abertura

Antes de começar o texto sobre a cobertura, devido ao grande volume de material, a equipe do Impulso HQ decidiu dividir tudo em posts, o que irá gerar uma série de postagens sobre o FIQ! 2009, assim poderemos fazer um especial sobre o festival.

Foram mais de 500 fotos tiradas (esse material será editado e colocado em galerias de imagens), mais de 30 depoimentos, entre eles dos quadrinhistas independentes como Mario Cau, Priperca, Fábio Turbay, também fomos atrás das editoras que como vocês já devem saber, as grandes não compareceram, a não ser pela Cia das Letras, que estava representada por André Conti, que prontamente concedeu uma entrevista para o site.

ed_barrow

Eddy Barrows

Também falamos com nomes já consolidados como Luiz Gê e José Aguiar, não deixamos escapar a oportunidade de falar com os irmãos Gabriel Bá e Fábio Moon, Rafael Grampá, com o pessoal do Mondo Urbano e com os desenhistas brasileiros que produzem para o mercado americano Ivan Reis e Eddy Barrows.

olivier_tallec

Olivier Tallec (França)

E as entrevistas não param por ai, entrando no escalão internacional você irá conferir Craig Thompson, Vasilis Lolos, Becky Cloonan, Olivier Tallec e Guy Delisle.

Felipe-Cazelli

Felipe Cazelli

Mas antes de começar gostaria de pedir desculpas à Felipe Cazelli, roteirista de Almanaque Gótico nº2, que concedeu uma entrevista super bacana sobre o quadrinho de terror no Brasil e a iniciativa da Almanaque Gótico de resgatar o gênero dando uma nova roupagem e que infelizmente por um descuido meu, o arquivo de áudio acabou sendo deletado! Com certeza o Impulso HQ irá concertar isso em breve.

Depois de tudo explicado vamos ao evento.

expo_batman2

O FIQ! (Festival Internacional de Quadrinhos) é o maior evento de quadrinhos do Brasil, sendo organizado pela casa 21, com apoio da prefeitura de Belo Horizonte, ocorreu de 6 a 12 de outubro no Palácio das Artes e no Parque Municipal e contou com diversas atrações como exposições, palestras, workshops, debates, análises de portifólios, inclusive por Eddie Berganza, editor da DC Comics e David Campitti, da Glass House e sessões de autógrafos.

ed_berganza

Eddie Berganza, editor da DC Comics

Nossa cobertura começou na sexta-feira, no quarto dia de evento, e apesar das noticias das chuvas que ocorreram nos dias anteriores, e como isso afetou o evento, encontramos tudo funcionando, de certo modo a sexta-feira foi tranqüila e com público, então logo de cara fomos prestigiar a exposição de Mundo Canini, que retratava com painéis e linhas do tempo a obra de Renato Canini, um dos homenageados do evento e responsável pela criação do personagem Zé Carioca. A exposição teve curadoria foi de Rodrigo Rosa e Lancast.

expo_canini

Exposição:  Mundo Canini

Mas antes de chegar ao espaço Canini, um grande jogo de futebol foi montado para os visitantes, a verdade trata-se de um pimbolim que as peças são caricaturas de jogadores. Era quase que irresistível para o publico não querer jogar um pouco.

pinball_gigante

Pinball gigante

Outra mostra que foi bastante visitada e apreciada foi o Supermercado Ferraile, dos quadrinhistas franceses Cizo e Frédéric Felder, que exibia embalagens divertidas e inusitadas, e o mais legal é que todos estavam à venda.

mercado_frances

Supermercado Ferraile

Aliás, os espaços para as exposições e o conteúdo em si estavam maravilhosos, quem foi pode conferir o que se produz em várias partes do mundo como Alemanha, China, Canadá, França por artistas que em sua maioria eram desconhecidos para o publico brasileiro.

expo_inter

Área das exposições internacionais

E por falar em artistas internacionais, outra atração do FIQ! Com certeza foi a presença deles nos lançamentos dos álbuns estrangeiros, e a maioria demonstrou grande alegria em estar no evento e é claro para os fãs alegria maior foi à oportunidade de pegar autógrafos com eles. Craig Thompson nesse quesito foi o mais cobiçado com o seu álbum Retalhos.

craig_thompson

Craig Thompson autografa no FIQ! 2009

O primeiro bate-papo do dia começou as 14h30 com João Marcos falando da sua experiência com o público infantil, o segundo começou as 18h30, considerado um dos mais importantes do evento, discutia o tema Educação, Bibliotecas e Quadrinhos, a mesa foi composta por Paulo Ramos, Waldomiro Vergueiro, Vitor Amaro Lacerda e João Marcos. O debate girou em torno de se entender os Quadrinhos como ferramenta educacional em sala de aula.

debate_quadrinhos_escola

João Marcos, Waldomiro Vergueiro, Vitor Amaro Lacerda e Paulo Ramos

Simultaneamente aconteceu o a sessão de cinema comentada da série de TV Aline, com a presença do criador da personagem, Adão Iturrusgarai.

batepapo_adao

Bate papo com Adão Iturrusgarai

As 20h:00 começou uma das salas mais cheias do FIQ!, o Bat papo (é assim mesmo) sobre o Batman e seus 70 anos de carreira, com ilustres convidados como Ivan Freitas da Costa (curador da exposição do personagem no FIQ!, que era composta por originais, pôsteres, estatuetas e uma carta datilografada de Dick Sprang), Ivan Reis,  Eddy Barrows , Ben Templesmith, Rafael Albuquerque e Joe Prado, agente de desenhistas. Todo o enfoque é claro ficou no personagem Batman e toda a mitologia do Cavaleiro das Trevas.

bat_papo

Bat papo: Ivan Freitas da Costa, Joe Prado, Eddie Berganza, Rafael Albuquerque, Ben Templesmith, Eddy Barrows e Ivan Reis

expo_batman

Público aprecia exposição em homenagem aos 70 anos de Batman

Mas a sexta-feira não ficou limitada apenas nos debates e exposições, durante todo o dia aconteceram os lançamentos em sua maioria independentes, e falando em independentes não dá para deixar de falar como a presença deles foi fundamental.

lucas_thiago_revistas_dependentes

Lucas e Thiago no estande Revistas Dependentes

Além de levarem excelentes títulos, ficou muito claro que quem aproveitou todo o espaço e o público visitante foram eles, o que demonstra algo bem negativo, porque isso foi decorrência da ausência das grandes editoras que em sua maioria ignorou todo o potencial do evento que com certeza pode chegar ao nível dos melhores eventos sobre quadrinhos do mundo.

integrantes_quarto_mundo

Integrantes do Coletivo Quarto Mundo

Os independentes foram com força total e compareceram com os seus estandes: 10 Pãezinhos, Aurora Comics, Café com Nanquim, Casa dos Quadrinhos, Quadrinhos Dependentes e Quarto Mundo mostraram a vontade de participarem do evento e divulgar o seu trabalho.

leitura_1

Na sexta-feira aproveitamos para falar com Afonso Andrade, um dos organizadores do evento:

IHQ: Como está sendo o FIQ! até o momento?
Afonso Andrade:
Estamos no meio do evento, e ainda temos todo o fim de semana pela frente que é quando esperamos o maior movimento, e por enquanto a avaliação é positiva, a presença das pessoas e dos quadrinhistas os debates e as exposições estão cheios.

IHQ: Para esse ano o FIQ! trouxe mais exposições e mais convidados. Como funciona esse contato com os quadrinhistas?
Afonso Andrade:
Nós tentamos sempre trazer pessoas que estejam publicando lá fora e em produção, tentando mesclar talentos novos e veteranos. Trabalhamos muito também observando quem está ganhando prêmios e que seja interessante trazer.

oficina_desenho_fiq

Oficina de desenho para as crianças

IHQ: E a relação das escolas com o FIQ!, como foi a receptividade?
Afonso Andrade:
A visitação foi toda esgotada, recebemos os visitante no limite que temos par receber o público escolar, tivemos anteontem o bate-papo com o Maurício de Souza com 1.300 crianças de escola lotando o teatro, e elas passeiam, fazem oficinas e participam de bate-papos, a receptividade está sendo enorme.

IHQ: O FIQ! já é considerado um dos maiores eventos do Brasil para a divulgação de HQs, quais são os planos para ele se tornar cada vez maior?
Afonso Andrade:
Primeiro temos que pensar na questão física. Belo Horizonte tem uma certa limitação para um evento do porte do FIQ!, que não é um evento grande mas também não é pequeno, eu diria que é um evento de médio para grande porte. A gente sempre tenta pensar no espaço que ele vai acontecer e isso meio que dá o formato do evento também, mas a idéia é sempre crescer, aumentar o número de convidados, melhorar as exposições e ter um público cada vez maior.

___________________________

A programação de sexta-feira se estendeu até a festa de lançamento da Revista Graffiti nº20 – Especial Mulheres no Lapa Multshow.

Renato LebeauquadrinhosAndré Conti,Becky Cloonan,Craig Thompson,Ed Barrows.,fabio turbay,Fábio Moon,Felipe Cazelli,festival internacional de quadrnhos,FIQ,Gabriel Bá,Guy Delisle,IVAN REIS,José Aguiar,Luiz Gê,Mário Cau,Mondo Urbano,Olivier Tallec,Priperca,Rafael Grampá,Vasilis LolosAntes de começar o texto sobre a cobertura, devido ao grande volume de material, a equipe do Impulso HQ decidiu dividir tudo em posts, o que irá gerar uma série de postagens sobre o FIQ! 2009, assim poderemos fazer um especial sobre o festival. Foram mais de 500 fotos tiradas...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe