Produzido por Marcos Dark, o blog Âmago é atualizado diariamente e traz a série “O Diário de Steve Rogers” que já ultrapassou a marca de 230 posts informando toda a trajetória do Capitão América.

O Impulso HQ soube do blog Âmago por meio de uma leitora e fomos descobrir mais sobre essa iniciativa que segundo Marcos, vem de “um leitor que quer compartilhar a emoção de uma boa história em quadrinhos com outros leitores tanto de longa data, assim como divulgar para aqueles que não conhecem esse fantástico entretenimento.”

Atualmente Marcos não trabalha com quadrinhos, no entanto já fez alguns roteiros para quadrinhos e artigos no qual foi remunerado, mas foram mais “bicos”: “trabalhar com quadrinhos, de alguma forma, seria um prazer realmente”, afirma Marcos.

O que hoje é o BLOG Âmago, já foi um fanzine impresso DATILOGRAFADO E XEROCADO: “eu xerocava as capas mais interessantes (em branco e preto) e completava tudo com uma simples lapiseira, tudo para colocar o logotipo, também caseiro. Isso lá pelo final da década de 1980. Com o tempo fui conhecendo diversos amantes dessa arte, além de talentosos desenhistas que se tornaram grandes amigos e contribuíam para a criação do zine, além de diagramar de uma forma menos caseira”.

Marcos disse ao Impulso HQ que a proposta do blog no início era mais randômico, trazendo matérias sobre curiosidades dos quadrinhos e com o tempo, foi se tornando mais temático após a criação de colunas especiais e semanais como a Mestres de Obra (onde comentava a carreira de profissionais da indústria), Boletim de Ocorrência (sobre quadrinhos policiais) e chegou a escrever sobre cinema na coluna Sem Fila.

Mas esse amante da Nona Arte revela que sempre teve vontade de falar sobre quadrinhos de forma cronológica. “Não nego que meu gênero preferido é o de super-heróis. E cronologia tinha tudo a ver com esse universo. Foi com isso em mente que comecei os Diários. Eram artigos falando sobre determinado herói em ordem cronológica de sua publicação. Como certos personagens tem uma carreira muito longa, no início comecei a trocar de foco a cada semana. Ou seja, falava um pouco sobre determinado herói, interrompia a série para falar de outro e, quando possível, voltava naquele anterior do ponto onde parei”.

Claro que uma coisa é certa, fã de quadrinhos sempre procura saber mais sobre o seu personagem favorito e Marcos revela que os leitores, fãs de determinado personagem, sentiam-se abandonados quando parava de falar de um herói, mesmo com a promessa de retornar, e daí surgiu a ideia de contar essas histórias do início ao período atual de publicação.

O foco dos posts, em todas essas fases, é apresentar curiosidades dentro das próprias histórias para os leitores veteranos, com algumas percepções particulares de Marcos durante a sua releitura, e apresentar os artigos de forma a despertar o interesse daqueles que nunca leram sobre esses quadrinhos, mas sempre tiveram curiosidade em conhecer. “Hoje, foco mais em história que foram publicadas por aqui, para que o leitor não apenas sacie sua curiosidade, mas também possa ter a oportunidade de se tornar um colecionador, possivelmente se guiando por estes artigos, já que estão como disse, de forma cronológica”, afirma Marcos.

Agora se você acha que Marcos Dark é o maior fã do Capitão América se engana. Antes de falar sobre o Sentinela da Liberdade o blog abordou a cronologia da Legião dos Super-Heróis, e antes ainda, sobre a história do Thor. “Já andam dizendo que eu sou O FÃ do Capitão América. Em parte é verdade. Mas deixo claro que não tenho um herói preferido. Cada um deles tem períodos interessantes e outros um tanto desinteressantes. Vai muito do autor de cada período. O interessante é que até acabo descobrindo curiosidades interessantes no meio do caminho”, diz Marcos.

Marcos revela que escolhe os momentos marcantes de Steve Rogers prioritariamente contando todos os momentos da história do Capitão desde seu início. Os textos são resenhas das histórias publicadas. Quando algo realmente interessante ou marcante surge em uma dessas histórias, o escritor complementa a resenha com o que chama de “A+” (uma brincadeira com Âmago a mais). “Às vezes, pequenos detalhes e particularidades dos personagens são mais interessantes do que períodos inteiros”, completa.

Você que acompanha o blog Âmago pode ficar sossegado pois Marcos garante que vai chegar até os dias atuais do capitão. “Todo o diário começa do início da carreira do personagem até a sua história nos dias atuais… publicadas no Brasil. Quando estou chegando em uma fase atual das histórias que estão apresentadas aqui, é hora de mudar o foco. Dessa forma o leitor acompanha o herói desde o começo, sabe quem ele realmente é e como chegou até ali. Dali por diante é entre o leitor e a editora que publica suas história… pois já estará familiarizado o bastante para continuar a acompanhar nas publicações atuais.”

Marcos faz toda a pesquisa sozinho, e ele afirma que é muito simples, basta ler as histórias. Os artigos são escritos exclusivamente por ele, porém, muitos comentários dos leitores (no próprio blog, em fóruns e redes sociais) são tão interessantes que acabam virando um complemento do artigo. Informações a respeito de um período que ainda não foi mencionado também são levados em consideração e acabam sendo inseridos no artigo e o autor dá o crédito a ajuda.

“Levo uns puxões de orelha também. Levei um puxão de orelha do arte-finalista Al Gordon (que finalizou as histórias da Liga da Justiça na década de 1980) por citar apenas os escritores e desenhistas das histórias. Aprendi. E agora cito o arte-finalista, que é filho de Deus também, afinal”
, revela Marcos.

E o retorno dos fã do Capitão América está sendo compensador. Como afirma Marcos, “tem muito leitor veterano limpando o pó da coleção quando eu o lembro de determinada história do personagem. O filme sobre o personagem despertou o interesse de pessoas que sequer liam quadrinhos. Esse segundo grupo sem empolga tanto em acompanhar que acaba fazendo observações que leitores veteranos (eu incluso) não perceberam.”

Como já mencionado, Marcos publica uma edição por dia e em breve, fará aos finais de semana com mais de uma postagem, “pois precisamos correr com isso”, brinca o autor que ainda contou ao Impulso HQ que tem leitor que acompanha o blog como se fosse uma novela, chegando a torcer fervorosamente pelo personagem e seus coadjuvantes. “Já teve até quem ficou com raiva de mim por um acontecimento nas histórias, como se eu fosse o autor dela”, diz Marcos.

E fique ligado leitor, pois depois de Steve Rogers, Marcos já tem algumas ideias em mente sobre qual personagem irá montar um diário. “Antes a escolha era mais ao acaso. Hoje já tenho um cronograma mais bem planejado. E, SIM, eu já sei qual será o personagem (ou seriam personagens) que virá após Steve Rogers. O único padrão é escolher um personagem que teve uma carreira significativa, principalmente em bancas brasileiras. Quem será o próximo? Posso adiantar que tento variar entre editoras. Então, depois do Capitão, não esperem algo da Marvel. Fica a dica. Por enquanto, tudo o que posso dizer é aquela palavrinha que gela o coração e ferve o sangue dos leitores mais empolgados: Continua…”

Então é isso leitor do Impulso HQ. Esperamos que vocês tenham gostado dessa matéria especial com Marcos Dark que desenvolve um mega trabalho criando os “diários” de grandes personagens e postando no blog Âmago. Falando nisso, quer saber mais sobre a vida de Steve Rogers e os fatos marcantes da sua carreira? Então não perca tempo e acesse o Âmago, clicando aqui, e leia o “Diário de Steve Rogers”.

Renato Lebeauquadrinhosâmago,Capitão América,Marcos Dark,Marvel,Steve RogersProduzido por Marcos Dark, o blog Âmago é atualizado diariamente e traz a série “O Diário de Steve Rogers” que já ultrapassou a marca de 230 posts informando toda a trajetória do Capitão América. O Impulso HQ soube do blog Âmago por meio de uma leitora e fomos descobrir mais...O Impulso HQ é um site dedicado à cultura geek e traz, diariamente, novidades sobre quadrinhos, cinema e games, além de conteúdo em vídeo. Somos nerds a serviço do seu entretenimento. Bem-vindo!
Compartilhe