O Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ), evento promovido pela Fundação Municipal de Cultura, acaba de confirmar a presença de uma dupla de peso no mundo dos quadrinhos; o roteirista Brian Azzarello e o desenhista Eduardo Risso, que juntos são responsáveis pelo famoso 100 balas. Risso também é organizador do Crack Bang Boom e promete uma parceria com o FIQ que pode render novidades.

A parceria entre Azzarello e Risso começou em 1998, com Jonny Double, uma pequena série para a DC Comics, que recentemente foi reeditada em formato de bolso. Um ano depois, já em 1999, os dois começaram a trabalhar em 100 Balas, do selo Vertigo, também da editora DC Comics. Fizeram também um quadrinho do Batman, intitulado Broken City. Mas foi realmente 100 Balas que rendeu, aos dois, muito prêmios. Entre eles, Eisner, Harvey e Yellow Kid.

A famosa série policial começa com o agente Graves procurando uma pessoa que teve sua vida arruinada. Ele oferece uma mala com uma arma e cem balas, que não podem ser rastreadas, para que esta pessoa se vingue. Daí em diante você descobre, aos poucos, quais são motivos que o levam a escolher e a “ajudar” essa pessoa. São 100 edições e todas têm capas sensacionais, graças ao ilustrador Dave Johnson, também convidado do FIQ 2013. O americano é conhecido internacionalmente como um dos maiores especialistas em design de capas da atualidade.

Brian Azzarello, que vem ao FIQ por meio de um apoio da Casa dos Quadrinhos, nasceu em Ohio, nos Estados Unidos, no dia 11 de agosto de 1962, mas começou a escrever profissionalmente no início da década de 90. Roteirista de quadrinhos norte-americanos, ele assina diversos títulos e é dono de vários prêmios. Além de 100 Balas, nosso convidado escreve, e já escreveu, sobre famosos personagens como Hellblazer, Super-Homem, Coringa, Batman e, recentemente, a série regular da Mulher-Maravilha. Atualmente, o autor vive com sua esposa Jill Thompson (que esteve no último FIQ) em Chicago.

Eduardo Risso nasceu na Argentina, em 1959 e tem seu trabalho conhecido em todo o mundo. Em mais de 20 anos de trabalho, já desenhou para diversas editoras. Começou sua carreira em 1981, fazendo ilustrações para o jornal La Nación e várias revistas. Alguns anos depois, em 1987, Risso colaborou para Parque Chas, escrito por Ricardo Barreiro e publicado na Fierro (Argentina). Ao longo de sua carreira, também trabalhou com o famoso Carlos Trillo, fazendo uma importante parceria que rendeu diversos projetos. Um de seus recentes trabalhos foi em Antes de Watchmen, com Moloch, minissérie em dois capítulos com o vilão dos Minutemen.

A 8ª edição do FIQ acontece de 13 a 17 de novembro na Serraria Souza Pinto e tem o cartunista Laerte como grande homenageado. Para saber mais novidades sobre a programação, acesse www.fiqbh.com.br.

Renato LebeauquadrinhosBrian Azzarello,Eduardo Risso,FIQO Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ), evento promovido pela Fundação Municipal de Cultura, acaba de confirmar a presença de uma dupla de peso no mundo dos quadrinhos; o roteirista Brian Azzarello e o desenhista Eduardo Risso, que juntos são responsáveis pelo famoso 100 balas. Risso também é organizador do...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe