032

Na segunda sexta-feira do mês de março, dia 13, aconteceu mais um Colóquio Acadêmico do Observatório de HQs, no do Departamento de Comunicações e Artes da ECA.

Coordenado pelo Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro, o encontro acontece toda segunda sexta-feira do mês, e conta com a presença de grandes nomes do quadrinho nacional e apaixonados pelo assunto, disposto a estudar mais a fundo as HQs.

Inicialmente colocaremos no post como foi o Colóquio e em seguida a entrevista com Waldomiro Vergueiro, explicando do que se trata o encontro e como fazer para participar.

Quem por acaso estiver pensando que é uma reunião maçônica com algum aceno de mão secreto, pode esquecer essa idéia, pois o que acontece inicialmente é uma apresentação das novidades do mercado editorial de quadrinhos como lançamentos e matérias abordam o tema em outras publicações como a Revista In – nº206 (Janeiro de 2009) e Revista Família Cristã – nº879 (Março de 2009), além de teses já defendidas.

061

Luis Brandão, que apresentou o mestrado sobre Watchmen

Em seguida aconteceu a presentação de mestrado de Luis Brandão, atualmente desenvolvida na PUC/São Paulo, que será defendida em banca. O objetivo da apresentação é dar a oportunidade aos presentes de levar questões sobre a tese e assim verificar se falta alguma ponta para ser bem definida na tese.

Com o título de “O Mosaico Narrativo de Watchmen – Processos Intersemióticos de construção dos sentidos”, Luis Brandão fez a sua apresentação demonstrando o objetivo, o corpus estudado e discute as narrativas e as características HQ, como a Guerra Fria que é o plano de fundo de Watchmen.

Em seguida é aberto para os presentes tirarem as usas dúvidas e pontos de vista.

Pela programação, deveria acontecer a continuação da discussão do livro “Reading Comics”, de Douglas Wolk, mas devido ao tempo, isso ficou para o próximo encontro do grupo.

Abaixo segue e entrevista realizada com o Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro sobre o Colóquio Acadêmico do Observatório de HQs.

Entrevista:

051

Waldomiro Vergueiro, coordenador dos colóquios acadêmicos

Impulso HQ: O Colóquio Acadêmico do Observatório de HQs trata-se de um curso da ECA? Qual é o objetivo do Observatório dos Quadrinhos?
Waldomiro Vergueiro: Não se trata de um curso. Na realidade, é um encontro regular de pesquisadores, estudiosos e interessados em histórias em quadrinhos, realizado no âmbito das atividades do Observatório de Histórias em Quadrinhos.

Dele participam os pesquisadores do Observatório, alunos de pós-graduação que estão desenvolvendo pesquisas sobre histórias em quadrinhos tanto na ECA como em outras faculdades ou universidades, alunos de graduação interessados em quadrinhos e profissionais de todas as áreas que trabalham, pesquisam ou se interessam por histórias em quadrinhos.

O Colóquio ocorre mensalmente, às primeiras ou segundas sextas-feiras do mês, das 20 às 22 horas.

IHQ: Como surgiu a idéia de se iniciar as reuniões e há quanto tempo já existe o Observatório de Quadrinhos?
W.V.:
O Observatório existe desde 1990, mas anteriormente, ele se chamava Núcleo de Pesquisas de Histórias em Quadrinhos. Assumiu a nova denominação no ano passado, devido a exigências administrativas da Escola de Comunicações e Artes.

As reuniões ocorrem já há cerca de oito anos. A idéia surgiu como uma maneira de ter um encontro regular dos pesquisadores e desenvolver um trabalho constante de estudo que pudesse envolver todos os participantes e ser, ao mesmo tempo, uma porta aberta para a entrada de novos interessados.

As reuniões surgiram também como uma forma de revitalizar o Observatório, que naquela época, devido à aposentadoria de dois de seus fundadores e a algumas dificuldades que enfrentava na escola, se encontrava em um momento difícil. Felizmente, a iniciativa deu resultado e as reuniões têm ocorrido mensalmente, praticamente sem interrupções, desde essa época.

A denominação “colóquio acadêmico” também é recente, datando de cerca de dois anos, quando decidimos que o que fazíamos mensalmente não era simplesmente uma reunião, mas um encontro de pesquisa.

022

IHQ: Qualquer um pode participar dos encontros? Há algum pré-requisito?
W.V.:
A participação é livre a todos os interessados em histórias em quadrinhos. Não há pré-requisitos. Mas, como disse, trata-se de uma reunião de pesquisa e não de um encontro de fãs (embora todos os participantes também sejam fãs de quadrinhos).

Assim, tentamos manter as discussões sempre relacionadas com aspectos científicos, evitando elucubrações que não tenham fundamento ou sejam ditadas apenas pelas emoções ou preferências pessoais. Em geral, seguimos um texto-base, um livro escolhido por consenso dos pesquisadores e que vamos discutindo capítulo por capítulo.

De algum tempo para cá, também iniciamos a prática de convidar pesquisadores que recém-terminaram de apresentar teses, dissertações ou trabalhos de conclusão de curso, ou que estão bem avançados em seus trabalhos científicos para apresentá-los ao grupo. Normalmente, tentamos reservar uma hora para discussão do livro e uma hora para apresentação das pesquisas.

IHQ: Durante os encontros as leituras dos livros são para desenvolver alguma tese ou elas são mais para reflexão individual dos presentes para se agregar ao repertório de cada um?
W.V.:
Eu não diria que é para uma reflexão individual, mas para uma reflexão conjunta. Os livros são discutidos e cada um tem a oportunidade de manifestar sua opinião. Muitas vezes não concordamos com a idéia do autor.

Outras vezes, sentimos necessidade de buscar mais fundamentação a respeito de algum aspecto. A discussão do livro é o ponto de partida para aprofundar aspectos que nos chamam a atenção.

Já aconteceu, também, de desenvolvermos pesquisas coletivas a partir de idéias que surgiram na discussão de um determinado livro. Essas pesquisas foram depois apresentadas em congressos da área de Comunicações.

IHQ: As apresentações de teses feitas durante os colóquios tem algum peso a mais para a banca que analisa ou são simbólicas para o mestrando se sentir mais seguro?
W.V.:
No caso de teses ainda não defendidas, as apresentações funcionam como uma espécie de treinamento para o candidato, pois ele pode sentir como os presentes recebem o resultado de suas pesquisas.

No caso de teses já defendidas, as apresentações representam o reconhecimento e valorização do trabalho científico, um incentivo para que o pesquisador persista em suas pesquisas.

IHQ: Atualmente está em desenvolvimento algum tipo de pesquisa ou projeto de tese do Observatório, para os quadrinhos nacionais?
W.V.:
Os pesquisadores do Observatório estão envolvidos na elaboração de alguns livros e artigos sobre histórias em quadrinhos. Os temas são bem variados, envolvendo quadrinhos e educação, jornalismo em quadrinhos, centenário da revista Gibi, revista Crás, elaboração de verbetes para uma enciclopédia de Comunicações, etc.

012

IHQ: O Observatório tem algum registro de quantas teses de mestrado estão sendo feitas sobre HQs? É uma tendência a crescer ou é difícil aparecer alguma tese sobre o assunto?
W.V.:
Temos acompanhado de perto as teses de doutorado e dissertações de mestrado defendidas na USP, que analisamos regularmente. A USP apresentou um crescimento muito grande na área, nos últimos anos, tendência que acreditamos também se repete no restante do país.

IHQ: Para defender uma tese de mestrado sobre histórias em quadrinhos, existe alguma dificuldade maior do que defender teses de outras formas de comunicação?
W.V.:
A dificuldade está muitas vezes em encontrar orientadores com familiaridade com a área ou dispostos a se envolver com histórias em quadrinhos.

Por seu caráter multidisciplinar, as histórias em quadrinhos podem ser objeto de pesquisa em várias áreas, desde as mais evidentes, como Comunicações e Artes, a outras como Educação, Lingüística, História, Geografia, Literatura, Tecnologia, etc.

Felizmente, no entanto, essa dificuldade tem diminuído nos últimos anos.

_____________________________

O Impulso HQ agradece pela colaboração de Waldormiro Vergueiro por ter respondido as perguntas e por todos os presentes no dia por terem posado para foto para ficar registrado aqui no site.

Renato LebeauColóquio Acadêmico do Observatório de HQs,Departamento de Comunicações e Artes,ECA,Luis Brandão,Waldomiro Vergueiro,WatchmenNa segunda sexta-feira do mês de março, dia 13, aconteceu mais um Colóquio Acadêmico do Observatório de HQs, no do Departamento de Comunicações e Artes da ECA. Coordenado pelo Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro, o encontro acontece toda segunda sexta-feira do mês, e conta com a presença de grandes nomes do...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe