kurt-cobain-conrad-3Artistas que morreram aos 27 anos como Jim Morrison, Janis Joplin, Jimi Hendrix, Robert Johnson e Brian Jones serão retratados

A Conrad Editora lança em novembro o segundo volume da Coleção O Clube dos 27. Este clube foi inaugurado por Robert Johnson, nos anos 1930, um dos bluesmen mais influentes da história. Ele teria vendido sua alma ao diabo em troca virtuosidade no violão.

kurt-cobain-conradAos 27 anos é a hora de pagar o preço. Essa lenda, que há muito tempo permeia o mundo do rock, ganhou força com outros músicos que também morreram na mesma idade. Assim foi com Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison, Brian Jones, Amy Winehouse e Kurt Cobain. Depois de inaugurar a Coleção, em 2013, com a HQ de Amy Winehouse, agora é a vez de Kurt Cobain, o líder da banda Nirvana, morto em abril de 1994.

O livro Kurt Cobain – quando eu era um alien (96 páginas, R$ 39,90) é uma graphic novel biográfica que tem roteiro e arte dos italianos Danilo Deninotti e Toni Bruno. O foco da HQ é o caminho que Kurt percorreu para chegar a ser o ídolo que marcou uma geração com seu som e letras: começa na infância e termina com a banda Nirvana gravando seu álbum de maior sucesso, Nevermind. Nesta HQ da dupla italiana fica evidente quem foram as pessoas que ajudaram aquele jovem inquieto a dar vazão a sua criatividade e a música.

A HQ começa com Kurt vivendo uma infância difícil, seus pais brigam e ele começa a se sentir como um alien naquele ambiente, o menino vivia numa família instável, quando ainda descobria o rock com bandas como os Beatles e The Monkees. A adolescência chega e ele usa a música como válvula de escape. No conflito constante com os adultos, Kurt conhece Matt Lukin, baixista e cofundador do Mudhoney, Roger “Buzz” Osbourne, compositor principal dos Melvins e Thurston Moore e Kin Gordon, o guitarrista e a baixista do Sonic Youth, um dos grupos preferidos de Kurt.

kurt-cobain-conrad-1O álbum traz uma galeria com as personagens, referências musicais, audiovisuais e literárias sobre Kurt e o Nirvana e uma introdução de Davide Toffolo, roteirista de HQ e músico italiano, fundador da banda TARM. Os capítulos do livro são pautados por trechos de músicas e letras de Kurt. A edição é em capa dura (edição de luxo) e em duas cores, com o azul representando a angústia do jovem Cobain.

Kurt Cobain – quando eu era um alien
Editora Conrad
Roteiro: Danilo Deminotti
Arte: Toni Bruno
Tradução: Bruno S. R.
96 páginas
R$ 39,90

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/11/kurt-cobain-conrad-4.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2015/11/kurt-cobain-conrad-4-300x300.jpgRenato LebeauquadrinhosBruno S. R.,Clube dos 27,conrad,Danilo Deminotti,Kurt Cobain,Toni BrunoArtistas que morreram aos 27 anos como Jim Morrison, Janis Joplin, Jimi Hendrix, Robert Johnson e Brian Jones serão retratados A Conrad Editora lança em novembro o segundo volume da Coleção O Clube dos 27. Este clube foi inaugurado por Robert Johnson, nos anos 1930, um dos bluesmen mais influentes...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe