgravidade, como você disse aos astronautas no @Space Station em 2014”.

RIP Stephen Hawking.

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2018/03/Stephen-Hawking.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2018/03/Stephen-Hawking-150x150.jpgMarina CiconelinotíciasquadrinhosStephen HawkingFacebook Twitter Instagram Youtube O mundo amanheceu em grande tristeza. Faleceu nesta quarta-feira, aos 76 anos, o físico e pesquisador britânico, Stephen William Hawking. A morte foi comunicada por sua família à imprensa inglesa. 'Estamos profundamente tristes pela morte do nosso pai hoje', disseram seus filhos Lucy, Robert e Tim. 'Era...O Impulso HQ é um site e canal no YouTube dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!