Prefeitura de São Paulo lança edital “Arte na Cidade” para incentivar projetos de artes visuais

Com a proposta de transformar espaços livres da cidade em cenário de intervenções artísticas, a Secretaria Municipal de Cultura lança novo edital, focado em artes visuais ao ar livre, com inscrições abertas a partir de 8 de junho.

O objetivo do edital “Arte na cidade” é estimular artistas e curadores a promover intervenções criativas no espaço urbano (edificações, parques e praças). Trata-se de estimular a percepção da cidade pelos seus habitantes, assim como ampliar a noção de espaço público.

O edital foi submetido a curadores representativos na cidade, que colaboraram com sugestões para aperfeiçoamento do texto. Entre eles está Marcelo Araújo, diretor da Pinacoteca do Estado; Agnaldo Farias, um dos curadores da 29ª Bienal de São Paulo; Tadeu Chiarelli, diretor do Museu de Arte Contemporânea e Teixeira Coelho, curador do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP).

Teixeira Coelho destaca que “a abertura de espaços para a arte pública – para a arte realmente pública, aquela que se espalha pela cidade sem cobrar ingresso, sem hora marcada, sem um contexto formal específico e que colhe seu fruidor de surpresa, muitas vezes – é uma tendência global  cada vez mais forte. Apoiar a arte pública é hoje, além de operação justificada em si mesma (a arte nunca necessita de pretextos externos para existir), um ato em favor de uma qualidade de vida renovada.

O belo, o intrigante, o curioso, o atrevido são dimensões da vida urbana que, numa cidade como São Paulo, foram esquecidas ou raramente cultivadas. Esta iniciativa inicia o resgate de uma grande dívida da cidade consigo mesma”.

O processo seletivo se dará em duas fases: primeiramente, uma comissão de representantes das secretarias municipais de Cultura, Subprefeituras, Verde, Desenvolvimento Urbano e, dependendo do caso, da Empresa Municipal de Urbanização (EMURB), farão análise da viabilidade do projeto em relação ao local indicado.

Em seguida, uma comissão composta de, no mínimo, três profissionais experientes da área de artes visuais examinará e selecionará os projetos, com base no portafólio do candidato.

Entre os critérios de avaliação está qualidade artística, contribuição para aprimoramento da linguagem das artes visuais, amplo acesso público, compatibilidade entre o projeto e o local escolhido para desenvolvimento e coerência entre orçamento e cronograma de execução.

Após aprovação, o projeto selecionado terá até seis meses para inaugurar a intervenção.

Serão aceitos projetos de artistas, coletivos, curadores, brasileiros ou estrangeiros residentes no país. As interações podem ser temporárias (com duração de até seis meses) ou semipermanentes (até 2 anos).

O investimento total é de R$ 1,2 milhão, com limite de R$ 200 mil por projeto.

Os interessados, por intermédio de pessoa jurídica, poderão apresentar projetos com orçamento superior ao valor mencionado, mas devem obter os recursos complementares por meio de outras fontes, governamentais ou privadas.

Clique aqui para conferir o edital “Arte na Cidade”.

Renato LebeauquadrinhosArte na cidade,Masp,Museu de Arte de São Paulo,Teixeira CoelhoPrefeitura de São Paulo lança edital “Arte na Cidade” para incentivar projetos de artes visuais Com a proposta de transformar espaços livres da cidade em cenário de intervenções artísticas, a Secretaria Municipal de Cultura lança novo edital, focado em artes visuais ao ar livre, com inscrições abertas a partir de...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe