Festival Internacional de Quadrinhos

Após muito tempo de espera, foram anunciados os primeiros detalhes da próxima edição do Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ).  Realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, o evento foi adiado para 2018, entre os dias 30 de maio e 8 de junho, por conta das mudanças que ocorreram na gestão na secretaria de cultura da cidade.

Para entender com mais detalhes a situação do evento e debater as propostas para a comunidade, um grupo de quadrinistas se reuniu com o secretário de cultura da capital, Juca Ferreira, e o coordenador do FIQ, Afonso Andrade.

O quadrinista Régis Luiz, porta-voz da Representação de Quadrinistas de Belo Horizonte, falou sobre como foi o encontro:

“A reunião foi positiva. Os dois responderam alguns questionamentos específicos sobre a produção e curadoria do FIQ, permitindo entender melhor a situação do evento. Declaramos que somos favoráveis a decisão do adiamento para que o evento ocorra da melhor forma possível, mas mostramos nossa insatisfação em relação ao problema do orçamento. Fizemos questionamentos sobre a transparência da produção do evento, dos espaços utilizados e outros detalhes.”

Durante a reunião foi explicado que o orçamento do evento ainda não está definido e que isso será resolvido em outubro. A partir de setembro acontecerão reuniões abertas para discussão do FIQ, Delas poderão participar artistas, produtores culturais e a comunidade em geral.

“Percebemos que estão sendo tomados todos os cuidados para que o FIQ mantenha sua qualidade, independente do orçamento e da estrutura. Eles vão abrir para a comunidade uma participação mais ativa na colaboração. A secretaria se comprometeu a ampliar o diálogo com os quadrinistas e as demandas do público para a realização das atividades”, comentou o quadrinista.

Essa participação colaborativa será o tema central do próximo festival, que mostrará como as histórias em quadrinhos fazem ligações entre pessoas e com outras mídias unindo o evento, a comunidade e os conteúdos.

Afonso Andrade, coordenador do FIQ, destacou:

“O festival continuará oferecendo uma programação de qualidade e gratuita e sendo uma referência fundamental para os quadrinhos no Brasil e no mundo. Nossa ideia é que os quadrinistas, principalmente de Belo Horizonte, possam ter uma participação mais efetiva na construção do festival. O FIQ também irá ressaltar, em sua programação, o aspecto colaborativo presente na criação e edição dos quadrinhos.”








http://impulsohq.com/wp-content/uploads/2017/08/fiq-festival-internacional-de-quadrinhos.jpghttp://impulsohq.com/wp-content/uploads/2017/08/fiq-festival-internacional-de-quadrinhos-150x150.jpgRenato LebeaunotíciasquadrinhosAfonso Andrade,Festival Internacional de Quadrinhos,FIQ,Juca Ferreira,Régis LuizApós muito tempo de espera, foram anunciados os primeiros detalhes da próxima edição do Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ).  Realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, o evento foi adiado para 2018, entre os dias 30 de maio e 8 de junho, por conta das mudanças que ocorreram na gestão...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe