Visto no Universo Fantástico

A DC Comics chegou na San Diego Comic Con deste ano carregada de novidades. Em quatro dias, foram anunciadas novidades para personagens de todo o universo da editora.

Os destaques ficam para o retorno (ou melhor dizendo, retorno ao papel de protagonista) de Barry Allen em The Flash: Rebirth, o anúncio de Neil Gaiman como roteirista de um arco de histórias de Batman e as aquisições do universo Milestone e dos heróis da Archie, que agora integrarão o Universo DC.

Estavam presentes nos painéis o editor-chefe Dan Didio, o VP de vendas Bob Wayne, os editors Ian Sattler, Mike Carlin, Eddie Berganza, Mike Marts e Jann Jones, além dos criadores Judd Winick, Keith Giffen, Geoff Johns, Ethan Van Sciver, James Robinson, Greg Rucka, Ian Sattler, Peter Tomasi, Bill Willingham, Kevin Smith, Brad Meltzer, Philip Tan, Grant Morrison, J.G. Jones, Alex Sinclair, Gail Simone, Mike Grell, Dwayne McDuffie, Brian Azarello e Dustin Nguyen.

Além de novidades sobre o novo arco de Superman, New Krypton (que você confere aqui), o painel DC Nation no primeiro dia de Comic Con falou da Crise Final e de alguns personagens da editora. O editor-chefe abriu e fechou a convenção dando destaque ao Batman.

Didio abriu o painel dizendo que Batman R.I.P acaba em novembro, mesmo mês em que o cineasta e quadrinhista Kevin Smith fará uma minissérie em três partes com o personagem, que reintroduzirá o vilão Onomatopéia no UDC.

Conhecido nos seus quadrinhos por sua passagem em Demolidor e pela ressurreição do Arqueiro Verde, Kevin Smith também é lembrado por dar cano na Marvel Comics por anos. Levou quatro anos para terminar uma minissérie da Gata Negra com o Homem-Aranha. Em 2004 também lançou a minissérie Bulseye: Target, mas até hoje apenas uma edição viu a luz do dia.

Após ser introduzido, Smith brincou: “vai demorar uns três anos pra ficar pronta”. Depois, contou que os roteiros de duas edições já estão terminados. “A terceira ficará pronta quando minha filha fizer 16 anos”, brincou novamente. Batman: Cacophony terá Walt Flanagan na arte.

Os fãs questionaram a baixa qualidade de Countdown to Infinite Crisis, e os editores se defenderam afirmando que daqui para frente todos os personagens terão histórias como as que vêm sendo desenvolvidas em Lanterna Verde, a exemplo da já anunciada nova fase do Homem de Aço, que já vem engatinhando com os arcos de Atlas e Brainiac nas revistas Superman e Action Comics.

O editor-chefe sinalizou a volta dos Elseworlds, histórias passadas em outras Terras do Multiverso (antigamente, quando o Multiverso ainda não tinha voltado a existir, as séries mostravam outras origens e cronologias dos personagens da editora, a exemplo dos O Que Aconteceria Se…, da Marvel).

Didio também revelou que Judd Winick sairá dos roteiros de Green Arrow/Black Canary, e que seu substituto será Andrew Kreisberg, escritor da série de TV Eli Stone. O editor também confirmou que Paul Dini escreverá uma série mensal da maga Zatanna, como há muito tempo já se especulava.

Geoff Johns confirmou que fica em Lanterna Verde mesmo após o fim de Blackest Night, em 2009, e que as Indigo Lanterns, a Tropa das Safiras Estrela, será vista entre abril ou maio do ano que vem.

Keith Giffen levantou discretamente a possibilidade de Paul Levitz e ele voltarem a trabalhar em Legião dos Super-Heróis, mas disse que “estava só pensando”, quando a platéia reagiu com felicidade à pergunta.
No sábado foi a vez dos painéis Crisis Management e A Guide to Your Universe, um centrado em Final Crisis e outro nos personagens da editora. Dan Didio iniciou o painel deixando dois fãs lerem fotocópias de Final Crisis #3.

Greg Rucka explicou que o especial Final Crisis: Resist, que roteiriza, com artes de Ryan Sook, mostrará os heróis, perdedores da guerra contra o mal, tentando sobreviver. “Imagine que você mora na França ocupada durante a Segunda Guerra Mundial. Agora imagine que a França é este planeta e que os nazistas são os Novos Deuses”, explicou.

Em seguida, Brad Meltzer disse que Final Crisis: Last Will and Testament vai mostrar a última noite dos heróis na Terra, e que “Grant vai explodir com tudo”. Geoff Johns disse que George Peréz desenhou cada personagem que já foi da Legião dos Super-Heróis em Final Crisis: Legion of Three Worlds.

Morrison explicou que “uma vez que a Nova Terra entra em colapso, todo Multiverso acompanha”. Dan Didio disse que os fantasmas de Ralph e Sue Dibny podem aparecer nas histórias de Batman pós-R.I.P.

Já em A Guide to Your Universe, Didio explicou que os heróis da Archie serão introduzidos na DC Comics em Brave and Bold. J. M. Stracynzski revelou que dois heróis serão inseridos por edição. O editor ainda disse que Static, do Universo Milestone, estará na nova formação dos Novos Titãs.

Mike Grell, conhecido por sua passagem por Arqueiro Verde, disse que está preparando o retorno do Guerreiro, uma de suas criações para a editora. Uma minissérie do personagem foi lançada há alguns anos, feita por Bruce Jones.

Grant Morrison disse que após o fim de Batman R.I.P., o Homem-Morcego terá sua “última história” contada em uma HQ em duas partes, Batman: Battle for the Cowl, que ainda terá como personagens principais Asa Noturna, Jason Todd, Silêncio, Robin e Mulher-Gato. Morrison ainda contou que Jason Todd vai ganhar uma grande série após o arco.

Gail Simone disse que trará as verdadeiras amazonas de volta em Mulher-Maravilha.
Neste painel, Brad Meltzer contou que em Final Crisis: Last Will and Testament, Geoforça vai atrás do Exterminador para vingar a morte de sua irmã, Terra. Já Geoff Johns disse que a morte do Caçador de Marte aconteceu porque “Geoff Johns precisava de um Lanterna Negro”.

O último dia de convenção marcou mais um painel DC Nation, para falar sobre a editora como um todo. O destaque do dia ficou para o anúncio de Neil Gaiman e Andy Kubert como equipe criativa do mês de janeiro das HQs do Batman.

O painel começou com Geoff Johns dando mais uma dica sobre o retorno de Bart Allen em Final Crisis: Legion of Three Worlds, mas sem confirmar a volta do personagem. Já Dan Didio disse que Ronald Raymond, antigo Nuclear, será outro dos Lanternas Negros.

Sem muitas novidades, Didio manteve o painel apenas com perguntas dos fãs, até em seu final anunciar que Denny O’Neil cuidará de um especial que mostrará Gotham após o fim de R.I.P., e exibir um vídeo com um caixão com um morcego dizendo “Whatever Happened to the Cape Crusader? Neil Gaiman, Andy Kubert – 2009”.

A DC Comics é atualmente uma das maiores editoras de quadrinhos nos EUA, conhecida por ser a casa de famosos super-heróis como Batman, Superman, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde, Flash, Homem-Borracha, entre outros. Junto com sua linha adulta, Vertigo, e a linha Wildstorm, oferece diversidade para todas as idades.

A DC produz mais de oitenta títulos por mês e cerca de mil por ano. Também é uma das mais antigas empresas do ramo, com setenta anos de publicação contínua.
HQ Maniacs – por Artur Tavares

Visto no Universo Fantástico

Renato LebeauquadrinhosBatman,DC,Neil GaimanVisto no Universo Fantástico A DC Comics chegou na San Diego Comic Con deste ano carregada de novidades. Em quatro dias, foram anunciadas novidades para personagens de todo o universo da editora. Os destaques ficam para o retorno (ou melhor dizendo, retorno ao papel de protagonista) de Barry Allen em The...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe