Harry-Potter-and-the-Cursed-Child-1Hermione Granger. Emma Watson pode interpretar, Crista Flanagan pode satirizar, mas Noma Dumezweni ninguém quer aceitar?

Os fãs ardorosos de Harry Potter ganharam um presente: a peça “Harry Potter and the Cursed Child”, que narra as aventuras adultas de Harry, Ron e Hermione. Inicialmente uma peça, seu conteúdo foi transliterado e tornou-se o oitavo livro da franquia do bruxo criado por J.K. Rowling. Seria um prêmio para os fãs se… Noma Dumezweni não fosse uma atriz negra. Acostumados com a versão cinematográfica, muitos fãs reclamaram de sua interprete no teatro e a internet virou alvo de uma série de discussões.

Diferente de sua etnia, a atuação de Noma, vencedora do Prêmio Laurence Olivier, não foi questionada, muito pelo contrário. A escolha empolgou tanto aos fãs quanto a criadora da personagem, que se manifestou publicamente sobre a situação afirmando que nunca deixou a etnia de Hermione clara, o que não só é verdade como desde sempre inspirou fan arts em que a personagem tem traços afros descendentes ou mestiços.

“Com minha experiência em mídias sociais, eu sabia que os idiotas se manifestariam” – disse a escritora numa entrevista dada ao Observer – “Mas o que posso dizer? O mundo é assim. Norma foi escolhida por ser a melhor mulher para o papel”.

Harry-Potter-and-the-Cursed-Child-2Rowling lembrou o fato da série não demonstrar abertamente as características de seus personagens tem feito com que muitos fãs insiram as diversidades com a quais tem afinidade. Muitos atribuem características gays a Dumbledore e as características iídiches de outros personagens. Características que a autora foi introduzindo retroativamente (sempre que sinalizadas por algum fã) para tornar os personagens ainda mais simpáticos e relevantes.

“Um bando de racistas me disseram o porquê Hermione ficou embranquecida: ela levou um choque e perdeu a cor original de sua face, tornando-se uma mulher branca. Tive certa dificuldade para lidar com isso, mas evitei ficar entusiasmada demais e declaro que Hermione pode sim, ser uma mulher negra e que a mudança terá minha benção”.

Conforme o estudo feito por um site, apenas 0,47% de todas as falas ditas nos oito livros dos personagens são ditas por negros; e não tem como esconder a decepção popular com o elenco 100% caucasiano de Animais Fantásticos e Onde Habitam.

Harry-Potter-and-the-Cursed-Child-4
Fan arts invadiram a internet em apoio à escolha de Noma Dumezweni para interpretar Hermione Granger

O Black Washing e Hermione representa uma mudança importante, pois determina que uma personagem negra pode não só estar em pé de igualdade como superar um protagonista branco.

Polêmicas a parte, a verdade é que até Harry Potter e o Cálice de Fogo, a personagem era descrita como alguém com olhos castanhos, cabelo desgrenhado e dentes grandes. Os reclamões possivelmente seguiram a saga apenas no cinema ou leram os livros imaginando as feições e as vozes de seus interpretes na telona.

A verdade é que não é de hoje que as trocas de etnia incomodam os fãs que passam a elogiar as interpretações dos atores após assistir os filmes que defenestravam.

Qual a sua opinião sobre o assunto, Impulsivo Leitor?

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2016/06/Harry-Potter-and-the-Cursed-Child.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2016/06/Harry-Potter-and-the-Cursed-Child-300x300.jpgAlexandre DassumpcaoquadrinhosCursed Child,Harry Potter,Hermione Granger,J. K. Rowling,Noma DumezweniHermione Granger. Emma Watson pode interpretar, Crista Flanagan pode satirizar, mas Noma Dumezweni ninguém quer aceitar? Os fãs ardorosos de Harry Potter ganharam um presente: a peça “Harry Potter and the Cursed Child”, que narra as aventuras adultas de Harry, Ron e Hermione. Inicialmente uma peça, seu conteúdo foi transliterado...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe