O filme “Your Name” dispensa qualquer tipo de apresentação. Superando A Viagem de Chihiro e se tornando a maior bilheteria de uma animação japonesa da história com 358 milhões de dólares, o longa, do já consagrado Makoto Shinkai, conseguiu reunir uma legião de defensores e hoje em dia já é um consenso no meio otaku que Your Name é incrível.

A popularidade foi tamanha que em 2017 a rede Cinemark exibiu o longa animado no Brasil. Além do filme, a obra ganhou uma adaptação em mangá em 3 volumes, publicada aqui no Brasil pela editora JBC e uma novelização, que em outubro chegou às livrarias pela Editora Verus.

A premissa, apesar de simples, consegue cativar e chamar muito a atenção de todos. A história é focada no casal Mitsuha e Taki. Mitsuha é uma garota do interior, filha do prefeito e neta da sacerdotisa de seu vilarejo, que sonha com coisas mais chiques como cafeterias, passeios e todo o ar da cidade grande.

Já Taki é um garoto de Tokyo, com um trabalho de meio período, um gosto por pintar paisagens e uma visão globalizada do mundo, sem se prender tanto a costumes antigos. Por motivos revelados apenas mais para o final da história, um acaba trocando de lugar com o outro.

No começo, ambos acreditam que estão passando por sonhos muito realistas, mas, com o passar do tempo e comentários de seus amigos sobre “como estavam estranhos” no dia anterior, além de mensagens nos cadernos e nos celulares, os dois percebem o que está acontecendo. Sem conseguir entender, eles começam a trocar informações sobre o que está acontecendo e dicas para um cuidar melhor do corpo e do bolso um do outro.

No corpo de Mitsuha, juntamente com Taki, conhecemos sua irmã, sua avó, seus costumes, suas tradições e principalmente, um conceito que permeia toda a história, o Musubi. Com isso, a própria narrativa muda e aquela sensação de “história de troca de corpo de novo?” some e ficamos apenas presos a história pensando no que vai acontecer a seguir.

Porém, de uma hora pra outra, eles param de trocar de corpos. Taki fica preocupado, querendo entender o que aconteceu. Mesmo sabendo o celular de Mitsuha, ele nunca atendia, nem mesmo quando eles estavam em contato. Então, Taki vai em uma jornada, com seus dois amigos mais próximos, procurando por Mitsuha, sabendo apenas a paisagem do local em que ela mora.

A primeira vista pode soar clichê, mas o desenvolvimento bem feito de Your Name, com personagens bem contrastantes e fazendo eles atuarem um com o outro é algo muito bem utilizado. O famoso “clichê bem feito”.

Mas, Your Name não se prende pelo clichê indo muito além disso Trata da preciosidade da vida e de como o tempo flui. O Musubi. O destino. Forças que se entrelaçam, se emaranham,se quebram, mas sempre se reconectam.

Como resultado é impossível não lembrar outro conceito oriental bem famoso, o Akai Ito. Um fio vermelho ligado no dedo de duas pessoas, desde que elas nasceram, quando estão predestinadas a se amar. Não importa o tempo, nem a distância, nem nada que aconteça no meio do caminho, no final, as extremidades desse fio vão se unir, então você descobrirá a felicidade verdadeira.

Entretanto, também é possível ler uma mensagem que é passada de maneira mais abstrata mas ainda é válida comentar: Conheça o passado, abrace o futuro. Da mesma forma que temos que aceitar a modernização ao nosso redor, é necessário dar o devido respeito à todas as tradições e costumes que herdamos. Não podemos desmerecê-las, tampouco, podemos valorizá-las como a verdade única e absoluta.

Como já mencionado, a novelização de Your Name chega ao Brasil pela editora Verus como uma cópia idêntica do filme, e isso não é necessariamente um problema. Apesar do bom roteiro, não apresenta técnicas literárias de um escritor mais experiente o que pode causar certo desconforto. Mas se tratando de outra midia, traz uma nova perspectiva sobre a obra, o que faz com que sua leitura seja algo que acrescente bastante aos fãs.

A Editora Verus fez um trabalho muito bom no livro. Simples, porém muito eficaz no que se propõe. Boa revisão com tradução muito bem feita, embora falte um ou outro artigo que deixa a gente confuso sobre quem está falando naquele momento, mas nada que o contexto não diga. Preço acessível e papel de boa qualidade.

Your Name é um livro com um roteiro excelente e recomendado para qualquer fã da obra original, porém, não recomendado para ser o primeiro contato com a obra. Se você nunca ouviu falar de Your Name, veja o filme, depois, se quiser, compre o livro e se divirta.

Your Name
Editora Verus
Autor: Makoto Shinkai
Tradução: Karen Kazumi Hayashida
14 x 21 cm
192 páginas
R$ 29,90

http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2018/11/your-name-verus-2.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2018/11/your-name-verus-2-150x150.jpgMatheus Zucafora das HQsquadrinhosresenhasEditora Verus,Karen Kazumi Hayashida,Makoto Shinkai,Your NameFacebook Twitter Instagram Youtube O filme 'Your Name' dispensa qualquer tipo de apresentação. Superando A Viagem de Chihiro e se tornando a maior bilheteria de uma animação japonesa da história com 358 milhões de dólares, o longa, do já consagrado Makoto Shinkai, conseguiu reunir uma legião de defensores...O Impulso HQ é um site e canal no YouTube dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe